heurística - Atalhos de Nossos Pensamentos - coach Tiago Curcio - casule
Heurísticas – Atalhos de Nossos Pensamentos
13/08/2018
Capa Video aflicao do mundo REDUZIDA
Qual a causa de 90% da aflição do mundo? (Vídeo Completo)
15/08/2018

Abraham Maslow e a importância da valorização das pessoas

Abraham Maslow e a importância da valorização das pessoas - coach - Tiago Curcio -casule

Quando falamos em empresas mais humanas estamos considerando que as pessoas são o seu principal capital, pois seja em seu trabalho ou em sua vida pessoal, todos têm desejos e necessidades que precisam ser supridas. Neste sentido, o psicólogo americano Abraham Maslow (1908-1970) foi um dos primeiros especialistas a estudar a importância da autorrealização humana, por meio do que ele denominou de: Psicologia Humanista ou Psicologia do Ser.

Para isso, desenvolveu a teoria da Hierarquia das Necessidades (que apresento mais à frente); que defende que o ser humano precisava ter todas as suas demandas (Fisiológicas, de Segurança, Reconhecimento, Estima e Realização Pessoal) plenamente atendidas, para se sentir verdadeiramente realizado em sua vida.

Segundo Maslow – “O que os humanos podem ser, eles devem ser. Eles devem ser verdadeiros com a sua própria natureza.” Isso explica porque ele colocou o desejo de autorrealização no topo de sua pirâmide das Necessidades Humanas. Também evidencia porque é tão importante que, cada pessoa encontre aquilo que lhe torna realmente plena, feliz e autorrealizada.

De acordo com a Psicologia Humanista, cuja primeira teoria também foi criada pelo psicólogo, todos nós possuímos um arsenal de competências e habilidades que podem potencializar o nosso sentimento de autorrealização. Entretanto, também existem fatores externos que podem comprometer o nosso desempenho e limitar nosso sucesso em várias áreas da vida.

Para que isso não aconteça devemos buscar identificar reconhecer estes pontos de desequilíbrio e obter ferramentas efetivas que nos ajudem a eliminar estas interferências negativas e libertar, definitivamente, o potencial infinito que há em cada um de nós. É como eu sempre digo – quanto mais você se conhece, mais se empodera e potencializa os seus resultados.

No trabalho não é diferente, afinal, dedicamos grande parte do nosso tempo à empresa para a qual trabalhamos e entregamos a ela nossos conhecimentos, experiências, soluções, expectativas e energia vital. Em contrapartida, desejamos que haja uma troca justa e que possamos obter; através daquilo que fazemos; recursos e reconhecimentos que nos proporcionem uma existência plena e autorrealizada no que tange à nossa carreira e profissão.

Por que a Autorrealização é Tão Importante?

Abraham Maslow afirma que se pode definira autorrealização de diversas formas, “porém percebe-se um sólido núcleo de consenso. Todas as definições aceitam ou incluem aceitação e expressão do núcleo central do Eu, ou seja, realização dessas capacidades e potencialidades latentes, a disponibilidade em ‘pleno funcionamento’ da essência humana e pessoal.”

Na prática, também podemos dizer que isto se refere a uma espécie de empowerment, ou seja, um empoderamento pessoal que leva o indivíduo ao seu desenvolvimento máximo como ser humano em todas as esferas de sua vida, o que logicamente, também inclui o seu ofício. Portanto, podemos dizer que o trabalho é, sem dúvida, uma das principais fontes de realização humana.

Carl Rogers, outro importante psicólogo americano, que assim como Maslow é uma figura essencial na construção da Psicologia Humanista, também nos traz uma visão interessante sobre o tema. Segundo ele: “O indivíduo possui possibilidades inimagináveis de compreender-se e de modificar os conceitos que tem de si-mesmo, suas posturas e seu comportamento…”.

Por isso, Rogers acreditava que para conquistar este estado de plenitude, o ser humano precisaria estar num ambiente realmente seguro e estimulante.“Esse potencial pode ser liberado se a pessoa puder ser trazida a uma situação caracterizada por um clima favorável para o desenvolvimento psíquico.”.

Em resumo, para ele, é preciso impedir que os fatores externos afetem a motivação da pessoa e comprometam os seus resultados. Esta ideia se aplica perfeitamente ao universo das empresas, uma vez que é este “ambiente seguro”, onde os profissionais se sentem valorizados, reconhecidos, conectados e recompensados por seus esforços, trabalho e dedicação que estimulará o seu máximo desempenho.

Como Promover a Autorrealização no Trabalho?

Esta é uma resposta individual, mas verdade seja dita, de modo geral, todos querem saber como encontrar autorrealização e autossatisfação no trabalho e na vida. Como ser uma pessoa realizada profissionalmente e ter um alto desempenho no que faz. Ou ainda, como acessar seu potencial, capacidades e habilidades, eliminar as interferências negativas e obter sucesso.

Acredito que os líderes além de buscarem as respostas para sanar suas próprias questões pessoais, devem também auxiliar os seus liderados a encontrarem elucidações para estas interrogações, de modo que a solução para elas também esteja alinhada com os interesses da empresa. Estas perguntas não podem ser ignoradas, pois é preciso reconhecer que nem sempre os colaboradores sabem, ao certo, como atingir seu potencial máximo, conquistar bons resultados e entregar a organização o que ela busca de fato.

Daí, você pode estar se questionando – Mas autorrealização não vem de nós? O sentimento de que fizemos e realizamos algo importante, sim! Mas devemos lembrar que somos seres

relacionais e, como tal, carecemos de um reconhecimento externo ao nosso esforço, no sentido de expandir progressivamente a sensação de realização. Se a empresa faz isso, maiores são as chances de que seus funcionários conquistem esta plenitude.

Portanto, quando Maslow coloca a necessidade de realização no topo da hierarquia das necessidades humanas, ele está falando também em transcendência e legado. Quer dizer, daquilo que estamos construindo de relevante em nossa história e que, verdadeiramente, faz sentirmos orgulho e satisfação em ser quem nós somos.

De fato dedicamos muito tempo ao nosso trabalho e além das cobranças externas temos que lidar com nossos próprios anseios pessoais. Por isso, para que o que fazemos todos os dias realmente seja uma atividade prazerosa é importante que isto nos retorne em altos níveis de satisfação. Do contrário, as pessoas acabam desmotivadas, infelizes e pouco produtivas em seu ofício.

Autorrealização é fazer a sua parte no que tange construir sua própria felicidade. Não é algo que possa ser terceirizado, transferido para outra pessoa, pois representa um sentimento único de autoafirmação do poder infinito que existe em cada um de nós. Contudo, não podemos negar que somos sim, impactados pelo que acontece à nossa volta e que, como a maioria das pessoas nós temos muitas expectativas relacionadas ao lugar onde trabalhamos diariamente.

As empresas humanizadas foram as primeiras a entender que atender suas necessidades também é muito importante para o ser humano. Por isso, conscientizaram-se do seu papel e assumiram a responsabilidade de criar as condições necessárias para que, numa relação mútua de troca, reconhecimento e valorização, as pessoas também possam conquistar autorrealização por meio do seu trabalho.

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/abraham-maslow-importancia-valorizacao-pessoas/

CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!
 
Enviar
100% livre de SPAM.

Comentários

comentários

Tiago Curcio
Tiago Curcio
É Coach e empreendedor nas áreas de saúde e tecnologia. Especialista em Inteligência de Negócios e em Programação Neurolinguística (PNL), adora pedalar e ficar com a família.

Os comentários estão encerrados.

BAIXAR O PDF
close-link
CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!
 
Enviar
100% livre de SPAM.
Close