No artigo de hoje, vou apresentar uma tendência nas empresas, a Gestão por Competências. O método consiste na administração e organização como objeto de avaliação para os colaboradores, mais especificamente seus conhecimentos, habilidades e comportamentos. Continue lendo o texto para saber mais sobre a teoria e a prática do procedimento!

Por que gerir competências?

Essa modalidade de gestão, permite que a empresa trabalhe em diferentes frentes para identificar todos os tipos de competências profissionais que existem nos seus colaboradores. A análise deve ir além de simplesmente indicar as características para também apresentar soluções para que o funcionário consiga explorar melhor suas virtudes e exterminar os pontos sabotadores.

Basicamente, essa é uma forma que a área de recursos humanos (RH) e de gestão e liderança obtém uma referência concreta para a construção de treinamentos de desenvolvimento, políticas de educação continuada e modelos de plano de carreira.

No fim das contas, esse precioso trabalho forma funcionários mais completos tecnicamente, conscientes da importância do seu papel e importância na empresa e envolvidos com a cultura organizacional. Tantos benefícios se acumulam para trazer mais resultados positivos.

Passo a passo do funcionamento do modelo

Nesse modelo de gestão, as etapas visam sistematizar o processo de reconhecimento das competências e as ações para empreender as adequações necessárias através do treinamento. Conheça cada uma delas agora:

  • Mapeamento das competências organizacionais.
  • Identificação das competências exigidas por cada função.
  • Determinação das competências de cada colaborador.
  • Estabelecimento de comparação entre as informações obtidas a fim de identificar as competências a serem alcançadas por meio de treinamento, tornando o funcionário apto a realizar as atividades do cargo.

A partir daí a organização deve investir nos seus colaboradores para capacitá-los não só para que eles exerçam muito bem o escopo definido pela vaga. Mais do que isso, faz parte do objetivo que esses profissionais se tornem mais completos e complexos, com habilidade para trazer ideias, efetuar melhorias, serem proatividade e exibirem criatividade no dia a dia.

Durante esse processo, o RH e a gestão e liderança vão entender quem está no cargo correto, quem precisa de promoção e quem deveria ser realocado. Também durante o estudo, essas áreas entendem quais são as carências dos funcionários em relação a investimento em educação continuada e tratamento da empresa com eles. E tem mais! A gestão por competências abrange ainda outras práticas de administração da organização, tais como: remuneração por competências, contratação e seleção por competências e, treinamento por competência.

As organizações mais avançadas em termo de gestão organizacional já perceberam que o bom rendimento e sucesso da empresa está diretamente relacionado à capacidade que a organização tem de desenvolver as competências de seus colaboradores, propiciando a eles o crescimento profissional necessário, e também evolução pessoal e ascensão na carreira.

10 benefícios para o colaborador

Entenda como os benefícios para o colaborador da gestão por competências funcionam na prática dentro de uma empresa:

  1. Sentimento de valorização com o seu conhecimento e experiência;
  2. Sentimento de reconhecimento do trabalho realizado;
  3. Estímulo para aderir com mais dedicação à cultura organizacional;
  4. Mais vontade de pensar fora da caixa e trazer novidades para o setor;
  5. Mais ânimo para elaborar estratégias que ajudam a otimizar o dia a dia;
  6. Consciência de que o desenvolvimento é um processo constante e eterno;
  7. Ciência de que o estudo regular sobre a área em que trabalha é essencial;
  8. Entendimento de que é importante separar a vida pessoal da profissional;
  9. Compreensão de que a saúde no trabalho e o bem-estar pessoal são fundamentais;
  10. Percepção de que é um profissional importante para a organização e para o mercado de trabalho.

10 benefícios para a empresa

Toda ação de desenvolvimento de funcionário traz benefícios também para a corporação, afinal ela adquire uma pessoa muito mais competente para o cargo com altas chances de trazer mais resultados. Confira os principais pontos positivos dessa política de desenvolvimento:

  1. Maior aderência à cultura organizacional;
  2. Índices positivos das pesquisas de saúde de trabalho e de clima organizacional;
  3. Construção de um ambiente mais tranquilo para se trabalhar;
  4. Retenção de talentos;
  5. Processos seletivos mais assertivos;
  6. Contratação de novos talentos;
  7. Surgimento de novos métodos para a evolução de processos diários;
  8. Criação de novas ideias para a melhoria dos produtos e serviços;
  9. Desenvolvimento natural de futuras lideranças mais preparadas;
  10. Alcance simplificado de metas e objetivos específicos das áreas e globais da empresa.

Como chegar lá

É importante que as áreas de recursos humanos, gestão e liderança entendam que chegar nesse nível não é uma tarefa fácil, mas não é impossível e é muito necessária para o progresso humano e financeiro da empresa.

Uma das maneiras mais eficientes para preparar os funcionários é o coaching. O método, que pode ser executado de forma individual ou em grupo, ativa características importantes das pessoas, elevando-as e despertando o alto desempenho.

Usar uma Solução Corporativa, por exemplo, pode ser uma boa ideia para organização que busca pelo progresso por meio do capital humano. Há diversas formas de treinamento que podem ser personalizadas de acordo com a necessidade e o objetivo do projeto.

Dessa forma, os funcionários trabalham em conjunto em prol de ações que irão melhorar o dia a dia deles no trabalho, ao mesmo tempo em que estão aprimorando suas competências. Se todas as ações forem planejadas e alinhadas ao que a empresa deseja e ao que o coaching propõe, é mais simples chegar em resultados positivos.

Relevância do tema

A minha intenção com o artigo de hoje foi de mostrar porque esse modelo é relevante e propicia tantos ganhos às empresas. Basicamente, o pressuposto básico dele é desenvolver o ser humano e os adequar às atividades que desempenha com maior eficácia.

Ao realizar corretamente sua função e perceber a sua importância para a empresa, o colaborador constrói um sentimento de realização e motivação para alcançar suas metas, gerando um desempenho extremamente satisfatório para a organização.

E você, já conhecia esse modelo de gestão? Comente e compartilhe esse conteúdo com seus amigos.

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/importancia-da-gestao-por-competencia-para-empresas/

CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!
 
Enviar
100% livre de SPAM.

Comentários

comentários

BAIXAR O PDF
close-link
CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!
 
Enviar
100% livre de SPAM.
Close