As emoções representam uma parte importante do ser humano, é através delas que nos expressamos e podemos nos relacionar com o mundo, sentindo medo, raiva, tristeza, alegria e amor. Contudo, existe um aspecto importante a ser considerado em relação a isso, que é a habilidade que cada indivíduo pode ter de controlar o que sente. Aqueles que ainda não a desenvolveram sofrem o chamado descontrole emocional, que pode desencadear uma série de problemas nos âmbitos pessoal e profissional.

Entenda o que é o descontrole emocional

Cada indivíduo experimenta as emoções à sua maneira, existem aqueles que ficam mais calados, enquanto outros querem se expressar e colocar para fora o que estão sentindo. Os que se encaixam no segundo perfil, estão mais susceptíveis a terem uma explosão emocional, como rompantes de raiva, por exemplo, o que é caracterizado como um episódio de descontrole.

Basicamente, descontrole emocional é não conseguir gerenciar as próprias emoções e expressá-las de modo intenso. Isso pode ocorrer por conta de transtornos psicológicos, como depressão, bipolaridade e síndrome do pânico, ou ter causas ambientais, como quando uma pessoa está com uma grande sobrecarga de trabalho. De qualquer maneira, apenas um especialista pode identificar o que é realmente o caso e definir as medidas a serem tomadas.

Entenda quais são as principais consequências do descontrole emocional.

Principais perigos do descontrole emocional

Uma pessoa que apresenta episódios de descontrole emocional com certa frequência pode enfrentar uma série de problemas em sua vida, veja quais são os principais.

1 – Ter atitudes das quais pode se arrepender

Quando uma pessoa se descontrola emocionalmente, tende a apresentar atitudes que não teria em seu estado normal. Assim, pode se envolver em problemas pessoais e no trabalho, além de se sentir constrangida depois que a explosão de emoções ocorre.

2 – Dificuldade para se concentrar em objetivos

Objetivos necessitam de concentração e dedicação para serem alcançados. Quando as emoções controlam o indivíduo, ele tende a perder o foco, o que compromete seus processos e faz com que ele se perca no meio do caminho.

3 – Gerar medo em outras pessoas

Em uma família, empresa ou dentro de qualquer outro grupo, quando há uma pessoa que costuma se descontrolar emocionalmente, todas as outras tendem a sentir medo dela. Assim, estão o tempo todo medindo suas palavras e atitudes para evitar uma explosão.

4 – Enfrentar problemas para se relacionar

O fato de a pessoa gerar medo nas outras faz com que ela enfrente problemas para se relacionar. Afinal de contas, ninguém deseja ser xingado e viver sob a constante ameaça de presenciar uma cena de descontrole emocional.VOCÊ É FELIZ?

5 – Começar a apresentar sintomas físicos

O excesso de estresse que o indivíduo que não tem controle sobre suas emoções experimenta pode desencadear sintomas físicos, como: enxaquecas, dores de estômago, falta de ar. Em casos mais graves, isso pode resultar em doenças mais sérias, como úlceras, gastrite, doenças urológicas, entre outras.

7 Estratégias para superar o descontrole emocional e viver com mais equilíbrio

O descontrole emocional não é um traço de personalidade, é uma questão que pode ser gerenciada e superada. As estratégias a seguir poderão te ajudar a manter o controle e aprender a gerenciar suas emoções.

1 – Tenha consciência do descontrole

A primeira coisa a ser feita para mudar algo em seu comportamento, é reconhecer o estado atual. Dessa maneira, é preciso que reconheça que apresenta episódios de descontrole e que isso acaba gerando prejuízos para sua carreira, sua vida pessoal e seu equilíbrio emocional. A partir dessa consciência, conseguirá identificar os pontos em que precisa melhorar e alcançar a mudança desejada.

2 – Respire profundamente antes de reagir

Quando uma pessoa está irritada, tende a respirar rapidamente e de forma ofegante, o que faz com que o oxigênio que chega ao cérebro seja insuficiente, aumentando o estresse. Uma forma simples de evitar que isso aconteça e começar a se controlar é fazer uma pausa e respirar profundamente. Se possível, afaste-se da situação para pensar melhor em maneiras de responder em vez de reagir.

3 – Identifique os geradores do descontrole

Cada indivíduo tem o seu calcanhar de Aquiles, que são os geradores do seu descontrole. Existem pessoas que se descontrolam quando são criticadas, outras quando são contrariadas e assim por diante. Buscar essas respostas em seu interior é fundamental para identificar os pontos que precisa trabalhar e evitar que esses episódios se repitam.

4 – Sinta suas emoções

As emoções foram feitas para serem sentidas, assim, se você sente raiva e tenta sufocá-la a tendência é que ela se torne ainda mais intensa e te leve a agir de modo intempestivo. Portanto, se permita sentir cada emoção, encontrando formas positivas de canalizá-las. A raiva, por exemplo, pode ser controlada através de esportes, como a corrida e outras modalidades que preferir.

5 – Cerque-se de pessoas tranquilas e equilibradas

O temperamento das pessoas com as quais convivemos exerce uma forte influência sobre nosso estado de espírito. Nesse sentido, a companhia de um indivíduo estressado, tende a fazer com que também se sinta irritado. Então, se essa influência vai acontecer, que seja de maneira positiva, cercando-se de pessoas tranquilas e equilibradas que te inspirem a ser assim também.

6 – Reflita sobre a situação que está te afligindo

Sempre que uma situação te incomodar, reflita sobre ela, muitas vezes, as emoções nos levam a tirar conclusões precipitadas e que não são realistas. Portanto, pense se aquilo é realmente relevante e se fará a diferença na sua vida daqui um ano, se a resposta for “não”, é sinal de que não vale a sua preocupação.

7 – Cuide da sua saúde mental

Por fim, lembre-se sempre de cuidar da saúde da sua mente da mesma forma que cuida da saúde do corpo, afinal, elas estão totalmente ligadas. Se você procura um médico quando sente uma dor física, por que não fazer o mesmo quando a dor é emocional? Liberte-se de preconceitos e tenha a busca pelo bem-estar como uma de suas prioridades, pois é essencial que esteja se sentindo plenamente bem para conseguir alcançar os seus objetivos.

Quando você reage a uma situação, deixa que as emoções e os outros o controlem. Entretanto, quando escolhe responder, mostra que é você quem está no controle. E então, qual é a sua escolha?

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe este conteúdo em suas redes sociais!

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/quais-os-perigos-do-descontrole-emocional/

CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!
 
Enviar
100% livre de SPAM.

Comentários

comentários

BAIXAR O PDF
close-link
CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!
 
Enviar
100% livre de SPAM.
Close