A Arte de Fazer Perguntas Inteligentes – Papel Crucial do Coach

A Arte de Fazer Perguntas Inteligentes – Papel Crucial do Coach

A principal habilidade que um Coach precisa ter é saber fazer perguntas inteligentes, que gerem reflexão no coachee, que é o seu cliente. Assim, o próprio indivíduo irá buscar dentro de si as respostas e, consequentemente, encontrar o caminho para o seu desenvolvimento. Entretanto, é importante ressaltar que não é qualquer tipo de pergunta, são questionamentos poderosos, direcionados para uma pessoa específica, a fim de fazê-la pensar a respeito de sua vida atual, suas crenças, medos e, claro, sobre onde ela deseja chegar.

A grosso modo, o Coach ensina o seu coachee a pescar ao invés de simplesmente lhe entregar os peixes. Assim, através de perguntas inteligentes e diversas outras ferramentas fantásticas, esse profissional irá preparar o seu cliente para que ele se torne um pescador extraordinário e possa continuar o seu caminho sozinho, pescando peixes cada vez maiores. Se deseja saber mais a respeito de como essas perguntas são feitas e dos seus resultados, continue acompanhando.

Principais Características das Perguntas Inteligentes Feitas Por um Coach

Como o próprio nome sugere, as perguntas inteligentes não são questionamentos sem fundamento, pois possuem um propósito, que é levar o interlocutor a refletir a respeito de determinado assunto. Confira, a seguir, as principais características das perguntas feitas durante as sessões de Coaching.

1 – Criam uma Conexão

A relação entre o Coach e o seu coachee precisa ser positiva para que o segundo se sinta à vontade para se abrir e fornecer as informações que o primeiro precisa para seguir com o processo. As perguntas têm um papel importante na criação dessa conexão porque, através delas, o profissional demonstra o seu interesse no que o cliente diz e, como os seres humanos gostam de serem ouvidos, o indivíduo se sente confortável para compartilhar seus pensamentos, receios e sonhos.

2 – Geram Reflexão

Além de criarem conexão, as perguntas inteligentes levam o coachee a refletir e, através das respostas que ele der, o Coach terá a oportunidade de conhecê-lo melhor e definir os caminhos a serem seguidos durante o processo. E, também, enquanto reflete, o indivíduo passa a se conhecer melhor, descobrir em seu interior qualidades que não havia se dado conta que possuía, pontos a serem melhorados, crenças limitantes que estejam comprometendo seu desenvolvimento e mais uma série de informações valiosas.

3 – São Personalizadas

Um bom Coach jamais irá para uma sessão com uma lista de perguntas decoradas, pois cada indivíduo é único e é essencial que as questões sejam personalizadas para cada caso. É claro que é interessante se preparar previamente e ter algumas ideias em mente, um repertório a ser consultado, mas sempre com o pensamento de que é necessário deixar o processo fluir naturalmente. Por mais clientes que o profissional já tenha atendido, cada um que surge é uma pessoa nova, completamente diferente das anteriores.

4 – Têm Ligação Entre Si

As perguntas poderosas e inteligentes são aquelas que têm algum tipo de ligação entre si, afinal não se trata de uma entrevista e sim de uma conversa de Coaching, que tem um objetivo. Aqui, voltamos ao item anterior, porque é fundamental que o próximo questionamento a ser feito tenha ligação com a resposta dada pelo coachee e, por isso, é muito importante que não sejam perguntas prontas e decoradas. O profissional precisa ser criativo e estar preparado para conduzir esse diálogo de modo que ele tenha um significado maior e não seja apenas uma sucessão de questões sem conexão.

5 – São Questões Abertas

Para que o coachee se sinta motivado a se abrir, é essencial que as perguntas sejam abertas. Questões fechadas devem ser evitadas porque não geram reflexão, pelo contrário, geralmente são feitas com o intuito de induzir o indivíduo a responder de determinada maneira, concordando com o locutor. Então, se a intenção é realmente abrir a cabeça do indivíduo, as perguntas feitas pelo Coach devem ser abertas, para que ele tenha liberdade de compartilhar o que pensa e sente. Confira os exemplo a seguir.

  • Questão fechada: você deseja mesmo realizar essa mudança em sua vida?
  • Questão aberta: como você deseja realizar essa mudança em sua vida?

Perceba que no primeiro exemplo o natural é que a pessoa responda apenas “sim” ou “não”. Já na segunda ela tem a possibilidade de falar mais e se expressar livremente.

6 – São Livres de Julgamento

Outra característica importante das perguntas inteligentes feitas por um Coach é que elas são livres de julgamento. Desse modo, ao ouvir cada questão, o coachee não se sentirá envergonhado ou induzido a dar determinada resposta. Uma pergunta do tipo: “você acha correto ter determinada postura?”, vem carregada de uma certa ideia de que aquilo não é o certo. Por essa razão, uma pergunta verdadeiramente poderosa deve sempre seguir uma linha aberta, como, por exemplo: “o que você acha de determinada postura?”.

7 – As Respostas São Ouvidas

Além de todas as características citadas, as perguntas poderosas feitas pelo Coach devem ter suas respostas ouvidas na essência, com o máximo de atenção. Afinal, não basta perguntar, é preciso realmente ter interesse em escutar o coachee para conhecê-lo melhor e, assim, definir os caminhos que o processo irá seguir para que os objetivos desejados sejam alcançados. Além disso, é através da escuta de uma resposta que o profissional será capaz de identificar a próxima pergunta inteligente a ser feita durante a conversa de Coaching.

A Importância das Perguntas Inteligentes Durante o Processo de Coaching

As perguntas assumem um papel tão importante dentro do processo de Coaching por alguns motivos, veja quais são eles.

  • Elas tornam as sessões mais interativas;
  • Ajudam o Coach a entender o que está impulsionando determinados comportamento do coachee;
  • Através das perguntas o Coach cria condições para que o coachee encontre as respostas;
  • Quando o indivíduo encontra as respostas sozinho, o ensinamento se torna muito mais forte do que se aquilo fosse dito a ele na forma de um conselho;
  • As perguntas acionam as capacidades cognitivas do ser humano, gerando a inquietação necessária para se chegar ao desenvolvimento.

Espero que tenha gostado de saber mais a respeito dessa arte fantástica dominada pelos Coaches de fazer perguntas inteligentes e poderosas. Aproveite para enviar este artigo aos seus amigos e compartilhar o conhecimento!

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/a-arte-de-fazer-perguntas-inteligentes-papel-crucial-do-coach/

Entenda a Diferença entre Capacitação e Qualificação profissional

Entenda a Diferença entre Capacitação e Qualificação profissional

Algumas discussões sobre capacitação e qualificação podem confundir os termos os definindo como sinônimos. Apesar de terem certa semelhança, é importante deixar claro que os termos têm significados diferentes. Mais do que isso: se tratando de uma equipe ou profissional individual as definições são aplicadas em contextos distintos. Venha entender agora quais são estas diferenças e como estes dois conceitos se complementam na formação e potencialização de um colaborador. Continue lendo para saber mais!

O que é qualificação

A qualificação de uma equipe se refere à formação dos profissionais, por meio da qual eles obterão os conhecimentos, habilidades e técnicas necessárias para que estejam aptos a exercer as tarefas. Em um currículo, por exemplo, a qualificação representa seu nível de escolaridade e experiências acumuladas que atestam sua expertise em determinada área.

É comum encontrar matérias nos jornais que falam sobre a falta de profissionais qualificados no mercado brasileiro. Na prática, isso quer dizer que mesmo tendo muita mão de obra disponível, está não está apta a exercer diversos tipos de funções por não ter a tecnicidade exigida pelas empresas.

É possível concluir que a qualificação é importante e confere a base necessária, mas não representa a especialização que os profissionais precisam para desenvolver trabalhos específicos e obter grandes resultados a partir disso.

O que é capacitação

A capacitação representa a forma que a empresa encontrar de preparar seu profissional para desenvolver determinada atividade com total autonomia. Basicamente, essa é uma responsabilidade da área que cuida do gerenciamento de formações, palestras, cursos complementares e outras formas de transmissão de conhecimento. Todas essas formas de aprendizado tem o objetivo de qualificar e preparar o colaborador para atuar em diferentes contextos profissionais e lidar com os desafios de uma empresa de forma assertiva e eficiente.

Eu sou master coach senior e já rodei muito pelo Brasil ensinando e aprendendo ao treinar e ministrar cursos. Minha experiência me faz de testemunha de como a capacitação, por meio dos investimentos em treinamento e desenvolvimento dos colaboradores, tem sido um dos focos das organizações.

Assim, além de ter todos os conhecimentos e experiências para atuar em suas funções, a capacitação surge como uma forma de desenvolver novas habilidades, aprimorar outras e fomentar o crescimento dos profissionais em diversos aspectos, tais como comunicação, liderança, relacionamento interpessoal, planejamento e muito mais!

A junção da capacitação e da qualificação

Por tudo isso, posso dizer que a qualificação dá a base ao profissional para que ele se forme, esteja apto ao trabalho, enquanto que a capacitação fomenta seu crescimento contínuo, focado em seu aprimoramento e na evolução de suas habilidades e capacidades técnicas, emocionais e comportamentais.

Para que o os resultados sejam alcançados, é tão importante estar qualificado quanto estar capacitado para enfrentar os desafios, desenvolver soluções, saber lidar com os problemas, criar oportunidades e ir além. Fique atento a isso e exerça a sua qualificação e capacitação sempre!

O primeiro passo

Agora você me pergunta: por onde começo minha qualificação e minha capacitação? Calma, pessoa querida, pois você já fez o principal que é se questionar. Refletir com você mesmo sobre quais são os seus pontos a se desenvolver é um ótimo exercício de autoconhecimento, essencial para evoluir no lado profissional e pessoal diariamente. O próximo passo agora é entender qual é o tipo de educação continuada que você precisa. Para isso, eu recomendo o uso do coaching.

A metodologia coaching é capaz de transformar a vida de uma pessoal. Não estou brincando! Com o coaching, você irá aprender mais sobre si mesmo, como se desenvolver todos os dias, pontos fortes e fracos, como lidar melhor com outras pessoas e muito mais. É uma forma de progresso que poderá ser sentida tanto no lado profissional quanto fora do trabalho.

Entre no site do Instituto Brasileiro do Coaching (IBC) para você conferir os cursos e encontrar aquele que mais se encaixa com as suas necessidades e com o momento em que a sua carreira está. Pode ficar tranquilo, pois eu conheço bem a qualidade e exclusividade do conteúdo das formações e também da exclusividade da metodologia utilizada. Como fundador e presidente do IBC, tenho o maior cuidado do mundo em construir o material mais inspirador e informativo possível sempre ministrado pelos melhores coaches. Não há dúvidas de que o coaching altera positivamente o rumo que um indivíduo pode tomar e também não há dúvidas de que o IBC está preparado para fazer parte dessa grandiosa transformação.

Para quem busca pela continuidade do aprendizado e pela capacidade de exercer o autoconhecimento e o autodesenvolvimento sozinho, eu recomendo a formação Professional & Self Coaching (PSC), que é baseada na metodologia Self Coaching criada por mim. Com carga horária de 150 horas, esse curso é considerado o mais completo e moderno no Brasil quando se fala de coaching.

Durante o curso você irá aprender sobre os conceitos fundamentais do método, aprendizagem acelerativa, princípios da programação neurolinguística e psicologia positiva, liderança, código de ética, feedback 360°, auxiliares linguísticos, marketing pessoal e muito mais! Tudo isso por meio de teoria e prática com o uso de ferramentas como o utilização do Software do Coaching Assessment, uma poderosa ferramenta que tem a chancela da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Fumsoft e Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Ao final, você terá 6 titulações: self coach, life coach, analista comportamental, professional, leader e extensão universitária.

Outra formação super interessante é o MBA Executivo em Gestão Empresarial & Coaching, um aprendizado que irá proporcionar uma ampla visão de mercado e de como os líderes e gestores devem atuar. Entre os muitos benefícios que o curso traz está a valorização profissional no mercado, sabedoria para realizar uma gestão assertiva, como trabalhar o desenvolvimento dos colaboradores, otimização das habilidades e capacidades e muito mais!

Ainda há a incrível possibilidade de passar cinco dias em imersão no College of Business da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, uma das mais prestigiadas do mundo. Essa participação dará a você a titulação de MBA Executivo Internacional.

Comente se você já passou por alguma capacitação profissional no local em que trabalha!

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/entenda-a-diferenca-entre-capacitacao-e-qualificacao-profissional/

BAIXAR O PDF
close-link