O Que é Autoconfiança?

O Que é Autoconfiança?

Autoconfiança é a capacidade que a pessoa adquire de acreditar e ser capaz de fazer e/ou realizar alguma coisa. Serenidade e tranquilidade são características de uma pessoa autoconfiante, pois se mantém em equilíbrio mesmo quando passa por um momento de pressão e possui um forte senso de convicção sobre a sua capacidade de realização.

Durante a trajetória de vida das pessoas, elas se deparam com várias dificuldades e oportunidades. Em ambas as situações o nível de autoconfiança dessas pessoas é colocado em cheque e, muitas vezes, elas duvidam da própria capacidade de gerar mudanças.

Todos os movimentos que acontecem na vida das pessoas são resultantes de suas decisões e atitudes, advindos da forma de enxergar o mundo. Essa visão é totalmente moldada pela maneira com que cada um olha para o próprio Eu.

Partindo desse pressuposto, o que você enxerga dentro de si, reflete diretamente naquilo que está fora, pois a realidade é apenas uma interpretação particular, diretamente influenciada através das diversas experiências vivenciadas pelo indivíduo.

Cuide dos seus Pensamentos

Se atentar à qualidade dos pensamentos para que consiga conduzir as situações diversas existentes no cotidiano, de maneira favorável para o crescimento pessoal e profissional, é o princípio da autoconfiança. Isto é, a principal competência emocional para a conquista do sucesso em todas as áreas da vida é a autoconfiança.

Autoconfiança de nada vale se não houver competência. Além da inteligência emocional é preciso ter conhecimento sobre aquilo que está sendo feito ou será feito por alguém. Por isso, preparar-se é essencial.

Segundo o Coaching, para conquistar a autoconfiança é necessário ter: crenças positivas, autoconhecimento, preparação, atitude e iniciativa, honrar e respeitar a própria singularidade.

Como Potencializar a Autoconfiança?

Se você quer ser um excelente professor, faça especializações, faça cursos que ajudarão você a desenvolver habilidades essenciais. Além da técnica, a preparação também está diretamente relacionada com a organização e o planejamento. É natural que um profissional se sinta mais confiante durante reuniões de apresentação de algum projeto ou atendendo um cliente quando está preparado para isso. A aula de um professor que se preparou é diferente de uma aula sem planejamento/livre.

Cada pessoa possui as suas particularidades, ninguém é igual a ninguém. Ninguém é bom em tudo. Logo, as pessoas são autoconfiantes quando possuem segurança no que estão fazendo, por isso a importância de uma pessoa se autoconhecer para que possa fazer escolhas adequadas aos seus talentos.

Os autoconfiantes não costumam se comparar a outras pessoas já que compreendem que cada ser é único/individual. Ou seja, ninguém é pior e nem melhor, as pessoas são singulares. A importância crucial para desenvolver a autoconfiança é que uma pessoa tenha a possibilidade de propagar um comportamento e esse comportamento causar consequências que fortaleçam tais comportamentos onde está inserido.

Por exemplo, se um jogador de futebol chuta uma bola em direção ao gol, a bola, ao entrar no gol, fortifica positivamente o comportamento de chutá-la – nesse caso não foi preciso que outra pessoa reforçasse o comportamento.

A mesma coisa acontece quando outra pessoa que está com a chave do carro em mãos decide abri-lo. Essa pessoa, ao girar a chave na maçaneta da porta do carro ou apertar o botão do alarme, caso seja automático, conseguirá abrir o carro por conta própria.O comportamento de “girar” a chave recebe o reforço que é a porta literalmente aberta. Ao sair correndo de casa para fazer uma prova e perder o ônibus, se a pessoa decidir ir andando, ela consegue acelerar os passos e chegar a tempo de fazer a prova.

6 Dicas Para Aumentar Sua Autoconfiança

1. Esteja atento

Você não pode mudar algo em sua vida se ainda não se atentou para isso. Simplesmente tomando consciência de nossa conversa interior negativa, começamos a nos distanciar dos sentimentos que ela traz. Sem essa consciência, podemos facilmente cair na armadilha de acreditar em nossa conversa autolimitada, e acreditar em tudo que você pensa. Os pensamentos são apenas pensamentos. 

Sempre que se pegar em alguma situação de autocrítica, observe cuidadosamente o que está acontecendo, e lembre-se: são apenas pensamento e não fatos. 

2. Mude sua história

Todos nós temos uma narrativa ou uma história que criamos sobre nós mesmos que molda nossas autopercepções, sobre as quais nossa auto-imagem central se baseia. Se quisermos mudar essa história, temos que entender de onde veio e onde recebemos as mensagens que dizemos a nós mesmos. De quem são as vozes que estamos internalizando.

Muitas vezes temos pensamentos negativos automáticos como: eu não perco peso, eu não tenho sorte, podem ser repetidos em sua mente com tanta frequência que você começa a acreditar que eles são verdadeiros. Da mesma forma que esses pensamentos são aprendidos, eles também podem ser desprendidos e sair de nossa mente. Um bom treinamento é repetir frases positivas de si mesmo, diariamente. 

Ter o hábito de anotar todas as coisas positiva que você acha de você mesmo, vai fazer com que sua autoestima suba de nível e evita também a depressão. Um número maior de declarações positivas escritas está correlacionado com uma melhoria maior. 

3. Evite comparações 

Duas coisas importantes são praticar a aceitação e parar de se comparar com os outros. Não é porque algum amigo seu aparece super feliz na rede social ou mesmo num encontro pessoalmente, não significa que ele é o mais feliz de todos. As comparações levam apenas à conversa interna negativa, que leva à ansiedade e ao estresse. Sentimentos de baixa auto-estima podem afetar negativamente sua saúde mental e outras áreas da sua vida, como trabalho, relacionamentos e saúde física.

4. Reconheça seu valor

Todos nós temos nossos pontos fortes e fracos. Alguém pode ser um excelente engenheiro, mas um péssimo cozinheiro. Nenhuma das duas qualidades define seu valor essencial. Reconheça quais são seus pontos fortes e os sentimentos de confiança que eles geram, especialmente em momentos de dúvida. É fácil fazer generalizações quando você comete alguma falha. Quando acontecer isso, lembre-se que você é “demais” em muitas habilidades. Se você tiver dificuldade em identificar suas qualidades, peça a um amigo que as indique. Às vezes, é mais fácil para os outros ver o melhor em nós do que para nós vermos em nós mesmos.

5. Pratique exercícios

Estudos demonstram uma correlação entre exercício e aumento da auto-estima, bem como melhor saúde mental. O exercício cria a capacitação física e mental, especialmente levantamento de peso, onde você pode calibrar as realizações. Exercício organiza seu dia em torno de auto-cuidado. Não se culpe em trocar uma outra tarefa importante do trabalho em fazer exercícios. O resultado é um grande relaxamento, prazer e uma boa noite de sono. Outras formas de autocuidado, como alimentação adequada e sono suficiente, também demonstraram efeitos positivos na autopercepção de uma pessoa.

6. Ajude pessoas

trabalho voluntário para ajudar aqueles que são mais necessitados de atenção, saúde, cuidado, ajuda a tirar o foco dos pensamentos ruins. Quando você é capaz de ajudar alguém, isso torna você menos focado em seus próprios problemas. Quanto mais você faz algo do que possa se orgulhar, mais fácil é reconhecer seu valor. Fazer as coisas que alguém pode respeitar sobre si mesmo é uma atitude que aumenta o valor pessoal. É algo tangível. Ajudando algum abrigo de idosos, crianças carentes, uma ONG, são atitudes que significam algo e valorizam não apenas a si mesmo, mas também a outra pessoa

Conseguir chegar a tempo é o reforço positivo. E o sentimento de autoconfiança está diretamente ligado aos comportamentos bem- sucedidos.

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/o-que-e-autoconfianca/

Comportamentos repetidos – O que nos mostram?

Comportamentos repetidos – O que nos mostram?

Muitas vezes, temos atitudes que não concordamos, mas ainda assim as repetimos seguidas vezes. Uma pessoa que deseja emagrecer, por exemplo, mesmo que desaprove um episódio de exagero ao comer, pode, no dia seguinte, voltar a fazer a mesma coisa. Isso acontece porque esses comportamentos repetidos são frutos de crenças que existem no inconsciente e que acontecem mesmo com a desaprovação da razão.

Grande parte das ações que temos em nosso dia a dia são frutos do inconsciente, é ele que nos controla durante a maior parte do tempo. Por isso dizemos que existem coisas que realizamos no automático, porque há algo dentro de nós que mostra como devemos agir. Nesse sentido, quando se deseja mudar um tipo de comportamento, é preciso olhar para dentro de si, porque é lá que a transformação acontece.

Os comportamentos repetidos são obstáculos para a mudança

Pense bem, se todos conseguissem ter controle sobre o próprio comportamento, não haveria pessoas com problemas para comer de modo mais saudável, economizar para adquirir um bem, realizar trabalhos dentro do prazo e tantas outras situações que são desafiadoras para muitos. Se a mente consciente fosse a grande responsável pelas escolhas, possivelmente todos conseguiriam agir exatamente do modo como gostariam, sem nenhum esforço ou guerra interna.

A verdade é que não é assim que as coisas acontecem, para colocar fim a um comportamento repetido é preciso olhar além dele e entender o que está por trás. Se você, por exemplo, gostaria muito de poupar para comprar um carro, mas não consegue parar de gastar com itens supérfluos, como roupas e sapatos que não precisa, é necessário entender o que te leva a ter tal atitude. Talvez, seja a ansiedade se manifestando através do ato de comprar, a necessidade de se vestir e ter o que os outros têm para se sentir aceito e mais uma série de possibilidades.

Enquanto esse comportamento repetido não for analisado com atenção e sua causa não for identificada, o objetivo ficará cada vez mais distante. Ainda citando o exemplo anterior, não adianta parar de ir ao shopping para não gastar, porque acabará encontrando outras maneiras de fazer compras. Para resolver o problema é preciso tratar sua raiz, porque é assim que se encontra soluções efetivas para que o obstáculo seja definitivamente superado.

7 Dicas para colocar fim aos comportamentos repetidos

Existem algumas atitudes que podem ajudar a colocar fim aos comportamentos repetidos. Vale lembrar que não se trata de uma receita pronta, principalmente porque se trata de um processo que leva tempo para ser realizado, e sim de ações que irão te auxiliar a superar o que está causando transtornos para sua vida, veja quais são elas.

1 – Busque a origem do comportamento repetido

Como disse anteriormente, para colocar fim a um comportamento que vem repetindo, é necessário entender qual é a sua origem. Chegar a essa resposta pode não ser tão simples, mas é o tipo de esforço que vale a pena, porque é aí que está a chave para a sua libertação. Para isso, é preciso buscar nas profundezas do seu eu as necessidades que possam estar causando a ação que está te incomodando.

2 – Mantenha um diário

Escrever é um ato extremamente poderoso e que pode contribuir com o fim dos comportamentos repetidos. Desse modo, experimente manter um diário, em que irá relatar suas experiências e emoções. Assim, terá um registro da forma como está se comportando, algo que também te ajudará a entender qual é o fator gerador disso, além de poder se conhecer melhor, o que é extremamente positivo.

3 – Seja gentil consigo mesmo

Em qualquer fase do processo, é extremamente importante que seja gentil consigo mesmo. Se julgar e se culpar por ter repetido determinado comportamento não te ajudará em nada, pelo contrário, pois fará com que se sinta cada vez menos capaz de vencê-lo. Portanto, deixe os julgamentos de lado e se acolha, porque é assim que irá se fortalecer para seguir adiante.

4 – Defina pequenas metas para alcançar

Ter um norte, uma direção para seguir, é bastante motivador e te ajudará a evitar os comportamentos repetidos. Porém, é interessante que defina metas que consiga alcançar em menos tempo, para que não acabe desanimando pelo caminho. Se deseja juntar dez mil reais, por exemplo, separe essa meta em dez etapas, assim, a cada mil reais alcançados estará mais inclinado a continuar, o que poderá ajudar a evitar gastos desnecessários.

5 – Questione-se antes de seguir um padrão de comportamento

Você sabe que tem o objetivo de juntar dez mil reais, mas passa por uma vitrine, vê um produto que chama sua atenção e quase que automaticamente entra na loja para comprar. Nesse caso, o melhor a fazer é parar e refletir se aquilo irá realmente valer a pena, afinal, realizar a compra fará com que fique um pouco mais longe da sua meta. Questionar-se ajuda a evitar os impulsos gerados pelos comportamentos repetidos.

6 – Pratique atividades físicas

Muitos comportamentos repetidos geram um prazer momentâneo a quem os realiza e, por isso, é tão desafiador se livrar deles. Uma forma interessante de evitá-los é encontrando outras formas de satisfação, como é o caso das atividades físicas. Por mais que, muitas vezes, seja penoso se animar para se exercitar, a sensação depois de concluir é maravilhosa, experimente e irá comprovar isso.

7 – Considere procurar ajuda especializada

Por último, pode ser positivo procurar algum tipo de ajuda, de acordo com o tipo de necessidade que tem. Caso o comportamento repetido esteja te prejudicando de alguma maneira e sinta que não está conseguindo vencê-lo sozinho, o apoio psicológico pode se mostrar necessário. Já nos casos em que precisa de auxílio para alcançar um objetivo, poder contar com o suporte de um Coach certamente fará toda a diferença.

Você não precisa repetir padrões de comportamento prejudiciais por toda a vida, pois é perfeitamente possível superá-los e se libertar deles. Para isso, é preciso que procure se conhecer, identifique o que está gerando essas atitudes e, então, trabalhe essas questões dentro de si. Acredite, você é capaz de se transformar e se tornar uma melhor versão de si mesmo.

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/comportamentos-repetidos-o-que-nos-mostram-saiba-mais/

Realizar Sonhos: o que diferencia as pessoas que conseguem das que não conseguem?

Realizar Sonhos: o que diferencia as pessoas que conseguem das que não conseguem?

O mundo parece estar dividido em dois grupos de pessoas, aquelas que conseguem realizar sonhos com grande facilidade e aquelas que parecem ficar sempre no mesmo lugar. A grande questão para migrar do segundo para o primeiro grupo é entender o que as diferencia. A atitude do indivíduo na busca por suas realizações pessoais e profissionais se reflete na obtenção ou não de resultados e, por isso, é necessário estar atento ao modo como pensa e age.

Por que para alguns é fácil realizar sonhos?

O número de pessoas frustradas por não conseguirem concretizar as suas metas e objetivos é significativo, porém, pode ser reduzido apenas com algumas mudanças de pensamento e atitude. Como mencionei no início do artigo, quem deseja passar para o grupo dos realizadores precisa compreender o que os diferencia daqueles que não conseguem cumprir o que estabelecem para as suas vidas.

Vale dizer que, independente de qual seja o sonho de cada indivíduo, os motivos para se afastar de sua realização costumam ser os mesmos. Algumas pessoas têm a tendência de colocar barreiras diante de seus sonhos, sem nem perceber que estão fazendo isso. Aprender a detectar esse tipo de comportamento de autossabotagem é essencial para se tornar um indivíduo pleno e realizado.

5 Motivos que impedem a realização dos seus sonhos

A seguir, vou explicar com mais detalhes quais são os principais impeditivos para a realização dos seus sonhos. Leia-os com atenção e faça um paralelo com a sua postura atual, então, poderá eliminar todos os comportamentos e ideias que estão atrapalhando o seu desenvolvimento.

1 – Se deixar levar pela descrença alheia

Quando alguém toma uma decisão fora do que é considerado comum como, por exemplo, abrir um negócio próprio em vez de arrumar um emprego ou mudar de uma carreira consolidada para outro segmento de atuação, ouve de boa parte das pessoas à sua volta que não deve fazer um movimento tão ousado. Se você deixar que a descrença de outras pessoas paralisem seus sonhos, jamais saberá se tinha ou não potencial para fazê-lo dar certo.

Além disso, devo dizer que as pessoas que geralmente exercem uma influência negativa sobre o sonho de alguém, na realidade não têm a intenção de atrapalhar. Então, muitas vezes não se trata de uma forma de sabotar aquele que tem um sonho e sim de uma preocupação legítima com o seu bem-estar. A grande questão é que você precisa ter bem resolvido dentro de si que deseja dar esse passo para não deixar que essas influências o paralisem. Afinal de contas, aqueles que torcem pelo seu sucesso estarão ao seu lado mesmo que não concordem com suas ações.

2 – Não saber onde está a sua felicidade

Esse motivo que impede muitas pessoas de realizar sonhos está intimamente ligado ao anterior, pois, se você não consegue identificar o que te faz feliz, dificilmente conseguirá se opor às sugestões de terceiros. E é preciso que cada um saiba o que faz seus olhos brilharem, sem se deixar levar por pressões externas.

Vou dar um exemplo simples, se você nunca parou para pensar a respeito de qual profissão deseja seguir, provavelmente aceitará sugestões de outras pessoas para escolher um curso para tentar o vestibular. Essa falta de atitude abrirá precedente para uma série de outros problemas, como a insatisfação em longo prazo na sua carreira profissional. Portanto, olhe para dentro de si, porque é lá que encontrará as respostas.

3 – Falta de força de vontade para dizer não

Como mencionei acima, pessoas que te amam podem ser as responsáveis por te desanimar na busca pela realização dos seus sonhos, então, saiba como colocar limites para a insistência delas. Muitos não sabem como fazer isso quando precisam demonstrar força para se manterem no caminho que planejaram para si. Nessas situações, a dica é que pense a respeito indivíduos que se mantiveram firmes em direção aos seus objetivos e conseguiram alcançá-los e se inspire através dessas histórias.

4 – Facilidade em desistir

Raramente as coisas darão totalmente certo logo no começo da empreitada, porque é natural cometer alguns erros até identificar o caminho certo. Porém, você deve ter em mente que desistir não deve nunca ser a primeira opção. As pessoas que conseguem realizar sonhos passam por diversas situações desafiadoras, mas, como estão comprometidas com o objetivo, não deixam de tentar. Além disso, os erros são fundamentais para te ajudar a construir os acertos posteriores.

Uma dica é que você pode tentar reduzir as falhas iniciais com um bom preparo, ou seja, com estudo e planejamento. Ouvir a experiência de quem trilhou um caminho semelhante ao que deseja também ajuda a ter uma ideia mais clara do que pode dar certo ou errado. Mas, novamente digo que os erros têm sua relevância e precisam em algum grau fazer parte da sua trajetória.

5 – Saiba qual é a motivação por trás dos seus sonhos

Por fim, preciso citar o impacto que a motivação tem para a realização dos seus sonhos. Se você deseja chegar a um determinado lugar, mas não sabe exatamente o motivo pelo qual tem esse desejo, dificilmente se manterá motivado para prosseguir e enfrentar os obstáculos que poderão surgir ao longo do caminho. Sendo assim, recomendo que você repasse mentalmente os seus sonhos e enumere quais são as razões pelas quais deseja tanto que eles se realizem.

Ao fazer isso, estará criando um estoque de motivação para impulsioná-los a se realizar, então, o céu será o limite para a sua determinação e vontade de vencer. Quando estiver ouvindo de pessoas que você ama que o seu sonho é impossível ou estiver parado diante de um erro, relembre dessa lista para reconquistar a sua tranquilidade em buscar seus objetivos. Assim, irá renovar as suas energias e seguir adiante com força e coragem.

Gostou de entender o motivo pelo qual algumas pessoas têm mais facilidade para realizar sonhos e outras menos? Em qual grupo se encontra atualmente? Caso seja no segundo, acalme-se, pois sempre é tempo de mudar de atitude e adotar uma postura vencedora! Se gostou do artigo, compartilhe-o em suas redes sociais e passe a motivação adiante!

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/realizar-sonhos-diferencia-pessoas-que-conseguem-que-nao-conseguem/

Preciso Mudar Minha Vida! Por Onde Começar Essa Transformação?

Preciso Mudar Minha Vida! Por Onde Começar Essa Transformação?

Muitas pessoas sofrem com o dilema de ter bem claro o pensamento de “preciso mudar minha vida”, mas não têm ideia de como e por onde começar essa transformação. Assim, mesmo quando sabem o que está errado e precisa de conserto, têm dificuldades de encontrar um ponto de partida e fazer esta virada de chave. Pode parecer assustador no começo, mas acredite, esta insatisfação pode trazer muitas mudanças positivas à vida da pessoa em todos os aspectos.

Toda transformação exterior começa por uma transformação interior, ou seja, por um desejo profundo de mudança e evolução. Assim, mesmo que no início as respostas e os caminhos não estejam definidos, ao decidir caminhá-lo tudo vai se tornando mais claro como água límpida. Mas claro, para beber desta fonte, você precisa se permitir conhecer e viver novos ciclos em sua existência.

Preciso Mudar Minha Vida – 5 Passos Para Iniciar a Mudança!

Confira as dicas que listei para te ajudar a mudar a sua vida, deixar no passado o que te deixa descontente e construir o presente extraordinário que merece. Veja e coloque estas ações em prática:

Evite os Atalhos

Quando temos o desejo transformar algo em nossas vidas podemos nos afobar buscando soluções rápidas e imediatas. Porém, mudanças extremas exigem esforço igualmente grande, então não espere um botão mágico que irá te catapultar do ponto em que está para o ponto que deseja ir. Tudo acontece no momento certo, por isso tenha foco e paciência, pois as transformações que se mantêm são aquelas que conseguimos por meio de esforço e dedicação.

Planeje-se!

Entendendo que não há caminho simples e curto para promover uma mudança em sua vida, tire algum tempo para fazer um bom planejamento. Reflita a respeito do que exatamente você não gosta; como preferia que as coisas fossem e como pode mudá-las. Por exemplo, se o que te incomoda é estar acima do peso, comece estipulando o que seria o peso ideal. Tendo uma estimativa de quanto precisa perder faça uma lista de processos e ações que devem ser seguidos para conseguir os resultados desejados.

Crie Novos Hábitos

As mudanças de vida são difíceis no começo porque não estamos habituados a elas. Para que essa transformação seja menos traumática é importante estabelecer a criação de novos hábitos e comportamentos mais positivos. Ser metódico nessa fase de transição, entre o ponto em que se está e o ponto em que se quer chegar, é uma forma segura de desenvolver novas atitudes e mantê-las.

Tenha Automotivação

A palavra-chave para quem está desejando passar por uma transformação de grande dimensão é automotivação. Mantenha firme o pensamento de necessidade de mudança sempre que pensar em desistir. Se parecer mais difícil do que você pode aguentar, pense nos resultados a médio e longo prazo. Mesmo quando o objetivo final demora um pouco para ser alcançado, como o de emagrecer, você terá amostras de como será quando conseguir. Só o fato de sentir seu condicionamento físico melhorar já ajuda em sua motivação.

Projete o Futuro

Para solidificar a sua motivação pense em como será o seu futuro quando conseguir o que tanto espera. Se a transformação que você está promovendo é profissional, imagine como será quando conseguir a tão sonhada promoção. Enxergar o futuro com a transformação efetivada contribui para que você continue no caminho certo.

Concentre-se em você

Se você quer mudar o mundo, você deve começar a promover mudanças em você primeiro. Quando se trata disso, você controla apenas três coisas da vida: os pensamentos que você pensa, as imagens que visualiza e as ações que você realiza. Se você se concentrar em pensar positivamente, visualizar resultados mais bem-sucedidos e tomar medidas positivas para atingir esses resultados, terá a garantia de obter melhores resultados em sua vida pessoal e profissional. Não só isso, você vai impressionar e inspirar outras pessoas que querem experimentar melhores resultados em suas próprias vidas.

Comprometa-se com o auto aperfeiçoamento contínuo

Como dizia Gandhi: “Viva como se você fosse morrer amanhã. Aprenda como se você fosse viver para sempre. ” A alegria de aprender está no processo, não no resultado final. Quando você se dedica a uma vida de contínuo aprimoramento e crescimento, permanece curioso, aberto e em constante expansão. Isso não só torna sua vida mais interessante e significativa, mas também inspira outros a seguirem seus passos. E quanto mais pessoas escolherem melhorar continuamente em vez de permanecer em estado de estagnação, melhor será para o mundo.

Veja os desafios como oportunidades

As pessoas dizem que querem criar uma vida melhor para si, mas muitas vezes desistem ao primeiro sinal de problema. O caminho para o sucesso tem obstáculos e desafios – esse é um fato. Mas é no processo de superar esses obstáculos que você se torna capaz de criar o que deseja para a sua vida. Quando você cultiva a perseverança e acolhe desafios como oportunidades para crescer e expandir seu aprendizado – como se opor a desculpar-se a desistir e permanecer exatamente onde você está, você será capaz de alcançar muito mais na vida. E você vai motivar os outros a ter a confiança e perseverança para superar seus próprios obstáculos também.

Seja generoso com sua sabedoria

Imagine se todos em sua família desistissem de reclamar, assumissem total responsabilidade por suas ações e criassem a vida de seus sonhos. Ou se cada um na sua empresa praticasse os princípios de sucesso consagrados pelo tempo. Você pode ajudar a criar este mundo facilitando ativamente o crescimento dos outros. Você é capaz e tem tanta sabedoria para oferecer às pessoas em sua vida – e o maior presente que você pode dar a elas é compartilhar o que você aprendeu e ajudá-las a alcançar mais sucesso em suas próprias vidas.

Vá atrás dos seus sonhos – e inspire os outros a fazer o mesmo

Cada um de nós tem o poder de criar a vida que queremos, a vida que sonhamos, a vida que nascemos para viver. Cada um de nós merece cumprir todo o nosso potencial e manifestar nosso verdadeiro destino. Esse é nosso direito. Mas muitas pessoas não entendem isso. Eles acham que estão presos onde estão, sujeitos aos caprichos de um mundo cruel e indiferente, e que lhes falta a capacidade ou o direito de se libertar e criar uma vida melhor para si mesmo. Você pode mostrar que eles estão errados. Quando você vai atrás de seus sonhos e começa a viver a vida em seu mais alto potencial, você inspira os outros a fazer o mesmo. E isso terá um tremendo impacto no mundo ao seu redor.

 O Poder do Coaching na Mudança de Vida

processo de Coaching, com suas técnicas, métodos e ferramentas, é um poderoso aliado das pessoas que buscam uma mudança de vida sólida e feliz, ou seja, que realmente seja congruente com seus sonhos e suas metas e objetivos pessoais e profissionais. Portanto, se você busca uma transformação duradoura, congruente com seus valores e, especialmente, aprender como conquistar seus alvos de forma planejada, auxiliada e rápida, o Coaching é para você!

Uma transformação profunda só é possível quando o indivíduo percebe e diz a si mesmo “preciso mudar minha vida” e cria hábitos e uma mentalidade positiva, elementos que lhe ajudam a chegar a esse resultado. Mantenha sua motivação e ânimo firmes para conquistar seus objetivos!

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/preciso-mudar-minha-vida-transformacao/

Saiba qual é o perfil do profissional do futuro

Saiba qual é o perfil do profissional do futuro

As mudanças sociais e o advento de novas tecnologias interferem e modificam o mercado de trabalho constantemente. Não somente as empresas devem se adaptar aos novos cenários, como os próprios profissionais precisam estar preparados para oferecer as habilidades e capacitações exigidas no preenchimento de posições.

Considerando os setores em crescimento no Brasil e no mundo, especialistas consideram que o profissional do futuro será aquele com algum conhecimento voltado à globalização, envelhecimento da população, conectividade e sustentabilidade. Diante disso, muitas pessoas ficam em dúvida se devem investir em determinada especialização em vez de outra ou aprender determinado idioma em detrimento de outro, por exemplo.

O fato é que não é possível ditar exatamente qual será o cenário vivenciado pelo mercado de trabalho daqui há alguns anos e somente o investimento em capacitação técnica poderá não ser suficiente para fazer de você um profissional do futuro. Em um ambiente cada vez mais incerto e complexo, aperfeiçoamentos como esses poderão até ajudar, mas o que farão realmente a diferença serão as habilidades comportamentais. Entre elas, a ousadia, coragem e iniciativa para agir assertivamente são as mais valorizadas atualmente e que continuarão a ser, independentemente da área de atuação.

Como o amanhã se faz das atitudes do hoje, o profissional de sucesso é aquele que cria oportunidades, enxerga além do que todo mundo vê e trilha seu próprio caminho naturalmente, se tornando diferenciado e conquistando destaque. Nesse sentido, antecipar-se às necessidades do mercado é uma atitude interessante e favorável para o crescimento e evolução de sua carreira.

Se você deseja aumentar suas chances de ter um futuro promissor, é necessário acompanhar as constantes mudanças  e desenvolver continuamente suas habilidades. Isso permite que você tenha uma visão sistêmica a respeito do mercado e amplie suas possibilidades.

Características do profissional do Futuro

Analisando as modificações e tendências da atualidade, é possível identificar algumas características que você pode desenvolver para ser um profissional do futuro. Confira:

MULTIDISCIPLINARIDADE

É preciso que o indivíduo seja especialista em um nicho específico, para que ele tenha um nível de excelência acima da média, mas essa segmentação deve ser acompanhada de uma bagagem ampla de conhecimentos. O ideal é que o profissional saiba de tudo um pouco, o que estimula sua criatividade e capacidade de inovação.

CAPACIDADE DE LIDAR COM IMPREVISTOS

As novas tecnologias e outros fatores prometem ainda mais mudanças nos próximos anos. Por esse motivo, o profissional do futuro é aquele que sabe lidar com imprevistos, tem jogo de cintura para conduzir situações de forma positiva e está sempre preparado para propor soluções diante dos desafios comuns no cotidiano das organizações.

PROATIVIDADE

proatividade é uma das habilidades mais requisitadas do mercado de trabalho atual e, pelo visto, continuará sendo. Em um cenário de grande competitividade, as organizações darão preferência aos profissionais que tomam a iniciativa e contribuem constantemente com sugestões e ideias para ajudá-las a melhorar sua performance e se destacarem ainda mais no mercado.

BOA COMUNICAÇÃO

A tecnologia surgiu para acelerar os processos e resultados das organizações. Com ajuda da internet, é possível fazer reuniões e fechar negócios a quilômetros de distância, além de atingir um público mundial, sem estar presente em todos os locais. Apesar disso, as máquinas não substituem o poder do contato pessoal e da reciprocidade de sentimentos.

A tendência é que as empresas invistam cada vez mais em processos humanizados. O atendimento personalizado e o marketing de relacionamento são algumas consequências dessa mudança. Por isso, o profissional do futuro se comunica adequadamente, transmitindo a sua mensagem de forma eficaz. Ao mesmo, sabe ouvir e entender as necessidades de seus líderes, colegas de trabalho e clientes. Com isso, estabelece um bom relacionamento interpessoal.

DESENVOLVIMENTO CONSTANTE

O profissional do futuro deve estar atento a tudo que diz respeito a sua área de atuação, além de se autodesenvolver continuamente. Por isso, precisa manter-se atualizado, investindo em especializações e cursos de desenvolvimento humano que ajudem a aprimorar suas capacidades técnicas e emocionais, como o Coaching. Além disso, deve estar sempre pronto a aprender com as pessoas ao seu redor.

CRIATIVIDADE

As organizações valorizam profissionais que fazem mais do que o feijão com arroz e sempre estão inovando. A criatividade, portanto, é uma das principais habilidades do profissional do futuro, porque eles ajudam e continuarão ajudando a melhorar a performance das empresas em que atuam.

Para quem quer empreender, o empreendedorismo começa com uma ideia. Para ser bem sucedido, você precisa estar sempre pensando em novas ideias e a melhor maneira de executar seus projetos.

O profissional do futuro não deve estar satisfeito com a atual situação. Deve sempre pensar fora da caixa, procurando novas oportunidades, sempre uma nova solução. 

APAIXONADO PELO QUE FAZ

Fazer o que lhe dá retorno financeiro, nem sempre é fazer o que gosta. A verdade é que o segredo do sucesso e do profissional do futuro, é “gostar do que faz”. Ser apaixonado pelo seu trabalho. Essa é uma das características mais importantes para o seu sucesso. Sem paixão, não há solução! Não tem razão de ser qualquer tipo de negócio se você não botar amor no que está fazendo. 

Quando você ama o que faz e é dedicado no negócio, as possibilidades de dar errado minimizam. Coloque confiança em si mesmo e no seu negócio. Seja proativo. 

MOTIVAÇÃO

Como afirmou Steve Jobs, em uma entrevista: “Estou convencido de que cerca de metade do que separa os empreendedores de sucesso dos não bem-sucedidos é pura perseverança”.

Espelhados em sua paixão e ideias inovadoras, muitos profissionais dedicam longas horas de trabalho em busca de um negócio promissor. O profissional do futuro terá que ter essa habilidade. Ser autodidata, auto-motivado. Ter ideias inovadoras sempre (principalmente se for um empreendedor), ou seja, não esperar que alguém diga o que fazer, e sim fazer você mesmo o que tem que ser feito. Comandar seu tempo e como você gasta ele. 

OTIMISMO

Ser um profissional do futuro é ver sempre a positividade. Vale sonhar também! Ver o lado melhor em tudo e como o mundo também pode se tornar um lugar melhor. Eles nunca se detêm no passado ou no negativo. Em vez disso, eles se concentram em seguir em frente e estar no topo. 

Quando confrontados com desafios, esses profissionais não terão problemas impossíveis de resolver. Vão vê-los como grandes oportunidades. A crise financeira que assola o país é um exemplo de que muitos desses profissionais são resilientes e encontram ótimas oportunidades para empreender. Tudo isso faz com que eles se alimentem de energia para ir além. 

ORIENTADOS PARA O FUTURO

Estão com o foco para o futuro, em seguir sempre em frente. São bem orientados para seus objetivos e sabem o que querem, com exatidão. Como seus objetivos estão sempre bem definidos, é difícil para eles até perder esse foco. Tem uma visão extremamente forte e firme que os ajuda a impulsionar suas realizações. Sempre de olho na meta para não perder o caminho do sucesso. 

PERSUASÃO

Para ter sucesso nos negócios, você precisa conhecer negócios. Se você é perspicaz e sabe falar a língua do seu interlocutor, você terá grandes chances de ter sucesso como empreendedor. Especialmente quando estiver começando. Todo empreendedor precisa ganhar confiança daqueles que estão à sua volta para aprovação de sua ideia. E se é uma ideia com inovações, pode haver algum ceticismo aí antes de alguém querer investir dinheiro no seu negócio. Por isso que esse profissional terá que ser persuasivo para vender sua grande ideia. 

FLEXIBILIDADE

Ser flexível é adaptar-se a situações diferentes e desconhecidas para você. O profissional do futuro terá que acompanhar todas as inovações, inteligência artificial, etc. Talvez você mesmo precise colocar a mão na massa do que contratar um outro profissional para desenvolver pequenas tarefas para você. Mesmo que não vá trabalhar sozinho, e sim para uma empresa, é preciso ampliar esses conhecimentos. Estar sempre disposto e pronto, com mente sempre aberta e dispostos a mudanças. 

LIDAR COM CONFLITOS

No mundo dos negócios, os problemas são rotineiros. Saber não se esquivar dos desafios e conflitos é uma importante habilidade para o profissional do futuro. Ao invés disso, eles terão que enfrentá-los de frente e apresentar uma solução de forma bem eficaz. Também terão que saber aproveitar o que tem: tempo, dinheiro e esforço, com planejamento e um propósito. 

DECISIVO

Um profissional que procrastina não tem espaço no futuro de qualquer negócio ou empresa. Ele deve estar ciente do que tem que ser feito e o tempo que terá que finalizar cada passo. Aproveitar o dia e concluir o trabalho. Essa é sua missão. 

Em sua opinião, qual o perfil do profissional do futuro? Comente e compartilhe com seus amigos em suas redes sociais!

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/saiba-qual-e-o-perfil-do-profissional-do-futuro/

BAIXAR O PDF
close-link