Zona de Conforto – Livre-se Dela!

Zona de Conforto – Livre-se Dela!

Zona de Conforto é um conjunto de pensamentos, ações e comportamentos que um indivíduo está condicionado a ter e que não despertam medo, risco ou ansiedade. É um local onde nenhum indivíduo se sente intimidado. Ela é confortável, contudo, bastante limitante e sabotadora, pois como bem sabemos, todo ser humano pode ir além e se superar se assim o quiser.

Quando estacionada em sua zona de conforto, a pessoa vivencia um estado de falsa segurança, haja vista que no momento em que acontece uma mudança brusca, ela sofre mais, leva um susto maior, pois está menos preparada para absorver os fatos inesperados que aconteceram.

Este local para muitos de segurança eterna é como uma miragem no deserto de oportunidades, pois ao escolher sombra e água fresca, a pessoa deixa de conhecer a infinidade de possibilidades que estão à sua volta. Na prática, é o mesmo que acontece com um indivíduo em sua vida pessoal e profissional quando deixa de buscar crescimento e evolução contínua e cai na estagnação.

Como Sair da Zona de Conforto

As pessoas, geralmente, precisam saber funcionar fora de suas zonas de conforto para desenvolverem-se. Uma profissional que não consegue sair de sua zona de conforto não melhora seu desempenho, não consegue criar ou aproveitar oportunidades no trabalho, como também lidar com os momentos de adversidade e tensão, pois se condicionou a pensar e agir apenas de uma maneira.

Sair da zona de conforto é entende eu é hora de mudar e permitir-se experimentar novas possibilidades e encarar os desafios com otimismo e boa vontade. Por isso, reflita se você já chegou exatamente aonde queria chegar, se já possui os resultados que sonha e, especialmente, se não está usando esta zona de conforto como uma desculpa para não enfrentar seus medos, dilemas e limitações pessoais e profissionais. Reflita!

Imagine ainda só se homens de sucesso como Henry Ford, Steve Jobs ou Bill Gates não tivessem ousado fazer diferente e experimentado tirar suas ideias do papel. Imagine se eles tivessem se conformado e ficado em suas zonas de conforto. Imagine se Thomas Edison não tivesse acreditado no projeto da lâmpada e pense em tudo mais que foi criado, inventado e desenvolvido por estas pessoas que não se permitiram ficar em zonas de conforto.

Por mais que seja difícil para você mudar, permita-se fazer isso nem que seja aos poucos, mas todos os dias dê um passo novo nesta direção. Busque mudar sua mentalidade, seus hábitos e entender o que você pode fazer de diferente em seu trabalho, em sua casa, com sua família, amigos e também em sociedade.

Pense em tudo que você tem a ganhar mudando (sucesso, autorrealização, dinheiro, reconhecimento, bem-estar, autossatisfação) e em tudo que você pode deixar para trás (medo, estagnação, retrocesso, atrasos na vida e na profissão), ao se permitir fazer diferente. Aceite o convite e saia definitivamente de sua zona de conforto. Sua vida e sua carreira lhe agradecem!

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/zona-de-conforto-livre-se-dela/

Medo de Arriscar? Movimente a Sua Vida e Não a Deixe Estagnar

Medo de Arriscar? Movimente a Sua Vida e Não a Deixe Estagnar

Como bem disse Albert Einstein, é uma grande demonstração de insanidade fazer sempre as mesmas coisas e desejar obter resultados diferentes. Afinal, se você deseja alçar novos voos e ir além, é necessário que deixe de lado o medo de arriscar, para que possa experimentar novos caminhos até encontrar aquele que te levará ao seu objetivo. É claro que ter um pouco de receio é até positivo, pois faz com que reflita e aja com cautela, contudo, é necessário tomar cuidado para que o medo não se torne paralisante e comprometa o seu desenvolvimento.

A Diferença Entre Arriscar e Ser Insensato

Antes de mais nada, é necessário saber diferenciar uma pessoa que corre riscos porque deseja crescer de um insensato. Caso nunca tenha parado para refletir a respeito dessa diferença, saiba que ninguém precisa tomar atitudes impensadas, inclusive nem é aconselhado que se faça isso, nem em relação aos negócios, aos relacionamentos, nada. Sempre é importante pensar, analisar as consequências e, então, tomar uma atitude consciente.

Quando digo que todos devem perder o medo de arriscar, me refiro a pensar fora da caixa, conhecer e trilhar novos caminhos, inovar, ousar, se reinventar. E é possível fazer tudo isso sem perder o que de mais valioso cada ser humano possui, que é a sua essência. Você pode correr riscos mantendo a sensatez e a cautela, para isso, basta prezar pelo caminho mais sábio que existe, que é o do equilíbrio.

7 Razões Para Perder o Medo de Arriscar e Ousar Ir Além

Para te incentivar, criei uma lista com sete motivos para perder o medo de arriscar. Reflita sobre cada um deles e comece hoje mesmo a agir para não deixar a sua vida estagnar. Levante-se e utilize o extraordinário poder que possui para transformar sonhos em realidade e ir em busca da sua felicidade.

1 – Através do Risco Muitas Oportunidades Podem Surgir

Como bem diz a sabedoria popular, as oportunidades não costumam cair do céu, é preciso ir atrás e criá-las. Se você permanecer sempre no mesmo lugar, fazendo as mesmas coisas e das mesmas maneiras, dificilmente conseguirá algo novo. Imagine que, todos os dias, você caminhe até o seu trabalho e faça o mesmo trajeto, ao agir assim acabará sempre vendo os mesmos lugares e pessoas. Contudo, se resolver variar o caminho terá a chance de ver paisagens diferentes e conhecer um pouco mais da sua cidade. Quanto mais explorar, mais oportunidades poderá encontrar.

2 – É Possível Aprender Muito Com Essas Experiências

Pare por alguns instantes para refletir a respeito do seu amadurecimento: acha que as situações que mais te transformaram foram as fáceis ou as desafiadoras? Tenho a certeza de que irá se lembrar de experiências que, enquanto as viveu, sentiu que foram bastante delicadas, mas que deixaram marcas positivas e contribuíram com a sua evolução. E isso vale para qualquer coisa que te tire da sua zona de conforto, incluindo os fracassos, porque eles funcionam como um processo de lapidação, tornando um indivíduo tão forte e brilhante quanto um diamante.

3 – O Sucesso Precisa Ser Conquistado

Pesquise sobre a história de vida de várias pessoas de sucesso, como Steve Jobs, Sílvio Santos e tantos outros nomes, e veja o caminho que elas percorreram até alcançar o topo. É preciso saber o que deseja para si e dar o seu melhor para isso, assumindo riscos, se colocando como alguém que deseja aprender sempre mais e, assim, se desenvolver. Para conquistar o sucesso é preciso ter coragem, ousadia e, principalmente, persistência para não desanimar na primeira queda.

4 – É Fora da Zona de Conforto Que as Mudanças Acontecem

Uma criança apenas aprende a andar porque arrisca se levantar mesmo sem ter a certeza de que conseguirá se manter de pé, e assim o faz até que o seu objetivo seja alcançado. Isso acontece com um ser humano em todas as fases de sua vida e nas mais diferentes situações. É preciso ter ousadia para ir em direção a um destino mesmo que o caminho até ele seja desconhecido, porque é nessa jornada que se torna possível obter novas experiências, enxergar o mundo sob diferentes perspectivas e se transformar.

5 – Ajuda a Vencer o Medo do Fracasso

O ser humano tende a estranhar situações novas, por isso é necessário insistir e se forçar a sair da zona de conforto, para que se acostume cada vez mais com o “desconforto”, porque é ele que traz crescimento. A autoconfiança precisa de ação para ser construída, por isso, se você se mantiver estagnado, acabará nunca acreditando no seu próprio potencial. É preciso dar o primeiro passo e arriscar, para que veja por si só o quanto é capaz de realizar, então, a cada novo desafio vencido, se tornará mais confiante.

6 – Faz Com Que Se Motive a Ir Mais Longe

A cada etapa vencida se sentirá motivado a continuar firme indo em direção dos próximos objetivos que tem para realizar e isso é fantástico. É preciso entender que a motivação é uma porta que apenas pode ser aberta pelo lado de dentro, ou seja, é um processo pessoal e ninguém poderá fazer isso por você. Essa abertura irá acontecer cada vez que confiar em si e arriscar, pois estará mostrando para si mesmo que tem potencial para chegar aonde quiser.

7 – É Possível Se Conhecer Melhor a Cada Experiência

No seu dia a dia, é provável que saiba como reage aos estímulos mais corriqueiros, o que te deixa feliz, triste, animado e daí por diante. Arriscar irá permitir que se coloque em situações diferentes e, então, descubra como irá reagir em relação a eles. Nisso, terá a chance de conhecer coisas pelas quais poderá desenvolver um grande interesse e que jamais imaginou gostar. Permita-se entrar em contato com o novo e, assim, se conectar com uma nova versão de si mesmo.

Como bem disse o grande autor Dale Carnegie, o barco mais seguro geralmente não chega a ir mais longe do que a margem. Por isso, esteja disposto a ousar, se reinventar e trilhar novos caminhos, pois são essas experiências que lhe permitirão crescer.

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/medo-de-arriscar-movimente-a-sua-vida-e-nao-a-deixe-estagnar/

Como Exercitar a Paciência

Como Exercitar a Paciência

A paciência é uma virtude essencial para ter relacionamentos positivos, lidar com situações do dia a dia, conviver com colegas de trabalho, enfim, para viver bem. Quando ela não se faz presente na vida de alguém, abre-se espaço para o estresse e a ansiedade, sensações ruins que podem comprometer o bem-estar e, inclusive, impactar de forma negativa na saúde. Se você deseja saber como exercitar a paciência para ter mais tranquilidade e saber lidar com as coisas de maneira mais positiva, é só continuar fazendo a leitura deste artigo.

A Importância da Paciência Para Ser Feliz

Dizem que sentir raiva é o mesmo que ingerir um veneno e esperar que outra pessoa sinta as consequências desse ato. Quando se trata da impaciência, o efeito é praticamente o mesmo, pois sentir estresse não traz soluções para um problema e apenas serve para que se sinta pior. Inclusive, essa sensação ruim pode fazer com que aja de maneira impensada e tome atitudes prejudiciais tanto para você quanto para outras pessoas.

A paciência é essencial para ser feliz porque através dela é possível manter a serenidade para tomar decisões sensatas e se concentrar em realmente resolver problemas e não os tornar maiores. Assim, ao invés de gritar com um vizinho que está fazendo barulho, por exemplo, uma pessoa paciente irá esperar até que ele pare ou conversar de maneira civilizada para explicar que o som a está incomodando.

Outro ponto importante em relação à paciência é que ela se mostra como fundamental também quando o assunto são as conquistas pessoais. Afinal, ter serenidade é fundamental para esperar os resultados dos seus esforços. Como disse o filósofo dinamarquês Soren Kierkegaard, a paciência é necessária, pois não se pode colher imediatamente após realizar o plantio das sementes. Lembre-se sempre que coisas grandiosas levam tempo para serem construídas.

7 Dicas Poderosas de Como Exercitar a Paciência

A paciência não é algo que pode ser construído da noite para o dia. Assim como um músculo, ela precisa ser exercitada diariamente. Ao colocar as dicas a seguir em prática estará dando passos essenciais para se tornar uma pessoa cada vez mais paciente e feliz.

1 – Identifique o Que Te Faz Perder a Paciência

Sempre que começar a se sentir impaciente, pare e reflita a respeito dessa situação. O que mais te tira do eixo: ter que esperar por algo ou lidar com situações que considera irritantes? Se questione e busque as respostas dentro de você, pois conhecer o problema é a melhor maneira de encontrar soluções para ele. Muitas vezes, o estresse é criado sobre coisas insignificantes, apenas através da reflexão é possível reconhecer isso e fazer com que elas parem de te afetar.

2 – Pratique a Paciência

Como disse, a paciência é uma habilidade que, para ser desenvolvida, precisa ser praticada. Dessa forma, procure eliminar o imediatismo da sua rotina sempre que possível. Atitudes simples, como, por exemplo, esperar o fim de semana para assistir à sua série preferida ao invés de sacrificar o seu sono nos dias úteis, irão te ajudar a se familiarizar cada vez mais com uma atitude paciente.

3 – Saia da Sua Zona de Conforto

Muitos indivíduos se sentem impacientes quando saem da sua zona de conforto porque se trata de uma área sob a qual não se tem controle e é necessário esperar os resultados acontecerem. Então, procure fazer isso com mais frequência, optando sempre por novos caminhos. Quando começar a se sentir ansioso, pare e diga a si mesmo que aquela situação é desconfortável, mas que você tem total capacidade de tolerá-la. Assim, aos poucos, irá adquirir cada vez mais consciência de que consegue esperar com serenidade.

4 – Faça Exercícios de Respiração

A respiração é muito mais poderosa do que você possa imaginar. Nesse sentido, quando começar a perder a paciência, experimente respirar profundamente em atenção plena durante alguns minutos. Coloque uma das mãos sobre o abdômen e sinta-o inflar como se fosse um balão, em seguida, expire o ar, repetindo o processo. Através desse exercício simples, o seu cérebro receberá todo o oxigênio que precisa e você irá tirar o foco do problema, voltando a se sentir tranquilo.

5 – Aprenda a Escutar o Outro

A impaciência faz com que as pessoas mantenham o foco no problema, impedindo que pensem nas soluções. Portanto, uma maneira eficaz de vencer esse sentimento é se dedicando a ouvir o que o outro tem a dizer antes de se descontrolar e iniciar uma discussão. Saiba que ouvir é tão importante quanto falar, pois somente quando se escuta a outra pessoa na essência é possível entender o seu ponto de vista e, assim, chegar a um ponto que seja positivo para todos.

6 – Desfrute do Processo

Se estiver passando por uma fase de busca por um objetivo, como a criação de um novo projeto, preparação para uma prova ou qualquer outro tipo de coisa, aprenda a desfrutar do processo ao invés de se concentrar apenas em esperar os resultados. Claro que a intenção é que tudo dê certo, entretanto, condicionar a sua felicidade a isso pode fazer com que as expectativas excessivas te desmotivem e comprometam o seu sucesso. Por isso, valorize e comemore cada passo, pois são eles que te levarão ao seu destino.

7 – Seja Mais Paciente Consigo Mesmo

Além de ser importante ter paciência em relação aos outros, é necessário aprender a ser mais paciente consigo mesmo. Ao começar a praticar um novo esporte, por exemplo, seja gentil com você e se dê tempo para aprender a fazer os movimentos corretamente e entender todas as regras. Lembre-se que ninguém nasce sabendo e que é natural cometer erros ao realizar qualquer coisa nova em sua vida. Assim como uma criança que está aprendendo a andar, se permita cair, levantar e recomeçar, pois é assim que o desenvolvimento acontece.

Espero que este artigo tenha te inspirado a exercitar a paciência em suas atitudes no dia a dia e, assim, possa tornar essa virtude cada vez mais forte em seu interior e, consequentemente, no seu comportamento. Como disse Benjamin Franklin, aquele que consegue ser paciente pode ter o que quiser.

Fonte: http://www.jrmcoaching.com.br/blog/como-exercitar-paciencia/

BAIXAR O PDF
close-link