Confiança – A chave para bons relacionamentos

Confiança – A chave para bons relacionamentos

Relacionamentos saudáveis, sejam eles familiares, amorosos, de amizade e até mesmo profissionais, dependem de alguns fatores e no artigo de hoje falarei a respeito de um deles: a confiança. Sem ela, as pessoas envolvidas não conseguem se entregar verdadeiramente, compartilhar seus sentimentos e se mostrar como realmente são. Sem entrega, as relações ficam rasas e perdem o seu verdadeiro significado.

Entenda a importância da confiança para os relacionamentos

Relacionamentos próximos, do tipo que se tem com o cônjuge, pessoas da família e os melhores amigos, são marcados por intimidade. Ninguém conhece mais uma pessoa do que esses entes queridos que convivem com ela de perto. É um tipo de relação em que há ajuda mútua, troca de confidências, gestos de carinho e, também, desentendimentos, que são naturais de acontecer entre seres humanos, mesmo aqueles que possuem grande proximidade.

Tudo isso apenas torna-se possível porque existe confiança, sem ela, um não teria coragem de se abrir com o outro, contar sobre seus sentimentos mais íntimos, pedir ajuda, mostrar sua vulnerabilidade, aprender, ensinar, enfim, ser quem é sem tabus e inseguranças. Quando uma pessoa não confia na outra, as relações não evoluem e ficam sempre estagnadas.

Agora, deixando o lado pessoal de lado para falar de relações profissionais, a confiança também é importante, tanto entre colegas de trabalho, quanto parceiros de negócios, entre clientes e empresas, alunos e professores. É preciso que um confie no outro para trabalhar de forma colaborativa em um projeto, fechar parcerias, comprar produtos ou contratar serviços, compartilhar conhecimento. Sem a crença de que a outra parte é digna de credibilidade, nada disso acontece.

A confiança é a base que solidifica quaisquer relacionamentos.

5 Motivos pelos quais a confiança é importante nos relacionamentos

Para entender o valor da confiança na prática, veja cinco motivos pelos quais ela é essencial em todos os tipos de relacionamento.

1 – Traz segurança

Quando uma pessoa confia na outra, sente-se segura ao lado dela, o que explica o motivo pelo qual é tão reconfortante estar ao lado dos entes queridos em momentos delicados. Você sabe são indivíduos que realmente querem o seu bem e torcem pela sua felicidade.

2 – Sem confiança não há amor verdadeiro

O amor verdadeiro, aquele sentimento puro de desejar o bem ao outro e querer estar perto dele, apenas acontece quando existe uma relação de confiança. Qualquer coisa que se diferencie disso é apenas paixão.

3 – Facilita o perdão

Quando alguém em quem confiamos comete um erro e nos magoa, embora isso possa gerar muito sofrimento, o perdão acaba acontecendo com mais facilidade. Isso porque a relação de confiança nos leva a realmente acreditar que o outro se arrependeu e dará o seu melhor para que o ocorrido não se repita.VOCÊ É FELIZ?

4 – Dá força para superar desafios

O fato de confiar nas pessoas que estão ao seu lado, é extremamente fortalecedor quando é preciso superar um desafio. O mesmo também se aplica a desafios profissionais, poder contar com o suporte de uma equipe de confiança faz toda a diferença.

5 – Mantém a individualidade das pessoas

Em se tratando de relacionamentos pessoais, como amoroso e de amizade, a confiança permite que se mantenha a individualidade, que é um ponto essencial para manter laços saudáveis e equilibrados. Em um casamento, por exemplo, quando um confia no outro, as cobranças deixam de existir e a vida se torna muito mais tranquila.

Dicas para melhorar a confiança nos relacionamentos

Depois de entender que a confiança é a chave para bons relacionamentos, confira dicas para fortalecer esse laço tão importante.

1 – Seja sempre sincero com as pessoas

Sinceridade e confiança são conceitos que andam lado a lado, afinal, é através da primeira que as pessoas terão a certeza de que é realmente digno da confiança delas. Por isso, não tenha medo de ser quem você é, de ser fiel aos seus valores e expressar suas opiniões, mas, claro, sempre cuidando do modo com o qual fala, o que faz toda a diferença. Dá para ser sincero sem ser rude e magoar os outros.

2 – Evite agir movido por impulsos

Uma ótima maneira de evitar quebrar os laços de confiança que tem com outras pessoas é começar a pensar antes de agir. Afinal, nem sempre os impulsos que nos movem seguem os nossos valores e o que acreditamos ser o certo, por isso, é tão importante fazer essa pausa para pesar as consequências e se certificar se realmente deve prosseguir ou recuar.

3 – Tenha empatia

A empatia é, basicamente, o exercício de se imaginar passando pela mesma situação que o outro e, assim, tentar mensurar como ele se sente. Adotar esse hábito é ótimo para fortalecer a confiança nos relacionamentos porque, antes de cometer qualquer ato que possa quebrar esse laço, irá se colocar no lugar da pessoa que será impactada por ele e verificar se gostaria que ela fizesse o mesmo contigo.

4 – Comunique-se com clareza

A comunicação é mais uma ferramenta de grande relevância para a manutenção da confiança nos relacionamentos. Quando duas pessoas conversam e expressam o que sentem, fica muito mais fácil para ambas definir como devem ou não agir. Em um relacionamento amoroso, por exemplo, as duas partes precisam entrar em um consenso sobre o que pode ou não magoar a outra, criando suas próprias regras.

5 – Cuide dos seus relacionamentos

Por último, é sempre importante lembrar que relacionamentos são humanos, vivos e, por isso, devem ser sempre cuidados. Se deseja que seu namoro, casamento, amizade ou relação familiar seja harmoniosa, precisa cuidar, demonstrar o que sente e, principalmente, mostrar-se sempre digno da confiança das pessoas, porque essa é a mais poderosa prova de amor que existe.

Confiar nas pessoas que ama é tão importante quanto confiar em si. Busque conhecer os outros e a si mesmo, essa é a chave para construir laços poderosos de confiança que contribuirão para relacionamentos plenos e felizes.

Aproveite para deixar seu comentário abaixo contando como anda a sua confiança em relação aos outros e compartilhar o artigo em suas redes sociais, levando a reflexão adiante!

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/confianca-a-chave-para-bons-relacionamentos/

Qual o impacto que o Lockdown pode gerar em nossos relacionamentos

Qual o impacto que o Lockdown pode gerar em nossos relacionamentos

Lockdown é o nome dado a um protocolo de isolamento obrigatório em que todas as pessoas de determinado local devem permanecer em suas casas. Cidades do Brasil e do mundo estão recorrendo a esse protocolo como forma de conter a disseminação do coronavírus (COVID-19). Em outras regiões, mesmo que não haja a obrigatoriedade, existe a recomendação do distanciamento social.

A distância dos entes queridos faz com que muitas pessoas se perguntem qual será o impacto que o lockdown terá sobre seus relacionamentos. Afinal de contas, relações precisam de presença, contato, troca de afeto, conversa olho no olho. Continue acompanhando para entender os efeitos que o distanciamento social pode gerar dentro desse contexto, além de dicas para se fazer presente mesmo que a distância.

Os relacionamentos e o lockdown: é possível se fazer presente a distância?

Qualquer pessoa deseja estar perto dos seus entes queridos, da pessoa amada, de seus familiares e amigos. Por isso, sempre fez parte da rotina ter encontros com eles, reunindo-se na casa de um deles no final de semana, marcando para ir a um restaurante, parque, cinema, entre outros programas comuns. Então, veio o coronavírus e mudou toda essa rotina, colocando uma barreira de distância entre pessoas que não moram sob o mesmo teto.

Hoje, estar longe de quem se ama é um gesto de amor e cuidado, já que a ideia do distanciamento é exatamente acabar com o contágio. Por outro lado, é preciso deixar claro que a distância física não precisa significar distância emocional. Se, no momento, não dá para visitar as pessoas que ama, você pode adotar várias outras formas de se fazer presente e demonstrar o que sente por elas.

Temos muita sorte por vivermos em uma época em que a tecnologia nos permite realizar muitas coisas a distância. Podemos ver e ouvir pessoas que estejam em qualquer lugar do mundo através de videoconferências, trocar mensagens em tempo real, assistir filmes simultaneamente com cada um em sua casa, pedir um almoço especial e mandar entregar na casa de outra pessoa, são muitas as possibilidades.

É claro que nada é capaz de substituir o valor de um abraço, um beijo, um afago, mas, mesmo assim, são formas de nos sentirmos perto de quem amamos enquanto o melhor que podemos fazer por eles e por nós é manter o isolamento. Procure se concentrar no que pode fazer dentro da realidade atual, sem se lamentar pelo que não é possível agora. Faça-se presente com as condições que tem e estará realizando um ótimo trabalho.

Estar distante dos entes queridos é uma tarefa muito difícil mas fundamental para enfrentarmos esse momento

7 Formas de manter relacionamentos saudáveis em meio ao lockdown

Manter relacionamentos saudáveis sempre teve seus desafios, afinal, é preciso se dedicar para manter forte a conexão com os entes queridos. Com a recomendação de isolamento social isso se tornou um pouco mais desafiador, mas com criatividade e carinho é possível quebrar a barreira da distância sem colocar ninguém em risco. Confira, a seguir, algumas sugestões para manter os laços com aqueles que ama mesmo sem estar fisicamente ao lado deles.VOCÊ É FELIZ?

1 – Converse ouvindo a voz das pessoas

Atualmente, os aplicativos de mensagens estão entre os meios de comunicação mais usados. Contudo, com o distanciamento social, é importante usar todos os recursos possíveis para manter a conexão com os entes queridos. Sendo assim, utilize aplicativos de videoconferência, para ver e ouvir os outros. Em se tratando de familiares mais velhos, que não tenham intimidade com a tecnologia, a boa a velha chamada telefônica resolve.

2 – Marque encontros virtuais com grupos de pessoas

Tome a iniciativa de reunir virtualmente grupos de pessoas, como familiares e amigos. Se tinham o hábito de almoçar juntos aos domingos, por exemplo, façam isso, mas com cada um em sua casa e utilizando recursos de videoconferência para se fazerem presentes. O mesmo vale para os programas com amigos, de se reunir para um happy hour. Conversem, riam, se divirtam, isso fará muito bem a todos.

3 – Crie grupos em aplicativos de mensagem

Criar grupos em aplicativos de mensagens com familiares e outro com amigos também é outra forma positiva de manter a conexão mesmo a distância. Assim, poderão compartilhar coisas que estejam fazendo no dia a dia, enviar fotos, vídeos, trocar informações, palavras de apoio.

4 – Faça surpresas para os entes queridos

Estar em casa sem poder sair e ver as pessoas que ama é algo bastante delicado, que mexe com o lado emocional de todos. Por essa razão, fazer surpresas para os entes queridos é uma forma de deixá-los mais felizes, o que também pode ser realizado em datas especiais, como no aniversário, por exemplo. Confira algumas sugestões:

  • Pedir o prato preferido da pessoa no almoço ou jantar em um aplicativo e colocar o endereço dela para entrega.
  • Caso morem na mesma cidade, você pode preparar uma receita especial e enviar através de um entregador.
  • Enviar um kit com produtos de cuidados pessoais para um dia de spa.

5 – Combinem de assistir ao mesmo filme ou ler o mesmo livro

Uma ideia interessante para que tenham interesses em comum para conversar é combinarem de assistir ao mesmo filme ou série ou lerem o mesmo livro. Assim, após assistirem ou ao final de cada capítulo, poderão comentar a respeito e compartilhar suas opiniões.

6 – Compartilhe seus sentimentos e ouça as outras pessoas também

Além de encontrar formas criativas de passarem tempo juntos a distância, é importante que falem sobre o que estão sentindo e compartilhem os medos, inseguranças, angústias. Se abrir e ouvir os desabafos da outra pessoa fará bem para ambos.

7 – Explique que o distanciamento é para o bem de todos

Caso tenha algum familiar ou amigo que esteja cobrando a sua presença física, explique com carinho que o distanciamento é uma medida para o bem de todos. É desafiador permanecer longe, mas é necessário para que possamos logo nos abraçar em segurança. Tenha paciência, seja firme e aos poucos essa pessoa irá entender.

O lockdown faz a saudade dos entes queridos apertar e até doer, mas, até que tudo isso passe, é possível manter os laços fortes de outras maneiras. Além disso, essa experiência servirá para que todos deem mais valor aos relacionamentos e se façam verdadeiramente presentes na vida uns dos outros no futuro.

Se este conteúdo te ajudou de alguma maneira, compartilhe-o em suas redes sociais!

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/qual-o-impacto-que-o-lockdown-pode-gerar-em-nossos-relacionamentos/

Qual a importância de viver no presente?

Qual a importância de viver no presente?

Atualmente, muito tem se falado sobre a importância de viver no presente, e são várias as razões para isso. Em primeiro lugar, porque isso permite que desfrute de cada instante da vida intensamente, fazendo escolhas conscientes, sendo grato e se conectando verdadeiramente às outras pessoas. Outros motivos também tão relevantes quanto, incluem o fato de que, quando você vive o agora, deixa de lado a culpa sobre o que passou e não pode mais ser mudado e a ansiedade pelo que nem sabe se irá acontecer.

Viver no presente é libertador, faz com que assuma o controle sobre sua vida e a encaminhe exatamente para o destino que deseja. Continue acompanhando e saiba mais sobre o quanto se conectar ao agora é transformador.

7 Motivos pelos quais viver no presente é importante

Viver o presente é aproveitar cada instante de nossas vidas.

Caso não esteja convencido de que precisa o quanto antes começar a viver no presente, te darei sete motivos para isso. Leia cada um deles com atenção e perceba que, ao viver de outra forma, está desperdiçando grandes oportunidades de felicidade e desenvolvimento.

1 – Relacionamentos mais positivos

Uma cena bastante atual envolve uma família sentada à mesa para fazer uma refeição com cada um com os olhos fixos sobre a tela do celular, sem trocar uma só palavra. Esse é um grande exemplo do quanto viver no presente é importante, porque evita que esse tipo de situação aconteça. Quando você começa a se concentrar no agora, desfruta de cada instante em plenitude, conectando-se verdadeiramente às pessoas ao seu redor.

Quando foi a última vez que teve uma conversa mais profunda com um amigo ou familiar, se abrindo e ouvindo a outra pessoa com toda a sua atenção? Comece a fazer isso e veja o quanto suas relações se tornarão mais significativas e verdadeiras. O celular tem realmente muitos recursos úteis e interessantes, mas poderá ser usado depois, sem prejudicar as interações com aqueles que ama.

2 – Valorização das pequenas coisas

Uma pessoa que está sempre focada no passado, na culpa que sente por algo que fez ou deixou de fazer, ou no futuro, sempre condicionando sua felicidade a um acontecimento, fecha seus olhos para pequenas coisas que podem ser motivos de grande satisfação. Poder fazer uma refeição com um familiar, observar o céu azul, tomar um banho relaxante após de dia exaustivo de trabalho. São muitas coisas pequeninas que, quando percebidas, dão à vida um novo significado.

3 – Menos estresse

Perceba que, geralmente, o sentimento de estresse está ligado a algo que aconteceu ou que pode vir a acontecer e não no presente. Assim sendo, quando você se conecta ao agora, consegue encontrar o equilíbrio emocional, libertando-se dessa irritabilidade. Deixe para se concentrar no que estiver fazendo, permanecer irritado o dia todo porque levou uma fechada no trânsito ou por algo que aconteceu no trabalho não te ajudará a resolver a questão.VOCÊ É FELIZ?

4 – Mais criatividade

A criatividade é uma habilidade que une inteligência, perspicácia e sensibilidade. Um indivíduo que está preso ao passado ou com medo do que poderá acontecer no futuro, dificilmente conseguirá ter ideias criativas, porque sua visão está comprometida. Já aquele que se mantém conectado ao presente consegue perceber detalhes valiosos e encontrar oportunidades que estavam ocultas.

Sabemos que a capacidade de inovação é uma habilidade cada vez mais valorizada, principalmente pelo mercado de trabalho. As empresas desejam ter em suas equipes pessoas que pensem fora da caixa, sejam criativas e arrojadas, algo que apenas se torna possível quando há essa conexão com o aqui e agora.

5 – Mais foco

Coloque duas pessoas para realizar uma mesma tarefa: a primeira, direcionando todo seu foco à atividade, já a segunda, sendo interrompida a todo o momento. Sem sombra de dúvidas, a primeira entregará um resultado muito melhor, porque poderá se atentar aos detalhes, considerar todas as variáveis e chegar ao que julgou ser a melhor forma de concluir sua missão.

Essa é a diferença entre executar uma atividade focando no presente ou se deixando levar pelo medo de que o resultado não seja satisfatório ou por ter errado tentando fazer a mesma coisa no passado. Quando se mantém o foco no agora, as chances de encontrar soluções positivas para qualquer coisa que esteja fazendo são muito maiores.

6 – Menos culpa e arrependimento

Todo ser humano comete erros, mesmo que se dedique e tenha a intenção de acertar. É claro que não dá para usar isso como desculpa e sair por aí errando sem qualquer responsabilidade. Por outro lado, não dá para mergulhar em um mar de culpa e se julgar incapaz apenas porque falhou.

Quando uma pessoa reconhece a importância de viver no presente, naturalmente entende que não deve se culpar pelo que passou. Ela olha para a sua falha, aprende as lições deixadas por ela e segue em frente, honrando esse passado agindo de maneira diferente, mas sem se tornam refém dele.

7 – Mais confiança e positividade

Viver no presente também tem como benefício a possibilidade de viver com mais confiança e positividade. Isso ocorre porque o indivíduo entende sua responsabilidade em relação ao que lhe acontece, assim, sai da posição de vítima para assumir o posto que lhe é de direito, de autor da sua própria história. Essa mudança de mindset é transformadora porque leva as pessoas a se tornarem conscientes de que, se problemas surgirem, poderão se dedicar e resolvê-los.

Como começar a viver no presente?

Abandonar um passado de culpa e medo do futuro é desafiador, mas é totalmente possível. Para começar a viver no presente basta dar o primeiro passo e, sempre que sua mente insistir em vagar pelo ontem ou pelo amanhã, trazê-la para o hoje. Lembre-se que não é uma mudança que irá acontecer do dia para a noite, é um processo a ser realizado ao longo da vida.

Todo ser humano tem cinco grandes aliados para a conexão ao momento presente, que são os sentidos: visão, audição, tato, paladar e olfato. Utilize-os sempre que sua mente voar para longe, observe o local em que está, escute os sons, toque as superfícies, saboreie os alimentos, sinta os aromas. Esse é um exercício fantástico e que poderá realizar sempre e em qualquer lugar.

Viver no presente é o melhor caminho para a felicidade. Faça isso e veja o quanto seu desempenho profissional irá melhorar, assim como seus relacionamentos, sua saúde e todo o mundo ao seu redor.

Se este artigo fez sentido para você, compartilhe-os com seus amigos!

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/qual-a-importancia-de-viver-no-presente/

BAIXAR O PDF
close-link