Experiências dolorosas – Como podemos aprender com elas?

Experiências dolorosas – Como podemos aprender com elas?

Ninguém deseja passar por experiências dolorosas, porém, não temos como nos manter totalmente protegidos delas. A dor é uma consequência inevitável da vida e precisamos todos aprender a lidar com isso, gostemos ou não. Quando algo que nos entristece ou desaponta acontece, devemos nos esforçar para encontrar o lado positivo da situação, que pode ser tanto uma lição quanto a consciência em relação à própria força. Acredite, mudar sua maneira de enxergar os problemas faz toda a diferença.

7 Lições que as experiências dolorosas podem ensinar

Pense em uma situação dolorosa que tenha vivido no passado, agora, reflita sobre tudo o que aprendeu por conta dela. Mesmo que tenha sido a perda de uma pessoa muito querida, o fim de um relacionamento de anos, a demissão de um emprego que gostava, todas essas experiências são capazes de ensinar lições muito importantes. Confira sete aspectos que te ajudarão a identificar o quanto evoluiu com as situações dolorosas que já viveu.

1 – Força

Você nunca sabe o quão forte é, até que essa seja a sua única opção. Ao passar por uma situação dolorosa, você percebe que, por mais que sofra, consegue suportar aquilo. Então, quando algo do tipo acontecer no futuro, estará muito mais preparado, pois saberá que é capaz de superar.

2 – Humildade

As experiências dolorosas são como um lembrete de que a vida de todo ser humano passa por momentos de altos e baixos e que, portanto, ninguém é superior a ninguém. A dor não escolhe classe social, gênero, religião, todos estão suscetíveis a passarem por ela. Então, faz com que se torne mais humilde exatamente por dar essa consciência de igualdade.

3 – Empatia

Essa consciência em relação à inevitabilidade da dor também gera empatia, porque você passa a ver pessoas que estão sofrendo e se coloca no lugar delas. A consequência disso é ter mais compaixão em relação ao próximo e buscar sempre fazer o que estiver ao seu alcance para ajudar aqueles que precisam, o que pode tanto ser uma pessoa que lhe pede um alimento na rua, quanto um amigo que está enfrentando uma situação delicada.

4 – Construção de caráter

A dor traz com ela uma grande oportunidade de se conhecer melhor, identificando pontos fortes e aqueles que precisam ser desenvolvidos. Assim, ao passar por esse tipo de experiência, tem a oportunidade de evoluir e moldar o seu caráter. É como se cada uma dessas vivências fosse um teste para que se prepare para a próxima fase.

5 – Adaptabilidade

Todas as experiências dolorosas têm em comum o fato de nos tirar da nossa zona de conforto. Perder o emprego, por exemplo, envolve deixar para trás uma rotina com a qual estava acostumado para ir em busca de uma nova vida, e isso dói. Contudo, o lado bom é que quanto mais desconfortável se sente, mais você se acostuma como o novo e passa a buscar a mudança em vez de se acomodar e fugir dela.VOCÊ É FELIZ?

6 – Independência

Por mais que os seus entes queridos lhe estendam a mão quando você está passando por uma situação dolorosa, eles não têm como sofrer no seu lugar. Assim, no fim das contas, é você e você lidando com tudo aquilo, o que, em um primeiro momento, parece assustador, mas te proporciona um senso fantástico de independência e te prepara para lidar com qualquer circunstância.

7 – Identificação das verdadeiras amizades

Por último, está algo que não diz respeito exatamente a você, mas que representa um aspecto bastante importante da vida, que são as amizades. Aqueles que permanecerem ao seu lado mesmo quando você estiver sofrendo mostram que são verdadeiramente fiéis e que merecem a sua confiança e carinho.

Dicas poderosas para aprender com as situações dolorosas e evoluir

Depois de saber quais são as lições que as experiências dolorosas são capazes de ensinar, confira dicas de como aproveitá-las ao máximo para evoluir.

1 – Se dê um tempo para assimilar

Antes de qualquer coisa, é preciso que considere que você é um ser humano e que é natural ter se abalado ao passar por uma experiência dolorosa. Portanto, se dê tempo para assimilar as coisas e se recuperar, apenas tome cuidado para que não se prolongue demais e entre em um estado de inércia.

2 – Fale ou escreva sobre o que está sentindo

Colocar para fora o que está sentindo ajuda a entender melhor as coisas, o que pode ser feito de duas maneiras: desabafando com alguém da sua confiança ou escrevendo a respeito. Quando você para e formula frases para expressar seus pensamentos, seja para falar ou escrever, automaticamente começa a enxergá-los com mais clareza.

3 – Assuma suas responsabilidades

Depois de passar o baque inicial, é hora de fazer uma autoanálise sobre a experiência vivida. Considere as suas atitudes e reflita se teve algo que poderia ter feito de maneira diferente. Porém, lembre-se que o passado não pode mais ser alterado, então se culpar não irá te levar a parte alguma, faça isso com o intuito de aprender lições para agir de modo diferente no futuro.

4 – Desapegue do que não estava ao seu alcance controlar

Assim como é necessário assumir suas responsabilidades e entender o que poderia ter feito diferente, é fundamental que desapegue de tudo que não estava ao seu alcance controlar. Tenha sempre em mente que o seu controle termina quando a ação em questão não cabe a você, ou seja, não dá para gerenciar os sentimentos e atitudes de terceiros, por mais que os ame.

5 – Identifique o quanto evoluiu com a experiência

Por fim, chega o momento de refletir sobre a experiência dolorosa contemplando tudo o que aprendeu com ela. Para isso, precisará olhar para a situação de uma outra forma, sem considerar o sofrimento, apenas a sua evolução. Esse é um passo que pode ser desafiador no início, mas é ele que irá te proporcionar o maior aprendizado.

As experiências dolorosas da vida aprimoram nosso caráter, nos tornam mais fortes, humildes e compassivos. Acredite, a dor que hoje sente irá se transformar em lição e fazer de você um ser humano ainda melhor.

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/experiencias-dolorosas-como-podemos-aprender-com-elas/

BAIXAR O PDF
close-link