Mudança-Interior-–-Por-Onde-Começar-e-Até-Onde-Ir-coaching-tiago-curcio
Mudança Interior – Por Onde Começar e Até Onde Ir?
11/04/2018
pais separados - coaching - casule
Pais Separados – Como o Coaching Pode Amenizar os Danos da Separação
14/04/2018

Lidando Com Pensamentos Intrusivos

lidando com pensamento intrusivo - psicologia - casule

Imagine a seguinte situação: você está se preparando para realizar algo que gostaria muito, acredita que deveria estar feliz e, de repente, surge um pensamento dizendo que as coisas vão dar errado. Caso tenha se identificado com esse exemplo e isso seja uma constante em sua vida, é sinal de que possui pensamentos intrusivos frequentes, que, muitas vezes, te desmotivam e fazem com que se sinta incapaz. Apesar de isso ser comum, não significa que nada possa ser feito para evitar que esse tipo de ideia limitante surja, pelo contrário. É hora de mudar e de aprender como ter bloquear isso.

O Que São Pensamentos Intrusivos?

Em primeiro lugar, é importante dizer que todos os seres humanos podem ter pensamentos intrusivos, afinal, cada um de nós tem cerca de 50 mil pensamentos diários e nem todos são de qualidade. Contudo, os indivíduos que estão em equilíbrio com os seus sentimentos e emoções dão pouca importância para as ideias que consideram inúteis. Por outro lado, aqueles que estão passando por problemas relacionados à ansiedade e ao estresse, por exemplo, tendem a valorizar mais esse tipo de pensamento.

Quando se está vulnerável, uma ideia pequena ganha maiores proporções porque é alimentada pelo medo e pela insegurança. Perceba a diferença no seguinte exemplo: uma pessoa vai falar em público e, então, tem o pensamento intrusivo de que pode se esquecer de toda a sua fala. Essa é uma ideia natural que rapidamente será esquecida. Mas, no caso de alguém que atravessa um período de ansiedade, pode se transformar em um grande medo e fazer com que realmente se esqueça de tudo o que preparou para falar.

Como se pode ver, o pensamento intrusivo e negativo faz com que a pessoa que está mais suscetível acabe realmente agindo de acordo com ele. Dessa forma, uma ideia que poderia apenas passar pela mente e logo desaparecer, torna-se o início de uma crença limitante e que, se não for parada, a levará a se sentir cada vez menos capaz, deixando de desempenhar todo o potencial que possui.

A boa notícia é que, assim como os pensamentos negativos podem influenciar nosso comportamento, os positivos também podem! As ideias que temos são capazes de levar o cérebro a produzir hormônios de diferentes tipos, tanto relacionados ao estresse quanto ao bem-estar. O que define a substância a ser liberada depende da forma como reagimos a esses pensamentos, que é o que dará origem às ideias que limitam ou motivam.

7 Dicas Poderosas Para Lidar Com Pensamentos Intrusivos

Existem formas de fazer com que os pensamentos intrusivos deixem de ter influência sobre a sua autoconfiança e o que sente. Confira as dicas práticas que darei a seguir e assuma o controle da sua mente.

1 – Lembre-se Que Pensamentos Não São Comportamentos

O primeiro passo para conter os pensamentos intrusivos é entender que eles não são comportamentos. Não é porque pensou rapidamente que vai esquecer todo o conteúdo de uma prova, que vai bater o carro ou quebrar um objeto delicado que está segurando que essas coisas irão realmente acontecer. Tente parar de dar tanta importância para esse tipo de ideia que surge em sua mente, e prefira focar em pensamentos que realmente irão acrescentar a sua vida.

2 – Evite Eliminar Esses Pensamentos à Força

Pesquisas já comprovaram que tentar eliminar um pensamento à força faz com que o efeito seja o contrário. Nesse sentido, se eu pedir que não pense em uma bola azul, certamente esse será o primeiro pensamento que terá e que irá permanecer enquanto tentar eliminá-lo da sua mente. Por isso, é necessário que reaja aos pensamentos intrusivos com mais naturalidade, sem dar tanta relevância, assim, em algum momento, eles irão desaparecer.

3 – Racionalize o Que Está Pensando

Caso os pensamentos intrusivos insistam em fazer você acreditar em algo, como o fato de o seu cônjuge não estar mais feliz com o relacionamento, por exemplo, racionalize todas essas informações. Pare e pense se realmente existem motivos concretos que demonstrem isso, como brigas e desentendimentos constantes, por exemplo. Muitas vezes, essas ideias são apenas fruto de uma insegurança, que pode ser resolvida através do autoconhecimento e do diálogo com o seu par.

4 – Crie Crenças Positivas em Sua Mente

Da mesma forma que a sua mente é capaz de alimentar os pensamentos intrusivos e transformá-los em crenças limitantes, você também pode produzir ideias positivas e que agreguem. Para isso, é essencial que se conheça, descubra quais são as suas qualidades e utilize-as para repetir para si mesmo o quanto é capaz. Perceba que são ideias que serão construídas com base em informações concretas, e, por isso, têm muito mais valor do que os pensamentos negativos.

5 – Pratique a Meditação e Relaxe

A meditação é uma prática milenar que tem sido bastante recomendada por médicos pelos mais diferentes motivos. Um dos seus benefícios está em manter a mente relaxada, não totalmente livre de pensamentos, já que isso seria impossível, mas em um estado de paz. Além disso, um dos preceitos da meditação é exatamente o não julgamento de pensamentos, o que poderá te ajudar a lidar com os pensamentos intrusivos com maior naturalidade.

6 – Registre os Seus Pensamentos e Emoções

Manter uma espécie de diário, em que registre os seus sentimentos e pensamentos em cada dia que passar, pode te ajudar a entender melhor o que acontece em sua mente. O ato de se dedicar alguns minutos a essa atividade, escrevendo sobre o que sentiu, também é positivo porque fará com que adote uma visão mais realista e identifique ideias fantasiosas que possam ter feito você sentir medo ou insegurança, por exemplo.

7 – Entenda a Razão dos Seus Pensamentos Intrusivos

Atente-se para a raiz desses pensamentos para que possa chegar à melhor solução para eles. Em alguns casos, trata-se apenas de insegurança e pessimismo, porém, em outros, pode ser sinal de algum tipo de transtorno psicológico, como a ansiedade generalizada, síndrome do pânico e depressão, por exemplo. Nesses casos, é fundamental que se busque ajuda médica especializada, para que seja verificado se é um problema de ordem emocional ou psicossomática, e o tratamento adequado seja realizado.

Você não precisa se tornar refém dos pensamentos intrusivos, pois é possível aprender a lidar com eles de forma positiva. Cuide da sua mente, se desenvolva no que for necessário e acredite no seu potencial, assim, nenhuma ideia negativa será capaz de te derrubar.

Fonte: http://www.jrmcoaching.com.br/blog/lidando-com-pensamentos-intrusivos/

CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!
 
Enviar
100% livre de SPAM.

Comentários

comentários

Tiago Curcio
Tiago Curcio
É Coach e empreendedor nas áreas de saúde e tecnologia. Especialista em Inteligência de Negócios e em Programação Neurolinguística (PNL), adora pedalar e ficar com a família.

Os comentários estão encerrados.

BAIXAR O PDF
close-link
CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!
 
Enviar
100% livre de SPAM.
Close