como-administrar-melhor-o-seu-tempo - Tiago Curcio - Coach - Casule
Como administrar melhor o meu tempo? (Vídeo Completo)
09/08/2018
Abraham Maslow e a importância da valorização das pessoas - coach - Tiago Curcio -casule
Abraham Maslow e a importância da valorização das pessoas
15/08/2018

Heurísticas – Atalhos de Nossos Pensamentos

heurística - Atalhos de Nossos Pensamentos - coach Tiago Curcio - casule

mente humana é extraordinária! Além de coordenar todas as nossas ações, é capaz de se valer de atalhos, chamados de heurística, para facilitar pensamentos e escolhas. Entender o funcionamento do cérebro é uma ótima maneira de fazer um uso mais eficaz dele. Ao obter conhecimento sobre as funções mentais de uma forma geral poderá relacionar as informações com o seu próprio comportamento e, assim, conseguirá se conhecer melhor e potencializar seus resultados cada vez mais.

O Que é Heurística?

A palavra heurística se refere ato de investigar algo e tomar decisões com base em aproximação. Em se tratando da mente, é um tipo de processo cognitivo, conhecido como atalho mental, que é utilizado para chegar a uma conclusão a respeito de algo com maior rapidez e facilidade, de forma não racional. Acompanhe alguns exemplos para entender melhor esse conceito.

Supondo que você conheça um rapaz que esteja vestindo terno e gravata e tenha uma aparência séria. Se alguém te perguntar se acha que ele é um advogado ou personal trainer, o que responderia? Imagino que rapidamente diria que se trata de um advogado. Acertei? As pessoas costumam chegar a esse tipo de conclusão com base em atalhos criados através de informações armazenadas em sua mente. Afinal, seria muito demorado e trabalhoso buscar todas as características de advogados e personal trainers para analisar e só depois disso dar a sua resposta.

Para deixar mais claro o significado de heurística citarei outro exemplo bastante comum. Quando um paciente vai até um consultório médico apresentando determinados sintomas, geralmente o profissional utiliza atalhos heurísticos para analisar tais sinais e definir o diagnóstico com base neles. Isso torna o processo mais simples e o leva a acertar a maioria dos casos. Contudo, estes atalhos não são tão efetivos quando se trata do diagnóstico de algum tipo raro de doença, uma fez que isso carece de uma série de análises e exames mais profundos e específicos. Por isso mesmo, é importante salientar que embora esses atalhos sejambastante positivos, sempre é necessário ter cautela para que eles não nos levem a tirar conclusões precipitadas.

 

Tipos Mais Comuns de Heurística

Para que entenda de forma ainda mais clara o funcionamento das heurísticas, conheça os quatro tipos mais comuns e como eles funcionam. Assim, poderá perceber a ação de cada um deles em sua mente e evitar o automatismo e que ofusquem a sua visão sobre as coisas.

Heurística de Disponibilidade

Esse é um tipo de heurística em que o indivíduo dá preferência para aquilo que se lembra com maior facilidade, ou seja, ele considera a opção com registros mais fortes em sua memória como a melhor ou mais correta. É como se o cérebro fizesse rapidamente uma estatística de forma intuitiva com base nas informações que ele tem registradas a respeito do assunto em questão.

A heurística da disponibilidade é a responsável por muitas pessoas darem maior ênfase para catástrofes do que acontecimentos positivos, por exemplo. Isso acontece principalmente porque as notícias ruins geralmente recebem maior destaque na mídia, o que leva os indivíduos a acreditarem que elas são mais frequentes. Expandir a visão e enxergar além do que se vê é fundamental para adotar um mindset mais positivo, que reconhece o que precisa ser melhorado, mas sem deixar de ter gratidão pelas coisas boas.

Heurística da Representatividade

A heurística da representatividade se refere ao exemplo que citei do rapaz vestido em um terno e sua profissão. Esse atalho funciona da seguinte maneira: o cérebro capta as informações que se tem a respeito de algo ou alguém e as utiliza para determinar a qual categoria ele pertence. Nesse sentido, ao perceber que o rapaz está trajando um terno e tem uma aparência séria, chegou-se à conclusão de que se trata de um advogado e não um personal trainer, que costuma trabalhar de tênis e roupas esportivas.

Apesar de esse tipo de heurística conseguir acertar em grande parte dos casos, não há a certeza de que as informações realmente chegarão à resposta correta. Ainda citando o exemplo, não é porque o rapaz trabalha com roupas mais despojadas que irá se vestir assim a todo o momento. Pode ser que ele esteja indo a uma reunião de trabalho ou evento formal, como um casamento ou uma festa com traje a rigor, por exemplo. Manter a atenção a isso é necessário para evitar a criação de estereótipos e ideias preconceituosas.

Heurística de Ancoragem e Ajustamento

Lembra-se daquela expressão que diz que a primeira impressão é a que fica? É exatamente assim que esse tipo de heurística funciona. Ela faz com que se forme uma opinião a respeito de algo ou um indivíduo ao conhecê-lo e, mesmo após obter informações que contrariem sua opinião, costuma ser bastante desafiante alterar essa ideia inicial. É praticamente um tipo de pré-conceito, ou seja, uma constatação obtida com poucos dados.

Sabe quando você conhece alguém e o considera “metido” logo de cara? Mesmo que amigos digam que ele não é aquilo que pareceu e apenas é um pouco tímido ou sério, você pode ter um bloqueio para mudar a ideia inicial que teve. É importante que tenha bastante atenção em relação a esse atalho, para evitar que ele crie crenças limitantes e bloqueios em sua mente e te prive de conhecer pessoas e coisas extraordinárias.

Heurística de Simulação

Nesse tipo de atalho, a mente simula situações de acordo com o que tem maior facilidade em imaginar. Através desse tipo de heurística é possível encontrar conforto para um sofrimento ou torná-lo ainda mais intenso. Em uma competição esportiva, por exemplo, o atleta que ficou em segundo lugar pode se sentir desapontado se a sua mente simular que ele poderia ter ficado em primeiro. Já aquele que conquistou a terceira colocação pode se sentir mais feliz por ter conseguido subir ao pódio.

A heurística de simulação é interessante quando é utilizada como uma forma de obter uma visão positiva da situação. Nesse sentido, ao invés de sofrer por ter ficado em segundo ou terceiro lugar, o ideal é se alegrar por ter conseguido subir ao pódio e utilizar as experiências vividas na competição para se preparar melhor para a próxima. Afinal, se culpar e pensar apenas que poderia ter sido o grande campeão não será positivo quando a competição já chegou ao fim e servirá apenas para te desmotivar. Foque no que já venceu e depois se concentre em ir mais longe no próximo campeonato.

Como diria o grande psiquiatra Milton Erickson, no veneno está o antídoto. Por isso, é essencial conhecer as heurísticas para utilizá-las de forma consciente, evitando a criação de pré-conceitos ou ideias limitadas a respeito de outras pessoas ou do universo de uma forma geral. O conhecimento é a chave do sucesso. Lembre-se disso e use-o a seu favor sempre!

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/heuristicas-atalhos-de-nossos-pensamentos/

CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!
 
Enviar
100% livre de SPAM.

Comentários

comentários

Tiago Curcio
Tiago Curcio
É Coach e empreendedor nas áreas de saúde e tecnologia. Especialista em Inteligência de Negócios e em Programação Neurolinguística (PNL), adora pedalar e ficar com a família.

Os comentários estão encerrados.

BAIXAR O PDF
close-link
CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!
 
Enviar
100% livre de SPAM.
Close