Derivada do latim via carraria, a palavra carreira significa curso, trajetória; profissão ou percurso profissional; esfera de atividade pessoal. Inicialmente esta palavra designava “estrada para carros”, foi só a partir do século XIX que esta palavra passou a significar o caminho da vida profissional de uma determinada pessoa.

Conheça treze diferentes tipos de carreira presentes no mercado e as características de cada uma delas:

1. Carreira burocrática

Este tipo de carreira é marcada pela divisão do trabalho, hierarquias bem definidas, códigos e regulamentos bem delimitados e, principalmente, centralização do poder.

Na carreira burocrática o crescimento de um profissional se dá apenas pela promoção e mudança de cargo dentro de um sistema hierárquico que favorece a melhoria de benefícios e, consequentemente, de salários também. Exemplo disso são as empresas que oferecem vínculo empregatício entre chefes e seus subordinados.

2. Carreira profissional

Esta modalidade de carreira é caracterizada por todos os conhecimentos específicos destinados a área de atuação escolhida, além de toda a experiência adquirida e praticada ao longo da trajetória profissional de uma pessoa.

Isso inclui graduações, especializações, cursos, formações, rotinas de trabalho, reconhecimentos e promoções conquistadas, projetos concluídos, entre outras coisas.

Na carreira profissional o crescimento do trabalhador se dá pelo acúmulo de conhecimento e bagagem adquirida ao logo do tempo.

3. Carreira Empreendedora

Este modelo de carreira é fundamentado na capacidade de criação e inovação de produtos e serviços. O profissional que segue a carreira empreendedora é aquele que enxerga possibilidades e oportunidades de negócios onde muitos não vêem. Ele planeja, sonha e executa.

O SEBRAE, serviço brasileiro de apoio às micro e pequenas empresas, estabelece algumas características fundamentais para qualquer profissional que busca seguir a carreira de empreendedor, entre elas a criatividade, liderança, perseverança, flexibilidade, força de vontade, automotivação, organização e, principalmente, senso crítico.

Existem diversos empreendedores por todo mundo que conquistaram prestígio e sucesso a partir de grandes e inovadoras ideias, entre eles Mark Zuckerberg, fundador da maior rede social dos últimos tempos, o Facebook.

4. Carreira sociopolítica

A carreira sociopolítica é marcada pelas competências sociais e pelas relações que um profissional possui, ou seja, graças a seus conhecimentos e habilidades, interações sociais e um nível social bem estruturado é que ele conquista uma carreira de sucesso e reconhecimento profissional.

Este tipo de carreira está presente em organizações familiares, comunitárias ou do terceiro setor.

5. Carreira especialista

O foco dessa modalidade é tornar-se mais especializado, de tal forma que suas habilidades são cada vez mais raras e voltadas para um trabalho específico. As pessoas geralmente se especializam em habilidades que estão em alta demanda ou que elas acham interessantes. Por exemplo, um engenheiro civil pode querer se tornar um especialista em segurança do trabalho se esse tipo de conjunto de habilidades estiver em alta demanda. Habilidades especializadas podem aumentar seu valor no mercado de trabalho. Fique atento a isso!

6. Carreira conhecimento proprietário

Conhecimento proprietário é uma informação útil para uma organização, produto ou serviço. Por exemplo, aprender um produto de software com base na tecnologia de um fornecedor em vez de aprender uma linguagem de programação usada por milhares de produtos e organizações. O conhecimento proprietário também inclui os processos, políticas, procedimentos e sistemas que são exclusivos de uma organização. O conhecimento patenteado pode melhorar a segurança do emprego, pois uma organização precisa de pessoas que entendam seu funcionamento interno. 

7. Carreira generalista

Desenvolver uma sólida compreensão dos primeiros princípios em várias áreas, de modo que você possa trabalhar com muitas pessoas e entender seus negócios ou profissão. Isso pode torná-lo altamente comercializável, pois muitas funções exigem o trabalho com diversas partes interessadas. Generalistas podem se encaixar em uma ampla gama de funções e facilmente mudar de emprego. Por exemplo, um analista de negócios pode entender as noções básicas de marketing, operações e tecnologia da informação, de modo que possam trabalhar com partes interessadas de muitas unidades de negócios para produzir resultados como requisitos. Os generalistas tendem a ser bons gerentes executivos.

8. Carreira de gestão

Assumir a responsabilidade pelos recursos e / ou o desempenho das equipes. Os gerentes podem ser responsáveis ​​por estratégia, planejamento, orçamentos, processos, sistemas, controles, funções de negócios, projetos, gerenciamento de desempenho e gerenciamento de partes interessadas. A gestão é uma carreira comum na maioria das profissões

9. Carreira liderança

Influenciando as pessoas para que elas se movam na mesma direção. Isso está associado ao gerenciamento, mas também pode se estender a especialistas em uma indústria, profissão ou campo que são respeitados e buscam orientação.

10. Carreira gestão executiva

A gerência executiva inclui o CEO que é responsável pelo desempenho de uma empresa e pela liderança de funções organizacionais, como finanças, marketing ou tecnologia da informação. Estes são papéis de alto perfil que são frequentemente políticos e de alta pressão. Em muitas organizações, a remuneração é uma ordem de grandeza mais alta no nível executivo. Como tal, a competição por esses papéis é alta e normalmente requer status social, relacionamentos extensos, resiliência pessoal, habilidades de liderança razoáveis ​​e conhecimento do setor. Em grandes empresas, muitos funcionários tentam alcançar o nível executivo sem atingir esse objetivo. Em alguns casos, um gerente sênior de uma grande empresa pode fazer a transição para uma posição executiva em uma firma bem menor para obter experiência executiva.

11. Carreira governança

Funções de governança, como um Conselho de Administração, geralmente oferecem alta remuneração com comprometimento mínimo de tempo. Essas funções geralmente exigem um alto perfil em um setor, relacionamentos e status social.

12. Carreira criativa

Papéis que envolvem criatividade de tal forma que há uma grande diferença de valor de um produto de trabalho para outro. Os papéis criativos tendem a ser competitivos, pois são vistos como pessoalmente satisfatórios. Em alguns casos, os caminhos de carreiras criativas estão associados a salários baixos devido ao nível de competição envolvido. No entanto, como há uma diferença significativa na qualidade entre um profissional para outro, alguns profissionais criativos realmente ganham rendas extraordinariamente altas.

13. Carreira de pesquisa

A pesquisa inclui qualquer papel focado na investigação, análise, experimentação e descoberta. Isso é visto como pessoalmente gratificante e pode ser competitivo. Por exemplo, uma empresa de tecnologia da informação pode fazer pesquisas em inteligência artificial para produzir algoritmos, modelos e técnicas. Tais papéis normalmente exigem status de especialista em um domínio e uma educação avançada.

Este artigo foi interessante para você? Então lembre-se de curtir e compartilhar o conhecimento.

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/tipos-de-carreira/

CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!
 
Enviar
100% livre de SPAM.

Comentários

comentários

BAIXAR O PDF
close-link
CONTEÚDO VIP
Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!
 
Enviar
100% livre de SPAM.
Close