Já percebeu que a desorganização pode ser um grande problema na realização de nossas tarefas diárias? Essa desorganização, que tanto nos atrapalha no dia a dia, pode ser do ambiente ou mesmo mental. 

Quando ela é física, ou seja, faz parte do ambiente, é fácil de dar um jeito, já que existem inúmeras ferramentas que podem ser utilizadas para melhorar o espaço, como caixas organizadoras, pastas de arquivo, ter um sistema de digitalizar documentos, devolver os itens para seus devidos lugares, entre outras técnicas.

Agora em se tratando de desorganização mental, você sabe o que fazer para lidar com isso? Você já reparou como isso afeta a nossa produtividade no dia a dia? Se repararmos bem, a desorganização mental pode ser percebida através da desorganização física dos ambientes em que vivemos. Quando ela se manifesta, um de seus reflexos será a bagunça mesmo do espaço em que estamos inseridos. 

Nesse sentido, se organizar mentalmente vai te ajudar também a ter espaços físicos mais organizados e vice-versa. Como falei, existem diversas técnicas para te auxiliar neste processo, entre elas está o mapa mental, que é assunto do artigo de hoje aqui do meu blog.

Continue comigo nesta leitura e saiba mais sobre esta poderosa ferramenta e como ela pode te ajudar a se organizar cada vez melhor em seu dia a dia!

O que é mapa mental?

Já reparou como a desorganização física pode te atrapalhar a realizar alguma tarefa de sua rotina. Isso acontece com as nossas ideias também e por isso que é muito importante conseguir se organizar mentalmente. 

Quando não há organização a possibilidade de perder o controle sobre atividades, pessoas, coisas, documentos, materiais, entre outros é muito maior. Se, por exemplo, você já teve uma grande ideia, ou planejou alguma coisa, mas não anotou, provavelmente se perderam no tempo ou caíram no esquecimento. 

Para evitar esse desperdício e para te ajudar a melhorar a sua rotina, vou te mostrar e ensinar um pouco sobre como o mapa mental pode contribuir para que  sua produtividade seja verdadeiramente potencializada em seu dia a dia. 

O mapa mental é um método de organizar ideias, imagens, palavras e pensamentos a partir de uma temática central. Seu objetivo principal é simplificar a compreensão de informações, contribuindo para o aumento do foco e da produtividade em diferentes tarefas no trabalho ou no dia a dia pessoal. Você pode desenvolver um mapa mental no papel, ou mesmo no seu celular, computador, tablet ou qualquer outro dispositivo de que disponha. 

A partir de uma ideia central, que você escreve em qualquer uma dessas ferramentas, você vai desenvolvendo ideias periféricas, ou fluxogramas, problemas e soluções, etc. Com todos esses desdobramentos, que surgem justamente de tal ideia, você é capaz de desenvolver um processo mais consciente, para a tomada de decisões.

Como falamos, a partir de uma ideia primária você vai desenvolvendo ideias e pontos correlatos e secundários. Claro que você pode fazer isso em um papel, mas dependendo da complexidade dessa ideia, pode ser necessário que você precise de muito papel e espaço, nesse caso a melhor saída é usar as telas digitais, que vão facilitar ainda mais esse processo.

Trata-se de uma técnica altamente eficaz, utilizada para facilitar e potencializar o aprendizado em diferentes contextos. O conceito de mapa mental foi criado em 1970, pelo psicólogo inglês Tony Buzan, com o intuito de facilitar a aprendizagem e a memorização, por meio da junção/organização de diversas informações em formato de diagrama.

Ou seja, o mapa mental é uma técnica para se organizar ideias, partindo do princípio de se utilizar uma estrutura de ramificações, que vai criar e demonstrar as associações que uma informação possui com a outra.

Benefícios dos mapas mentais

Já vimos alguns aspectos que demonstram a importância de se fazer um mapa mental. Mas vamos enumerar mais alguns para que você perceba a falta que o uso dessa ferramenta pode estar te fazendo no seu dia a dia, veja: 

  1. Facilitam a percepção e compreensão de inúmeros assuntos;
  2. Favorecem a memorização rápida;
  3. Auxiliam na organização de ideias e pensamentos;
  4. Ajudam no filtro de conceitos importantes;
  5. Favorecem o fluxo de ideias e a criatividade;
  6. Minimizam o estresse e a desmotivação, causada pela falta de organização e pelo acúmulo de informações recebidas diariamente;
  7. Aumentam a produtividade e a concentração;
  8. Reduzem substancialmente o tempo gasto com planejamento de projetos.

Dicas de como elaborar um mapa mental

Agora que você já conhece os benefícios que o mapa mental traz para a organização de ideias e informações, vou compartilhar com você um passo a passo, para que você possa começar a elaborar o seu agora mesmo. 

– Passo 1: Separe todos os materiais e objetos que você precisa para elaborar seu mapa mental. Você pode fazer uso de uma folha de papel, figuras e canetas coloridas, que favorecerão a compreensão do assunto a ser discutido no mapa.VOCÊ É FELIZ?

– Passo 2: Escolha o assunto ou o tópico principal que será discutido. Trata-se do tema central que será tratado no mapeamento mental. Faça disso o seu título do mapa e o escreva no meio da sua folha ou tela.

– Passo 3: Crie ramificações secundárias, com todas as ideias que serão desenvolvidas a partir do tema proposto inicialmente.

– Passo 4: É hora de desenvolver cada ideia proposta no passo anterior. Proponha conceitos, datas, prazos, definições e tudo aquilo que considera importante para seu mapa mental. O resultado deve ser uma espécie de gráfico hierárquico, em que, a partir de uma ideia central, são estabelecidos conceitos secundários, terciários e assim por diante. Separe cada um desses conceitos em cores diferentes, facilitando a visualização.

– Passo 5: Insira imagens, fotos, símbolos, formas, gráficos e todos os materiais relacionados a cada etapa do processo, deixando seu mapa ainda mais completo e com uma boa imagem de visualização.

– Passo 6: Revise e edite seu mapa mental sempre que possível. Pode-se considerar que ele nem sempre estará finalizado, pois a sua estrutura não linear permite que você adicione novas ideias ou informações sempre que precisar. Nesse sentido, é fácil adicionar novas ramificações sem que elas fiquem deslocadas do restante do material.

Seguindo esses passos que acabei de te mostrar, já dá para começar um excelente mapa mental, não é mesmo? Agora, vamos salientar algumas diretrizes que você deve considerar também antes de começar a fazer o seu mapa mental. Veja:

  1. Quando você for começar a criar o seu mapa mental, é importante ter em mente qual é a situação central que você deseja retratar, quais são as fontes que vão cercear essa situação e qual o objetivo dele. Para você entender melhor, pense no seguinte: a situação do seu mapa mental é entender um problema do seu trabalho mais a fundo, as informações secundárias serão os indicadores da empresa, que vai ser a sua fonte, e o seu objetivo com esse material é pensar em uma solução para o problema.
  2. O início do mapa mental se dá sempre com o título. Ele é o tema central do seu mapa. O ideal é escrever ele no meio da folha ou tela que você estiver utilizando. É recomendado fazer um círculo em volta dele.
  3. Com o título circulado do mapa mental, você deve começar a puxar ramificações, que serão as informações secundárias, que derivam do seu título. O ideal é escrever apenas uma palavra chave por ramificação. 
  4. É recomendado, também, utilizar várias cores diferentes para construir um mapa mental e que de certa forma se relacionem com o seu tema. Ainda, é bom associar ramificações que fazem parte do mesmo subtema com a mesma cor. Por exemplo, se você vai fazer um mapa mental sobre ideias para melhorar a reciclagem do lixo que é gerado na sua empresa, vale usar as cores da coleta seletiva de lixo, por exemplo, que são azul, verde, vermelho e amarelo. 
  5. Para melhorar ainda mais a visualização do seu mapa mental, você pode utilizar também recursos gráfico, isso vai auxiliar na associação de ideias e na memorização.
  6. O mapa mental é um método que você pode usar para tirar vários benefícios e, assim como qualquer outra atividade que você realize, quanto mais você treinar e realizar determinada atividade melhor será seu desempenho nela. Nesse sentido, quanto mais você praticar a elaboração de mapas mentais, melhor será a sua organização de ideias através desse método. 

Por que é bom fazer uso de um mapa mental?

Como já falei anteriormente, o mapa mental organiza ideias e conteúdos de maneira mais harmônica e de mais fácil compreensão. Além disso, existem outros pontos que se demonstram vantajosos sobre o uso do mapa mental! Vejamos:

  • É um modelo flexível: o mapa mental permite que você adicione novas ideias e informações sempre e não perca as anteriores.
  • É fácil de organizar e de lembrar: ele propõe que organizemos nossas ideias da mesma forma que o nosso cérebro faz, que é através de associações e, por isso, é mais fácil entender e memorizar as ideias que se coloca na ferramenta.
  • Oferece uma boa visualização das ideias: é recomendável incluir símbolos, imagens, setas, fluxos, desenhos, várias cores, etc. em um mapa mental, pois são artifícios que ajudam em uma melhor visualização e clareza das ideias. 
  • É bastante instintivo: fazer um mapa mental não tem uma fórmula única e que será igual para todas as pessoas, já que vai variar de acordo com as experiências de cada um. Por isso, ele é bastante instintivo, especialmente depois que você começa a fazer alguns. 
  • Possui clareza explicativa: o mapa mental é uma ferramenta que permite que as ideias sejam transmitidas de maneiras mais claras, isso pode facilitar bastante momentos de trabalhos em grupo, por exemplo. 
  • Pode ser colaborativo: fazer mapas mentais para melhorar a sua organização de ideias próprias é um excelente artifício, mas nada impede que ele seja feito por várias pessoas. Nesse sentido, o mapa mental se mostra uma excelente ferramenta de trabalho em equipe, inclusive, nesse caso, é possível adquirir diversas perspectivas sobre a ideia central na qual se está trabalhando.

Diferentes aplicações dos mapas mentais

Ao contrário do que muitos pensam, o mapa mental não é aplicado somente no ambiente organizacional. Confira outras situações em que o método pode ser muito útil:

Para estudantes

Os mapas mentais são ótimos aliados na construção de planos de estudos para concursos e provas, e para a preparação de trabalhos, seminários e apresentações, ou mesmo para se fazer anotações em salas de aulas, substituir o caderno e para memorizar palestras, seminários e discursos.

Desenvolvimento pessoal

Os mapas contribuem na construção de um planejamento pessoal, lista de prioridades, definição de objetivos e metas, solução de problemas, planilha de orçamentos, entre outras coisas do âmbito pessoal.

Gestores e líderes

O mapa mental pode auxiliar um líder na elaboração de projetos, delegação de tarefas, diretrizes organizacionais, atividades rotineiras, reuniões, planejamento e urgências, definir metas de curto, médio e longo prazo para um objetivo, encontrar soluções, diagnosticar a causa de um problema e por aí vai.

Profissionais

Os mapas mentais podem contribuir na distribuição das tarefas diárias, controle das atividades executadas, organização de projetos, estímulo da criatividade e produtividade, fazer brainstorming, entre outros.

Organização pessoal, social ou familiar

Os mapas mentais podem ser ótimos aliados para o controle de despesas, lista de orçamentos, compras mensais, organização e distribuição de tarefas domésticas e melhor controle da rotina familiar.

E você, já criou ou desenvolveu algum mapa mental? Em que situações ele foi útil para você? Se ainda não fez um mapa mental, depois desse artigo pretende usar? Aproveite e deixe aqui seu comentário sobre o que achou deste conteúdo e compartilhe esse conhecimento com seus amigos em suas redes sociais. 

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/mapa-mental-aumente-sua-produtividade/

CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!
 
Enviar
100% livre de SPAM.

Comentários

comentários

BAIXAR O PDF
close-link
CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!
 
Enviar
100% livre de SPAM.
Close