A convergência entre gerações nas empresas

A convergência entre gerações nas empresas

Encontramos diferentes perfis profissionais dentro das empresas, advindos das mais diversas gerações. São profissionais que vão desde a geração dos baby boomers, x, y e z que possuem características e comportamentos bem distintos dentro do ambiente organizacional, é a chamada convergência geracional.

Os baby boomers, nascidos após a Segunda Guerra Mundial, são profissionais disciplinados, metódicos e independentes, que valorizam a experiência e o status, e costumam ocupar cargos de gerência dentro das organizações.

A geração x, nascida entre 1965 e 1983, são profissionais mais flexíveis, autocentrados e autoconfiantes, que possuem facilidade com a tecnologia e dão valor à experiência também.

A geração y, nascida entre 1984 e 1990, são profissionais otimistas, individualistas e multitarefa, conseguem fazer várias coisas ao mesmo tempo. Dominam a tecnologia e buscam crescimento e promoção de forma rápida.

A geração z é a geração dos empreendedores, profissionais mais flexíveis e multitarefas também. Por serem extremamente ligados à tecnologia, em determinados casos, podem ter problemas de relacionamento com as gerações anteriores.

Sabemos que profissionais de cada uma dessas gerações possuem talentos e habilidades que podem contribuir muito com o sucesso de qualquer organização. Porém, ainda existem muitos conflitos entre estes diferentes profissionais. Como encontrar um ponto de convergência entre estas diferenças, visando o bom andamento da organização? Veja algumas dicas:

Esteja aberto ao aprendizado

Lembre-se que cada profissional, mesmo advindo de uma geração diferente da sua, possui competências e habilidades que podem contribuir com o seu crescimento e sucesso da organização.

Aproveite esta oportunidade para aprender com estes profissionais e absorver ao máximo o que eles podem lhe ensinar.

Valorize o trabalho em equipe

Sabemos que as diferenças são inevitáveis, porém, é possível reverter os conflitos em oportunidades benéficas para a equipe e também para a organização.

Procure encarar as diferenças de comportamentos e ações como uma oportunidade de crescimento mútuo e cocriação. Para isso, estabeleça um convívio harmônico com seus colegas e procure investir em relações construtivas e saudáveis, ao invés de encarar estes profissionais como concorrentes. Valorize cada indivíduo e o trabalho em equipe. Lembre-se que unida a equipe é muito mais forte.

Respeite as diferenças

É importante lembrar que, seja dentro da organização onde você atua ou em qualquer outro lugar, sempre teremos que conviver com pessoas com características, pensamentos, formações e criações diferentes das nossas. Diferenças essas que podem ser de idade e até mesmo de geração. Por isso, aprender a lidar e respeitar a personalidade e as convicções de seus colegas de trabalho é essencial para o ambiente e para os resultados da equipe.

Seja flexível e versátil com o colega

Ter flexibilidade na comunicação e vontade de entender o que o outro está falando, é uma das principais atitudes positivas de uma pessoa de sucesso. É importante falar a linguagem do seu receptor. Ter empatia também “vai bem”. Se coloque no lugar do outro e tenta se comunicar de uma forma gentil.

Trabalhe as relações interpessoais

Está relacionado com o modo com que as pessoas se relacionam como um colega e interagem com o outro. Para que exista harmonia no seu local de trabalho, essa atitude é primordial para todos. Exercite isso sempre!

Respeito

Talvez seja essa a atitude mais necessária para que se haja harmonia no seu local de trabalho, ter respeito é considerar o outro, aceitá-lo da forma que é e pensar em seu colega não ultrapassando os limites impostos nessa relação.

Se comprometer com a equipe

Quando você assume um compromisso com uma pessoa ou equipe, eles esperam que você o cumpra. Comprometer-se a fazer alguma coisa, é algo que requer foco e dedicação, pois é uma atitude que deve ser desenvolvida e cumprida dentro do combinado.

Evitar conflitos

Outra dica importante é evitar ao máximo os temíveis conflitos. Claro que algumas divergências de ideias sempre vão surgir, e elas são completamente naturais para o bom andamento dos processos, mas não deixe que as diferenças causem conflitos.

Caso algum problema venha a acontecer, procure resolvê-lo imediatamente e da melhor forma possível. Converse com os envolvidos de forma madura e imparcial e, se isso não resolver, procure seu superior, ele saberá a melhor forma de lidar com estes incômodos.

Pense antes de falar

Quando estiver numa situação em que você percebe que está ficando nervoso, antes de reagir, pare. Respire fundo, se for o caso pare o que está fazendo por um momento, pela licença e pense sobre o que está ocorrendo e escolha a melhor maneira de agir.

Controle as expectativas

Quando temos expectativas e as mesmas não são alcançadas, nos decepcionamos e acabamos perdendo o equilíbrio. Por isso, quando uma expectativa não se tornar realidade, tente ser flexível e se adaptar à sua realidade.

Foco no positivo

Viva, pense e lide com todas as situações do seu trabalho de forma positiva e sob uma nova perspectiva. Evite pensar de forma negativa sobre as situações, isso só aumentará o seu medo e frustração.

Não discuta

Todo debate é bem-vindo e produtivo no ambiente de trabalho, pois através dele, todos têm espaço para expor suas ideias e contribuir positivamente com os processos da empresa. Porém, o resultado é outro se você transforma uma simples conversa em uma discussão. Para evitar esse contexto, ouça com atenção os argumentos da outra pessoa, converse com calma, utilize um tom de voz adequado e se for necessário, reflita sobre a relevância do assunto e altere o motivo da conversa.

Tenha paciência

Profissionais das gerações x, y e z costumam ser mais ágeis e dominar a tecnologia ao contrário dos profissionais advindos da geração baby boomers. Colaboradores mais experientes, por exemplo, podem sentir um pouco mais de dificuldade em aprender. Diante disso, exercitar paciência no ambiente de trabalho é fundamental.

Lembre-se que a sua formação ocorreu em uma época diferente da de seu colega e, por isso, suas habilidades são diferentes e você precisa respeitá-lo por isso.

O respeito é um dos elementos essenciais para que a convivência entre as gerações seja harmônica e gere resultados extraordinários.

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/convergencia-entre-geracoes-nas-empresas/

BAIXAR O PDF
close-link