Exemplos de Comunicação Verbal e Não Verbal

Exemplos de Comunicação Verbal e Não Verbal

Quando falamos em exemplos; estamos abordando a forma de expressão oral e física, ou seja, o que falamos verbalmente e também aquilo que mostramos por meio de nossos gestos, expressões faciais e corporais.

Neste sentido, trago como exemplo uma frase do guru da Administração Moderna, o austríaco Peter Drucker. Para ele – “O mais importante na comunicação é ouvir o que não foi dito”. No meu dia a dia e, em meu trabalho como coach, chamo esta habilidade de “ouvir na essência”, ou seja, além das palavras.

E para que você, leitor, entenda melhor o que estou dizendo, vou apresentar neste texto, alguns exemplos de comunicação verbal e não verbal, para que você possa expandir sua forma de se comunicar, como também aprender a ler, assertivamente, os sinais das pessoas à sua volta. Continue lendo e confira!

O que é Comunicação Verbal e Não Verbal?

Primeiro, antes de partirmos para os exemplos de comunicação verbal e não-verbal, acredito ser importante esclarecer o que é cada uma dessas formas de se comunicar no dia a dia, e que muitas vezes passam completamente despercebidas aos nossos olhos.

Quando se fala em comunicação verbal, estamos nos referindo a tudo aquilo que está sendo dito, tanto por meio da linguagem falada, quanto por meio da linguagem escrita. São trocas de informações, utilizando a fala ou a escrita como forma de se expressar.

Já a comunicação não-verbal é o oposto do citado acima, ou seja, não se utiliza da fala e nem da escrita para se expressar e trocar informações no dia a dia. Assim, quando se fala nesta forma de se comunicar, está-se referindo à linguagem corporal, à postura, gestos, expressões faciais, entre outros.

Exemplos de Comunicação Verbal e Não Verbal

Agora que já temos um esclarecimento maior sobre o que é cada tipo de comunicação, no que se refere à verbal e não verbal, vou citar alguns exemplos, que podemos identificar facilmente em nosso dia a dia, nos lugares por onde temos o costume de passar.

No Trabalho

Quando, por exemplo, aquele seu colega super expansivo, que todos os dias lhe deseja um belo bom dia, chega calado, cabisbaixo e fica recluso, sem que diga nada, você já consegue perceber que há algo de errado com ele, certo? Este é um exemplo de comunicação não verbal, feita apenas por meio de gestos e atitudes.

Noutra situação na empresa, quando seu chefe, por meio da fala, delega claramente as demandas diretamente a você, num processo de interação olho no olho e de escuta ativa; podemos dizer que, neste momento, a linguagem é plenamente verbal.

Nos Relacionamentos Familiares

Com nossos pais, irmãos, parceiros e filhos: também não é diferente. Tanto nós, como eles temos momentos mais introspectivos como extrovertidos, ou seja, mais ou menos calados, que exigem de ambos uma habilidade a mais de compreensão do outro.

Quando, por exemplo, nossos filhos estão com problemas ou fazem algo errado, geralmente eles também ficam mais isolados ou aparentemente mais preocupados com a nossa reação. AÍ, automaticamente, pela carinha de nossas crianças, entendemos que elas temem ter feito algo negativo e que vá nos aborrecer e, possivelmente, também gerar algum castigo. Um pai e uma mãe entendem isso sem que seja pronunciada nenhuma palavra.

Do mesmo jeito, quando nossos amigos querem nos alertar sobre nossas ações e nos dão seus feedbacks sobre nossos comportamentos; eles também estão diretamente se comunicando conosco, expressando suas ideias, opiniões e tentando, ao seu jeito, no ajudar. Este é o poder das palavras e da comunicação verbal!

Além destes exemplos, podemos citar também alguns outros relacionados à comunicação verbal, como livros, jornais, cartazes, mensagens de texto, uma conversa entre duas pessoas, pessoalmente ou por telefone, a rádio, a tv, entre outras formas.

Já na comunicação não verbal temos também como exemplos o uso de imagens, símbolos, a dança, o tom de voz, a mímica, a sinalização de trânsito, os logotipos, entre muitos outros.

O Exercício de Ouvir na Essência

Quando falamos em comunicação, seja ela verbal ou não, estamos falando de algo que tem extrema importância em nosso dia a dia, sendo assim, é essencial que desenvolvamos a habilidade de nos comunicarmos bem, uma vez que necessitamos desta ferramenta para nos expressarmos e transmitirmos as informações e mensagens de uma forma que nossos interlocutores compreendam.

Neste sentido, como eu disse no início no texto, em minhas práticas enquanto coach, bem como em minhas formações, palestras, workshops, cursos, e em todas as oportunidades que eu tenho de me comunicar com as pessoas, eu falo sobre a importância de ouvir na essência, para que a comunicação seja o mais eficaz possível.

O exercício de ouvir na essência tem a ver com estar verdadeiramente atento ao que o outro está dizendo, e, principalmente, ao que ele não está dizendo. Tem a ver com estar realmente prestando atenção, sem deixar que nada interrompa este processo de escuta ativa, que vai te ajudar a compreender melhor o que o outro está querendo comunicar, bem como todo o seu universo.

Ao colocarmos em prática o exercício de ouvir na essência em nossas relações, tanto pessoais, quanto profissionais, as chances de tornarmos a nossa comunicação ainda mais eficaz  aumentam de forma significativa. Assim, estaremos acolhendo a pessoa que está diante de nós e também alcançando resultados extraordinários em nossa jornada evolutiva.

Para que você compreenda ainda mais do que se trata e o que é verdadeiramente ouvir na essência, compartilho com você uma de minhas Sacadas, em que falo sobre as quatro necessidades básicas do ser humano, que se forem atendidas, terão o poder de transformar e potencializar toda a sua performance:

 

Invista no Coaching e Desenvolva uma Comunicação Assertiva

Antes de finalizar mais este poderoso conteúdo aqui do meu blog, quero compartilhar com você uma Power dica. Todos nós sabemos que um dos maiores gaps enfrentados atualmente, tanto nos ambiente pessoal, quanto no ambiente profissional, é a comunicação. Isso acontece porque, na ânsia de nos expressarmos, acabamos atropelando o outro e não nos interessamos também por interpretar o este quer nos dizer quando se comunica conosco.

Com o intuito de sanar este problema, o Coaching, por meio de técnicas e ferramentas comprovadamente eficazes, contribui para que indivíduos e profissionais desenvolvam a sua forma de se comunicar de maneira assertiva, bem como incorporem em sua vida o processo e o exercício de ouvir na essência as pessoas ao redor.

Por meio desta metodologia de aceleração de resultados, passamos a compreender melhor o ser humano, suas nuances e anseios, e também a ter mais paciência, não só para ouvir e interpretar corretamente o que o outro tem a nos dizer, como também a formular melhor a maneira como nos expressamos nos ambientes pelos quais transitamos.

É por isso que eu convido você a ousar ir além e conhecer o Professional & Self Coaching – PSC, a formação em Coaching mais completa do país, que vai trazer para a sua vida resultados ainda mais extraordinários.

 

Aumente a sua performance pessoal e profissional, invista em Coaching e desenvolva uma Comunicação ainda mais assertiva em sua vida!

 

Para ampliar sua forma de comunicação e compreensão de si mesmo e do outro, é muito importante saber decifrar a linguagem verbal e não verbal e tudo que ela representa. Assim, tanto em seu ambiente de trabalho, em suas relações familiares, afetivas, como interpessoais, esteja atento ao que você e as outras pessoas estão expressando.

De um jeito ou de outro, por meio da voz ou das expressões corporais, o nosso corpo fala e tudo isso pode trazer informações importantes que ajudem a aumentar seu autoconhecimento profissional e pessoal e trazer poderosos resultados para você.

Gostou deste conteúdo? De que forma você procura melhorar a sua comunicação em seu dia a dia? Deixe o seu comentário, falando sobre suas experiências, positivas e negativas, com relação à comunicação, e lembre-se também de compartilhar este artigo com seus amigos, em suas redes sociais.

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/exemplos-de-comunicacao-verbal-e-nao-verbal/

A Importância de Saber Se Impor

A Importância de Saber Se Impor

Os relacionamentos, de todos os tipos, são uma parte importante da vida de todo ser humano. Afinal, através da interação com outros indivíduos temos oportunidades fantásticas de amadurecimento e evolução. Entretanto, para que sejam verdadeiramente positivas, essas relações precisam ser equilibradas, para que todos os envolvidos possam expressar a sua essência. Se você acha que se impor é um grande desafio, saiba que existem formas de superá-lo e, assim, conquistar o seu espaço.

Por Que Se Impor é Importante?

Para entender a importância de se impor, imagine o relacionamento de um casal em que apenas um dos envolvidos opina sobre coisas que vão influenciar na vida dos dois. Dessa forma, apenas um decide para onde ambos vão, seja para decidir o lugar onde vão jantar no final de semana ou sobre os planos em relação ao futuro. Perceba que o outro está completamente à mercê das decisões de seu par, aceitando tudo sem opinar.

Por mais que existam pessoas que realmente tenham uma personalidade mais forte, com tendência à dominação, não é apenas delas a responsabilidade por esse tipo de desequilíbrio no relacionamento. Afinal, cabe a cada um saber se impor para expressar suas opiniões e vontades. Um namoro, casamento, amizade ou mesmo relações familiares e profissionais, apenas agregam quando todos têm a oportunidade de contribuir e compartilhar ideias.

Voltando ao exemplo do casal, essa discrepância na hora de tomar decisões é ruim porque impede que ambos possam aprender um com o outro. É importante ressaltar que não basta saber se impor, é necessário, também, identificar quando é hora de ceder, pois nem sempre as suas vontades serão atendidas. Como não existe uma receita mágica para isso, cabe a cada ouvir a sua voz interior, pois ela é a melhor conselheira que se pode ter.

Dicas Para Se Impor Sem Ser Autoritário

Confira, a seguir, dicas que irão te ajudar a encontrar o equilíbrio entre se impor e agir de forma autoritária. Ao colocá-las em prática conseguirá expressar a sua verdade sem entrar em conflitos desnecessários e comprometer a qualidade dos seus relacionamentos.

1 – Conheça a Sua Essência

O primeiro passo a ser dado para conseguir se impor é conhecer a sua essência, os seus valores e o que deseja para si. Embora pareça algo óbvio, a verdade é que muitos não se conhecem verdadeiramente porque se deixam levar pelas vontades de terceiros e pressões da sociedade. Caso tenha se identificado com isso, saiba que o autoconhecimento é um processo diário, que precisa de autorreflexão e auto-observação, e sempre é tempo de iniciá-lo. Faço isso e verá o quanto a sua vida irá melhorar em todos os aspectos.

2 – Desenvolva Sua Autoconfiança

A partir do processo de autoconhecimento, é necessário dar mais um passo adiante, que é o do desenvolvimento da autoconfiança. Ao se conhecer melhor, dê uma atenção especial para os seus pontos fortes, que são as qualidades que te destacam e te diferenciam dos demais. Para identificá-los, pense em todas as coisas boas que já conquistou até aqui e, também, nos elogios que costuma receber com maior frequência. Registre em um caderno todas essas informações para que, sempre que ler, possa se lembrar do quanto é extraordinário.

3 – Seja Assertivo em Suas Decisões

Aqueles que não sabem se impor, geralmente dizem mais sim do que não, principalmente por conta de insegurança e do medo de serem rejeitados. Assim, acabam se sujeitando a coisas que não gostariam, algo que costuma gerar muita frustração. Dessa forma, é fundamental que comece a adotar uma postura assertiva, ou seja, se sinta seguro para dizer sim e não com total sinceridade, sem receios. É claro que não irá simplesmente acordar e começar a agir assim, é importante se esforçar um pouco mais a cada dia, até que essa se torne uma característica natural de seu comportamento.

4 – Entenda Que Amar é Diferente de Se Sujeitar

Muitos indivíduos deixam de se impor porque não se sentem à vontade para discordar daqueles que amam. Contudo, agindo assim, se esquecem que amar é completamente diferente de se sujeitar a tudo sem questionar. O amor, seja ele familiar, de amizade ou entre um casal, precisa de sinceridade e compartilhamento para se desenvolver e se manter forte. Além disso, aqueles que te amam verdadeiramente irão te aceitar como é, sem que haja a necessidade de fingir e mascarar as suas opiniões.

5 – Identifique Quais São os Seu Limites

Todo ser humano tem os seus limites e reconhecê-los é essencial para viver de forma plena e feliz. Dentro desse contexto, é necessário saber identificar até que ponto pode agir sem ir contra os seus valores e aquilo que deseja para si. Também é fundamental considerar limites físicos e emocionais, para que não se comprometa com mais do que pode realizar. Perceba que me refiro a limitações pessoais, que são naturais do ser humano, e não a crenças bloqueadoras que são criadas na mente pela insegurança e por comentários negativos.

6 – Se Relacione Com Pessoas Que Te Respeitam

É necessário pensar que nem todos estarão preparados para lidar com a sua verdade, entretanto, antes que pense que isso é ruim, saiba que se trata de algo bastante positivo. Através da sua mudança de comportamento, de deixar de ser alguém que aceitar tudo para se tornar uma pessoa segura, que sabe se impor, conseguirá selecionar melhor suas companhias. Afinal, apenas aqueles que gostam de ti de verdade e te aceitam permanecerão ao seu lado e se alegrarão com a sua transformação.

7 – Se Expresse Sempre Com Gentileza

Por fim, é fundamental que saiba se impor sem ser grosseiro. Além de ser um sinal de educação, ao agir com gentileza estará mostrando a sua verdade de forma natural, sem a necessidade de se exaltar. Saber se impor é ter coragem de ser quem você é, sem medo de ser rejeitado por isso, e nada tem a ver com impor as suas ideias aos outros, pois são eles que irão escolher com o que irão concordar ou não. Portanto, expresse a sua verdade de maneira gentil, pois essa é uma grande demonstração de segurança.

Espero que este artigo tenha feito sentido para você e que te inspire a expressar a sua essência sem receios. Lembre-se sempre que é ela que te diferencia e te torna especial, portanto, deve ser motivo de orgulho.

Fonte: http://www.jrmcoaching.com.br/blog/importancia-de-saber-se-impor/

BAIXAR O PDF
close-link