Como Controlar a Ansiedade

Como Controlar a Ansiedade

A ansiedade é um estado caracterizado por apreensão, desconforto e insegurança, gerado através da expectativa de que algo ruim aconteça. Na grande maioria das situações, não há qualquer indício de que isso realmente irá se concretizar, contudo, para o indivíduo ansioso, o perigo é visto como iminente. Assim, esses pensamentos o levam a se sentir inquieto e tenso, o que acaba lhe causando diferentes tipos de sensações de mal-estar físico, além de comprometer diversas áreas de sua vida.

Os transtornos de ansiedade estão entre os mais comuns problemas ligados à saúde mental da atualidade. Possivelmente, isso se deve ao ritmo acelerado com que as coisas acontecem hoje, o que, consequentemente, influencia a rotina e a vida de grande parte das pessoas de todo o mundo, com destaque para o Brasil. Para se ter uma ideia, nosso país é o primeiro da lista no ranking de ansiedade, somando quase 19 milhões de brasileiros, o que equivale a 9,3% da população.

Se você é uma dessas pessoas, saiba que não está fadado a viver com a ansiedade, através do tratamento correto e de certas mudanças no estilo de vida, é possível controlar o problema e viver com tranquilidade. Continue acompanhando e saiba o que é preciso fazer para controlar a ansiedade e seus sintomas.

15 Atitudes para controlar a ansiedade no dia a dia

A primeira atitude que uma pessoa deve tomar ao se ver sofrendo com a ansiedade é procurar ajuda médica. É preciso que um profissional especializado analise o caso e defina como o tratamento se dará, o que pode ser por meio de medicação, sessões de psicoterapia ou ambos. Além de seguir todas as recomendações médicas, as atitudes a seguir podem contribuir para a melhora do quadro, confira!

1 – Mexa-se

A maneira mais simples e natural para reduzir a ansiedade é incluir a atividade física na rotina. A prática de exercícios eleva a produção da serotonina, substância química que aumenta a sensação de prazer e promove o relaxamento, o que é ótimo para deixar os pensamentos ansiosos de lado. Antes de começar, principalmente se está saindo de um estado de sedentarismo, é importante procurar um médico para que ele faça uma avaliação e verifique se está apto e se existe algum cuidado que deve tomar.

2 – Utilize técnicas de relaxamento

Pessoas ansiosas tendem a se estressar com mais facilidade, por isso, algumas alternativas interessantes para promover o relaxamento e o bem-estar incluem: acupuntura, ioga, meditação e, até mesmo, tratamentos homeopáticos e florais de Bach. Lembrando que nenhuma dessas medidas substitui as formas de tratamento tradicionais, principalmente em casos de transtorno de ansiedade mais intensos, e devem ser usados como complementos.

3 – Respire de modo consciente

A respiração conecta o corpo e a mente e se mostra como uma grande aliada no controle da ansiedade. Quando estiver se sentindo inquieto ou mesmo perceber que uma crise está se aproximando, pare o que estiver fazendo por alguns minutos e comece a respirar de modo consciente, sinta o ar entrando pelo seu nariz e saindo pela sua boca lentamente, observando os movimentos do seu abdômen. Esse tipo de respiração, chamada diafragmática, ajuda a reduzir a ofegância, a taquicardia e o tremor.

4 – Atente-se aos seus pensamentos

Você já se atentou à qualidade dos seus pensamentos? Saiba que essa é uma medida bastante importante, principalmente ao perceber que está à beira de uma crise de ansiedade. Quando notar que ideias negativas estão rondando a sua mente, pare, respire e se questione sobre o que é real e o que é fruto da inquietação que está sentindo. Assim, poderá mudar o foco dos seus pensamentos e dar a eles uma conotação positiva.

5 – Inclua alimentos com triptofano na sua dieta

O triptofano é o aminoácido precursor da serotonina, neurotransmissor que atua no cérebro regulando o humor, o sono, o apetite, o ritmo cardíaco, a temperatura corporal e as funções intelectuais. Por isso, é um grande aliado no controle da ansiedade e do estresse. Pode ser encontrado em alimentos como: banana, grão de bico, aveia, arroz integral, folhas verdes escuras, aves, sementes, entre outros.VOCÊ É FELIZ?

6 – Invista no poder dos chás

Os chás naturais são poderosos aliados para a redução e o controle da ansiedade. Algumas plantas como a passiflora, a melissa, a camomila e a valeriana possuem um efeito sedativo suave, e por isso podem ser administradas sem contraindicações. Apenas tome cuidado para não exagerar na quantidade, na dúvida, fale com o seu médico.

7 – Foque no aqui e agora

Quando uma pessoa foca no momento presente, a probabilidade de ela se sentir ansiosa diminui consideravelmente, porque passa a ter total ciência do que está acontecendo, em vez de se distrair com o passado ou o futuro, que é o que gera as crises de ansiedade. Desse modo, sempre que começar a se sentir inquieto, traga sua atenção de volta. Utilizar os seus cinco sentidos é uma maneira bastante eficaz de se conectar com o agora.

8 – Mantenha os ambientes organizados

Você sabia que manter os ambientes organizados ajuda a controlar a ansiedade? Isso mesmo, quando estamos em locais caóticos, com sujeira e objetos espalhados, os pensamentos ansiosos tendem a aumentar. Procure sempre manter os ambientes organizados, pois isso te ajudará a manter o equilíbrio e o autocontrole, além de otimizar seu tempo, já que não precisará passar horas procurando os itens que precisar.

9 – Conviva com pessoas que lhe façam bem

Estar com pessoas que amamos e temos afinidade faz toda a diferença em nossa qualidade de vida e em nosso autocontrole emocional. Por essa razão, procure fortalecer os relacionamentos que têm com os seus entes mais queridos. Evite que a correria do dia a dia faça com que percam o contato e se afastem. Estar com essas pessoas fará com que se sinta mais confiante, relaxado e, consequentemente, menos ansioso.

10 – Pratique o autocuidado

Dedique um tempo de seu dia para cuidar da pessoa mais importante de sua vida, você! Por mais que se preocupe com os seus amigos e familiares, saiba que cuidar de si é essencial para que se mantenha forte para continuar cuidando deles. Portanto, ouça sua voz interior e conheça suas necessidades. Direcione parte da sua energia para tornar reais os seus sonhos e planos. Invista em você!

11 – Seja leve!

Nosso humor é diretamente impactado pela qualidade de nosso estado interno, por isso, escolha sempre pensamentos que te deem a sensação de estar leve, sem aquele peso que a ansiedade gera, perceba o mundo sem julgamentos e sorria. O riso contribui para a cura emocional diária, trazendo mais positividade e equilíbrio para a sua vida.

12 – Confie em Si

Você é e sempre será a sua melhor companhia, pois, por mais que tenha pessoas especiais ao seu redor, existem coisas que elas não podem fazer em seu lugar. Acredite, ninguém estará mais do seu lado na vida do que você mesmo, então, invista nessa parceria e seja fiel à sua essência e aos seus valores. Você é merecedor de tudo o que o universo tem a lhe oferecer, por isso agradeça, entregue e confie.

13 – Seja congruente

Seus pensamentos e as suas ações precisam falar o mesmo idioma. Se você agir fora dos padrões do que seus valores pessoais dizem, ficará ansioso e poderá enfrentar episódios de crise. Portanto, pense sobre o que está por trás de cada uma das suas ações, reflita sobre quais são as suas reais necessidades e seja leal àquilo que acredita.

14 – Durma bem

Um dos momentos mais sagrados de nosso dia é quando nos deitamos para dormir. Por isso, antes de ir para o quarto, evite agitações, preocupações e desgastes. Lembre-se que você não pode controlar o mundo, mas pode gerenciar suas ações, pensamentos e sentimentos. Escolha ter paz e tranquilidade quando for se deitar para dormir, isso ajuda a controlar a ansiedade e, consequentemente, melhora a qualidade do sono.

15 – Conheça a si mesmo

Quem se conhece, sabe quais são seus limites, suas capacidades e consegue diferenciar um movimento de autossabotagem, esforço e dedicação. Quem se conhece, tende a se aceitar melhor e a agir sem culpa, demonstrando que tem autodomínio emocional. Quanto mais você se conhecer, mais poderá se curar e se potencializar. Invista no relacionamento consigo mesmo e veja o quanto a sua visão sobre as coisas poderá se transformar.

Quando se perceber ansioso, prestes a ter uma crise, busque dentro de si o motivo, a razão, o ativador mental que te fez perder o controle. Dessa forma, sabendo o que te incomoda, fica muito mais simples escolher a melhor ação para controlar o que está sentindo.

Aproveite para compartilhar este artigo em suas redes sociais e ajudar mais pessoas que estejam em busca de formas de controlar a ansiedade.

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/controlar-ansiedade/

Trabalhando o Pensamento Positivo

Trabalhando o Pensamento Positivo

O escritor Norman Vincent Peale afirmou que o pensamento positivo pode vir de modo natural para alguns ou ser aprendido e cultivado. Com isso, fica claro que ninguém está fadado a viver focando apenas nos problemas, pois é possível fazer essa escolha e, conscientemente, se tornar uma pessoa mais positiva. Na prática, isso representa desenvolver um novo mindset em relação a si mesmo, ao mundo e aos indivíduos à sua volta.

Contudo, é importante dizer que se trata de um processo, ninguém irá acordar um belo dia enxergando tudo de maneira positiva. A mudança deve partir de uma reprogramação mental verdadeira, que possibilite realmente ressignificar experiências negativas, dores, mágoas e valorizar as coisas boas da vida, mesmo nos momentos mais delicados. Continue acompanhando e saiba como iniciar essa transformação.

A importância do pensamento positivo

Atualmente, muito tem sido falado a respeito do pensamento positivo e da sua importância na vida das pessoas. Saiba que, mais do que uma simples “moda”, essa é uma grande verdade e que o modo com o qual você enxerga o mundo faz toda a diferença no seu comportamento e nas escolhas que fará ao longo da vida.

Se, por exemplo, uma pessoa duvida da sua própria capacidade e acha que nunca irá alcançar seus objetivos, possivelmente pouco irá se esforçar para se desenvolver, já que não terá nenhuma motivação para tal. Por outro lado, alguém que acredita em si e que tem um mindset positivo, certamente se sentirá mais estimulada a dar o seu melhor para realizar os seus sonhos.

Veja que não existe mágica nenhuma envolvida e sim apenas a mente, que é onde tudo começa. Se você é uma pessoa que tem o pensamento mais voltado para o positivo, tenderá a olhar mais para oportunidades e soluções do que para problemas. Caso ainda não tenha, saiba que sempre é tempo de iniciar essa transformação dentro de si e aprender a enxergar as coisas boas, mas, claro, sem deixar de considerar a realidade.

7 Dicas para trabalhar o pensamento positivo em sua mente

Como bem disse Norman Vincent Peale, o pensamento positivo pode ser desenvolvido e cultivado. Se deseja dar esse passo e iniciar essa transformação na sua maneira de enxergar o mundo, comece colocando as dicas a seguir em prática.

1 – Mude suas crenças limitantes

Todo indivíduo possui um conjunto de crenças que são formadas ao longo de sua trajetória. Se uma pessoa foi criada em uma família com problemas financeiros e aprendeu coisas negativas relacionadas a ele, possivelmente crescerá considerando que o dinheiro é algo ruim. Já outra que desde cedo aprendeu que dinheiro não é tudo, mas que não há problema em querer estudar e trabalhar para ter uma condição melhor, poderá ter uma relação muito mais saudável com ele.

Veja que existem crenças capazes de levar um indivíduo adiante e outras que podem impedir seu crescimento. Por isso o autoconhecimento é tão importante, porque através dele torna-se possível identificar essas crenças, a fim de mudar aquelas que estiverem te limitando e te impedindo de manter o pensamento positivo.VOCÊ É FELIZ?

2 – Ressignifique as experiências

Ressignificar é olhar para os acontecimentos ruins e buscar neles aprendizados e crescimento, saindo da posição de vítima para assumir o posto de aprendiz, sem se tornar vítima das circunstâncias. Permita-se deixar para trás suas dores e observar o crescimento que cada fato negativo te proporcionou. Então, ao dar um novo significado para suas experiências, conseguirá fortalecer cada vez mais o pensamento positivo e o foco nas coisas boas que estão ao seu redor.

3 – Sorria mais

Sorrir é um gesto simples, mas que tem muito poder, pois, além de desencadear sensações de prazer e bem-estar em nosso corpo, nos ajuda a relaxar e a enxergar o lado bom das coisas. Outro fato interessante é que quando você sorri mais para a pessoas, as estimula a retribuírem, dando início a uma corrente de positividade. Experimente espalhar sorrisos por aí e veja como isso pode fazer bem para você e para todos que convivem contigo.

4 – Exercite o perdão

Perdoar é essencial para se livrar-se de mágoas, dissabores, infelicidades e de rancores ligados a situações ou pessoas que, de algum modo, te feriram. O perdão alivia o coração e a mente de pensamentos ruins e liberta você daquilo que te fez mal. Também permite que se perdoe dos seus próprios erros e pare de desperdiçar suas energias se culpando por algo que ficou no passado. O perdão liberta e abre espaço para a positividade em sua mente e em seu coração.

5 – Mude hábitos que são prejudiciais

Você sabia que hábitos como sedentarismo, dormir pouco e se alimentar mal podem comprometer a sua positividade? Isso mesmo, tudo aquilo que compromete o seu bem-estar físico impacta diretamente no seu humor e no seu comportamento. Portanto, procure rever os seus hábitos para identificar os pontos em que pode melhorar. Comece com mudanças pequenas e vá aumentando gradativamente, então, quando perceber, terá alcançado uma melhora significativa.

6 – Cerque-se de pessoas positivas

Dizem que somos uma média das cinco pessoas com as quais mais convivemos. Se isso é realmente verdade não sabemos, contudo, é fato que somos fortemente influenciados por nossos amigos e familiares. Dessa maneira, conviver com um indivíduo negativo, que só reclama e vê problemas em tudo, pode te prejudicar, pois, além da influência, é provável que ele coloque defeitos nas suas atitudes e te desestimule a lutar por seus objetivos.

O melhor que você pode fazer é se cercar de pessoas positivas, que te incentivem a se desenvolver e a buscar ser cada vez melhor. E é importante que se lembre de fazer o mesmo por elas, assim, vocês irão formar uma corrente poderosa de apoio mútuo e positividade.

7 – Entenda que ser positivo não é estar feliz o tempo todo

Por fim, é importante que entenda que uma pessoa positiva não é aquela que está feliz o tempo todo e que tem a vida perfeita, simplesmente porque isso não seria possível. O conceito de pensamento positivo nada tem a ver com fugir da realidade, pelo contrário. A ideia está exatamente em encarar a realidade, porém, através de uma visão otimista, valorizando as experiências e o aprendizado que elas podem proporcionar.

E então, está pronto para começar o seu processo de transformação para fortalecer o pensamento positivo? Espero que sim e que essa mudança de mindset te traga muita motivação para que se torne a sua melhor versão.

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/trabalhando-o-pensamento-positivo/

Quais as diferenças de superação e motivação?

Quais as diferenças de superação e motivação?

Todos aqueles que buscam sair da sua zona de conforto e atingir resultados ainda melhores, tanto na vida pessoal como na vida profissional, precisam internalizar duas atitudes que são pontos de viradas na realidade das pessoas, que é a de superar desafios e a de se manter motivado. Podem parecer atitudes e conceitos distantes um do outro, mas em verdade eles estão lado a lado. 

A motivação e a superação andam juntas, pois a pessoa altamente motivada é capaz de se superar e alcançar resultados extraordinários. A motivação é um sentimento que estimula a força de vontade e o engajamento do indivíduo, para realizar suas atividades pessoais e profissionais com ainda mais entusiasmo. No sentido literal da palavra, significa ter motivos para agir. Assim, entende-se que manter-se motivado é fundamental para estar em movimento.

A superação, por sua vez, é o estado emocional que impulsiona o indivíduo a ir além de suas dificuldades e limitações. Superação é super/agir, ou seja, direcionar forças para ter um desempenho acima da média, entregando mais do que as expectativas esperam.

Tanto a motivação, quanto a superação andam de mãos dadas e devem estar interligadas no seu dia a dia. Um indivíduo conquista resultados extraordinários quando identifica com clareza suas motivações para se superar e ousar ir além!

Vou trazer a seguir informações muito úteis e importantes para as pessoas que desejam extrapolar ainda mais os seus resultados, através de um conhecimento maior sobre o poder que a superação e a motivação juntas podem conferir às suas vidas.

Como a motivação e a superação se interrelacionam?

Como já vimos anteriormente, a superação e a motivação são conceitos distintos e podem ensejar atitudes diferentes. Mas você reparou como elas são complementares uma da outra? Não? Então, observe, por exemplo, se uma pessoa estiver motivada, ela muito provavelmente vai conseguir superar obstáculos que achava que não conseguiria e, com isso, alcançar resultados ainda mais significativos e extraordinários.

Superar desafios sem estar motivado, não é impossível, mas é quase, pois se mostra muito difícil. Uma pessoa que não está motivada o suficiente muito provavelmente não lutará para ultrapassar aquilo que lhe impede de evoluir e crescer, uma vez que é a motivação que vai trazer as forças necessárias para que ela busque a autosuperação constante.

Ainda, tanto a motivação com a superação estão relacionadas ao fato de uma pessoa ser capaz de acreditar em si mesma. A motivação só vai se manifestar em pessoas que possuem a convicção de que são capazes de conquistar algo. O mesmo raciocínio vale também para a superação, ou seja, só consegue superar um desafio aqueles que acreditam em si mesmos, são otimistas e possuem força de vontade.

Como exercitar a motivação?

Uma boa forma de se ter uma vida mais leve e feliz é ter alinhamento entre as nossas tarefas do dia a dia com os nossos propósitos e objetivos. É possível, inclusive, definir que a nossa vida é acordar todos os dias e sair cumprindo atividades e responsabilidades que nos foram atribuídas, seja no seu trabalho, seja na sua vida pessoal. Agora imagina se todos os dias que você precisa se levantar para cumprir essas atividades e elas não estão nem um pouco alinhadas com os seus objetivos de vida? Esse processo vai se tornando cada vez mais desanimador, não é mesmo?!

Dessa forma, quando se tem um propósito de vida, você muitas vezes os transforma em sonhos e, para conseguir realizar esses sonhos, traça objetivos para alcançá-los. Assim, se mostra muito importante ter um planejamento de metas e objetivos que você deseja, para dar um check, estabelecendo objetivos de curto, médio e longo prazo. Ainda, vale lembrar que ter sonhos a serem materializados nos ajudam a manter acesa a chama da motivação.

Então, quando as suas tarefas diárias são condizentes com os seus objetivos que você traçou para conseguir materializar sonhos, você está diariamente trabalhando a sua motivação de continuar sempre conquistando mais e mais. De tudo isso, você consegue perceber que sonhar é uma ação essencial para que você exercite sempre a motivação dentro de si mesmo.

Em resumo, até aqui, sonhar se mostra essencial para que você continue a se manter motivado, ou seja, é um ótimo exercício para a motivação. Mas apenas sonhar se mostra insuficiente, é preciso aliar outros aspectos aos seus sonhos para que a motivação dentro de você não morra. Nesse sentido, é preciso também nutrir a sua autoconfiança e a sua autoestima. Mas o que isso quer dizer?

Bom, para se manter motivado é necessário que você acredite na sua capacidade própria de realização. Quem não possui autoconfiança e autoestima possui maiores dificuldades para conseguir tirar do papel as suas ideias e os seus objetivos, já que a falta dessas virtudes é capaz de aumentar ainda mais os obstáculos e os desafios percebidos por essa pessoa.

Além disso, alcançar objetivos pode ser um caminho marcado por renúncias. Mas é preciso lembrar que a vida exige equilíbrio, ou seja, é preciso ter prazer na vida também. Isso porque pessoas que não se divertem durante suas trajetórias, ficam mais cansados e consequentemente menos motivadas. Assim, ter momentos de distração também te ajudam a exercitar a motivação. 

Como exercitar a superação 

Quando você se encontra em frente a uma situação de adversidade, é comum que se sinta impotente, ou mesmo fraco. São muitas vezes emoções que não se consegue controlar. Ainda, você pode se deparar com outros fatores que vão ajudar a ensejar esses sentimentos em você, como pessoas que não desejam o seu sucesso, por exemplo. Inclusive, esse pode ser um momento para reavaliar os seus relacionamentos e perceber quais são as pessoas que de fato desejam o seu bem e agregam para o seu crescimento.VOCÊ É FELIZ?

Nesse sentido, para que você seja capaz de superar um desafio é preciso primeiro pensar que esses sentimentos negativos são passageiros e mesmo essa situação adversa é passageira. Lembre-se de se lembrar de nunca esquecer que nada é para sempre. Nesse sentido, a esperança se mostra como um grande consolo e uma alavanca para te impulsionar a sair desse estado em questão.

Ter esperança te ajuda a se sentir capaz de superar um desafio. E cabe aqui também dizer que a superação é motivada pela autoconfiança e a autoestima. Você consegue perceber como é importante acreditar em si mesmo? Esse é quase um princípio basilar da motivação e da superação. Quem acredita no seu próprio potencial é capaz de sair do estado adverso que se encontra e buscar transpor todo e qualquer tipo de desafio.

Além disso, saber analisar uma situação de dificuldade e perceber que isso pode te trazer algum aprendizado e ensinamento, é fundamental para exercitar a superação. Conseguir enxergar além do panorama atual pode ser um diferencial na hora de transpor um desafio.

Pense nisso e siga em frente sempre!

Mantenha a motivação no ambiente de trabalho

O profissional precisa se concentrar em suas atividades e prestar atenção aos pequenos detalhes de sua rotina para manter o foco, continuar produzindo e permanecer motivado, mesmo diante dos grandes desafios que o trabalho lhe impõe diariamente.

Vez ou outra, no entanto, momentos de desânimo e cansaço podem aparecer. Afinal, nada é perfeito, não é mesmo? Saber como lidar com esses elementos é fundamental para que a falta de motivação não seja uma constante que atrapalhe o seu desempenho no trabalho. Se isso está acontecendo com você frequentemente, é hora de ligar o sinal de alerta, avaliar o seu desempenho profissional e entender as razões para tanta desmotivação.

Se você, por sua vez, sente-se satisfeito com suas atividades e responsabilidades no ambiente corporativo, mas mesmo assim deseja melhorar e manter-se sempre motivado profissionalmente falando, confira algumas dicas simples de incorporar à sua rotina:

Concentre-se na organização

Não deixe que ambientes caóticos afetem a sua motivação e a sua produtividade. Concentre-se e comece a organizar as suas tarefas diárias por ordem de prioridade e urgência. Assim, fica mais fácil definir metas diárias, evitando que suas demandas se acumulem e que você acabe ficando estressado por conta da sobrecarga de tarefas.

Fuja da rotina

Determine as suas tarefas e o seu jeito de trabalhar. Você não precisa fazer tudo da mesma maneira sempre. Fuja da rotina incrementando novas ferramentas de gestão de tarefas, converse com seus colegas e entenda os métodos adotados por eles, para cumprir com as obrigações do dia a dia. Às vezes, a pessoa ao seu lado tem uma forma mais eficiente de fazer o mesmo trabalho e pode ajudar você a incorporar melhorias ao seu desempenho diário.

Inove

A melhor maneira de evitar que a rotina fique monótona é inovar. No ambiente corporativo é preciso ser inovador e inventivo, para saber como manter a motivação no trabalho todos os dias. Pare e pense: fazer as coisas sempre do mesmo jeito fará com que você gere sempre os mesmos resultados, logo, você não cresce, não surpreende, nem cria nada novo, fica estagnado. 

Para mudar e fazer com que algo novo aconteça na sua carreira é preciso fazer diferente! Preste atenção no que está acontecendo no mercado, incorpore tendências, mantenha-se informado e colabore com novas ideias e soluções. Assim os trabalhos também podem variar e se tornarem mais atraentes e produtivos.

Invista em sua automotivação

Faça as coisas por e para você. Os estímulos externos são importantes, é claro, mas o seu sucesso e sua motivação não devem ficar a mercê de fatores que fogem do seu controle. Cada um de nós sabe os motivos que nos levaram até o ponto em que estamos, fomos nós que percorremos uma trajetória de muito trabalho para realizar sonhos profissionais e pessoais. Então, busque na automotivação os estímulos que lhe motivam e que vêm de dentro de você, dos seus sonhos, metas, objetivos e dos desejos que almeja realizar.

Descanse

É importante deixar claro que estar motivado não quer dizer trabalhar à exaustão. Muito pelo contrário! Quando ficamos sobrecarregados ou não estabelecemos limites para a execução das tarefas do dia a dia, podemos ficar estressados e, consequentemente, desmotivados e improdutivos.

Lembre-se sempre se lembrar de nunca esquecer que você não é uma máquina e não deve agir como tal. É substancial buscar equilíbrio, ou seja, não trabalhar demais e nem de menos, já que é preciso focar em seu crescimento profissional, mas também é imprescindível cuidar da qualidade dos seus momentos de descanso e lazer. É neste tempo livre que você poderá desconectar, limpar a mente, relaxar e voltar pleno de suas capacidades e potencialidades ao seu trabalho.

Supere-se todos os dias

Direcionar as forças certas para ter um desempenho acima do esperado, entregando mais que as suas próprias expectativas, é um desafio que deve ser encarado todos os dias e que só traz benefícios à sua carreira. A máxima de “pensar fora da caixa” deve ser um hábito para você se superar todos os dias. Vá além do que esperam, mostre a sua capacidade de cumprir com as tarefas designadas a você, surpreenda com ideias para antigos problemas, com soluções e métodos mais produtivos de trabalhar.

Mas fique tranquilo, para isso você não precisará desdobrar-se ou “levar trabalho para casa”. É simples! Veja algumas dicas:

Encontre um objetivo

Quando você tem um propósito bem definido, fica mais fácil se preparar para momentos de dificuldade ou dúvida. Por isso, invista em sempre ter um objetivo em mente para diferentes tipos de ocasiões.

Comunicação

Para crescer, é preciso se comunicar. O seu sucesso e história de superação dependerá principalmente de como você se comunica. Pensando nisso, é importante trabalhar suas habilidades de relacionamentos interpessoais.

Fique atento

De nada adianta tudo o que comentamos acima se você for displicente aos detalhes. Evite desconfortos com o chefe e colegas de trabalho, preste atenção a todos os processos que envolvem o seu fazer profissional, mostre que você os acompanha e que se preocupa tanto com o suas conquistas pessoais, quanto com o sucesso e bons resultados da empresa que você representa.

Explicadas tanto as diferenças, como os pontos em comum e quanto a importância da superação e da motivação no seu dia a dia, é preciso que você combine os dois fatores de maneira que você sinta-se inspirado e motivado a conquistar seus bons resultados e sucesso profissional. Mantenha-se firme, aproveite estas ideias e motive-se sempre!

E aí, gostou do nosso artigo de hoje? Você se sente motivado a se superar cada vez mais? Aproveite e deixe aqui seu comentário sobre o que achou do nosso tema de hoje e compartilhe o conhecimento com seus amigos nas redes sociais.

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/quais-as-diferencas-de-superacao-e-motivacao/

50 frases de impacto para mudar de vida

50 frases de impacto para mudar de vida

Existem momentos em que a mudança se faz necessária, o que pode envolver a carreira, os relacionamentos ou mesmo o estilo de vida. Se está passando por isso, tenho a certeza de que irá gostar das 50 frases que irei compartilhar a seguir, cada uma delas irá te fazer refletir e te motivar a determinar os novos rumos que irá seguir.

Frases de impacto para mudar de vida e se reinventar

Você pode e deve promover uma mudança em sua vida se achar que isso é necessário. Afinal de contas, é esse o seu papel, dar o seu melhor para ir em busca do que te motiva e te faz feliz. Confira 50 citações que te farão pensar sobre o assunto.

1 – “Daqui um ano você desejará ter começado hoje a mudar sua vida.”

2 – “Você perde 100% das experiências que não vive.”

3 – “O maior erro que uma pessoa pode cometer em sua vida é deixar de agir exatamente pelo medo de errar.”

4 – “Ninguém nunca está velho demais para recomeçar e ir em busca de seus sonhos.”

5 – “Se você se arrisca a participar de uma competição, tem 50% de chance de vencer ou perder. Porém, se nem ao menos tentar, você já perdeu.”

6 – “Quando um barco possui um vazamento que não tem mais solução, é mais inteligente trocar de embarcação do que desperdiçar suas energias tentando consertá-lo.”

7 – “O mundo ao seu redor é fruto do seu pensamento, então, antes de tomar uma atitude para mudar sua vida, comece mudando o que pensa.”

8 – “A mudança faz parte da vida e tentar lutar com isso apenas te trará sofrimento. Deixe as coisas fluírem e aprenda a se adaptar para tirar melhor proveito das experiências.”

9 – “Mudar muitas vezes pode se mostrar doloroso, mas nada é mais sofrido do que ficar preso em um lugar ao qual você não pertence.”

10 – “Uma pessoa que não consegue mudar de ideia não será capaz de mudar nada.”

11 – “Tudo se mostra difícil em um primeiro momento, até que se torne fácil.”

12 – “Sempre há coisas muito melhores pela frente do que aquelas que deixamos para trás quando decidimos mudar.”

13 – “Crescimento e conforto não podem existir no mesmo lugar, é no desconforto que a evolução acontece.”

14 – “Qualquer tipo de mudança, mesmo aquelas que ocorrem para melhorar, geram algum tipo de desconforto.”

15 – “Quando penso que aprendi o modus operandi da vida, ela muda.”

16 – “Ontem eu era uma pessoa esperta e queria mudar o mundo. Com o tempo me tornei uma pessoa sábia e hoje quero me transformar.”

17 – “Tudo aquilo que você faz, faz a diferença. Por isso, é preciso que tenha claro em sua mente o tipo de diferença que deseja fazer.”

18 – “Saber o que deve ser feito acaba com qualquer medo que possa vir a sentir.”

19 – “O segredo do progresso é começar.”

20 – “A atitude que você toma hoje pode transformar todos os seus amanhãs.”

21 – “As oportunidades não se criam sozinhas, é sua a responsabilidade de criá-las.”VOCÊ É FELIZ?

22 – “Uma pessoa que não desiste jamais conseguirá ser derrotada.”

23 – “A motivação faz com que você comece algo, contudo, é o hábito que faz com que continue.”

24 – “Você está destinado a se tornar a pessoa que decide ser.”

25 – “Nunca deixe que as atitudes que você não pode tomar interfiram naquilo que você pode fazer.”

26 – “Muitas vezes, é preciso travar mais de uma batalha para alcançar a vitória.”

27 – “Tudo o que temos é o aqui e o agora e, se agirmos da maneira certa, será tudo o que precisamos.”

28 – “Nunca uma trajetória verdadeiramente significativa foi construída em caminhos fáceis de serem percorridos.”

29 – “Não tenha medo de ser fiel aos seus valores e ao que acredita, mesmo que isso signifique ficar sozinho.”

30 – “Quando você diz que algo é difícil, está afirmando que não é forte o suficiente para conseguir. Por isso, pare de dizer que as coisas são difíceis, aceite que são desafiadoras e que dará o seu melhor.”

31 – “Estou em busca de quem ainda não me tornei.”

32 – “Uma pessoa nunca conseguirá influenciar o mundo tentando fazer isso de propósito.”

33 – “Quanto mais forte for o vento, mais fortes são as árvores.”

34 – “Você tem o poder de dizer: não é assim que a minha história irá terminar.”

35 – “Quando as coisas parecerem embaçadas na sua vida, trate de ajustar o foco.”

36 – “Quando uma tragédia acontece, temos duas opções: perder a esperança ou encontrar nossa força interior.”

37 – “Às vezes, o melhor caminho não é consertar as coisas e sim começar de novo.”

38 – “Mostre seu respeito mesmo por aquelas pessoas que demonstram não merecê-lo.”

39 – “O sucesso acontece quando os seus sonhos se tornam maiores do que as suas desculpas.”

40 – “Todo fim é uma oportunidade para um novo começo.”

41 – “Mesmo quando não somos capazes de mudar uma situação, ainda somos capazes de mudar a nós mesmos.”

42 – “Sua vida é um reflexo dos seus pensamentos. Pense nisso!”

43 – “Se nada na vida mudasse, não existiriam borboletas.”

44 – “Não importa por quanto tempo você tenha percorrido uma estrada errada, em vez de se lamentar, simplesmente retorne e siga por outro caminho.”

45 – “Apaixone-se pelo aprendizado e nunca pare de crescer.”

46 – “Jogue com os seus pontos fortes. Se você não é bom em alguma coisa, compense fazendo mais daquilo em que é ótimo.”

47 – “A educação é a arma mais poderosa para promover uma grande mudança no mundo.”

48 – “Uma pessoa sábia se adapta às mudanças assim como a água se molda ao vaso que a contém.”

49 – “A cada minuto que passa tomado pela raiva, está perdendo 60 segundos de felicidade.”

50 – “O agora está cheio de alegria e felicidade, mas só conseguirá perceber se estiver atento.”

Qual das frases mais te marcou? Conte-me nos comentários abaixo e aproveite para compartilhar essas palavras de sabedoria em suas redes sociais para incentivar mais pessoas a abraçarem a mudança em suas vidas.

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/50-frases-impacto-mudar-vida/

Mapa Mental – Aumente sua produtividade

Mapa Mental – Aumente sua produtividade

Já percebeu que a desorganização pode ser um grande problema na realização de nossas tarefas diárias? Essa desorganização, que tanto nos atrapalha no dia a dia, pode ser do ambiente ou mesmo mental. 

Quando ela é física, ou seja, faz parte do ambiente, é fácil de dar um jeito, já que existem inúmeras ferramentas que podem ser utilizadas para melhorar o espaço, como caixas organizadoras, pastas de arquivo, ter um sistema de digitalizar documentos, devolver os itens para seus devidos lugares, entre outras técnicas.

Agora em se tratando de desorganização mental, você sabe o que fazer para lidar com isso? Você já reparou como isso afeta a nossa produtividade no dia a dia? Se repararmos bem, a desorganização mental pode ser percebida através da desorganização física dos ambientes em que vivemos. Quando ela se manifesta, um de seus reflexos será a bagunça mesmo do espaço em que estamos inseridos. 

Nesse sentido, se organizar mentalmente vai te ajudar também a ter espaços físicos mais organizados e vice-versa. Como falei, existem diversas técnicas para te auxiliar neste processo, entre elas está o mapa mental, que é assunto do artigo de hoje aqui do meu blog.

Continue comigo nesta leitura e saiba mais sobre esta poderosa ferramenta e como ela pode te ajudar a se organizar cada vez melhor em seu dia a dia!

O que é mapa mental?

Já reparou como a desorganização física pode te atrapalhar a realizar alguma tarefa de sua rotina. Isso acontece com as nossas ideias também e por isso que é muito importante conseguir se organizar mentalmente. 

Quando não há organização a possibilidade de perder o controle sobre atividades, pessoas, coisas, documentos, materiais, entre outros é muito maior. Se, por exemplo, você já teve uma grande ideia, ou planejou alguma coisa, mas não anotou, provavelmente se perderam no tempo ou caíram no esquecimento. 

Para evitar esse desperdício e para te ajudar a melhorar a sua rotina, vou te mostrar e ensinar um pouco sobre como o mapa mental pode contribuir para que  sua produtividade seja verdadeiramente potencializada em seu dia a dia. 

O mapa mental é um método de organizar ideias, imagens, palavras e pensamentos a partir de uma temática central. Seu objetivo principal é simplificar a compreensão de informações, contribuindo para o aumento do foco e da produtividade em diferentes tarefas no trabalho ou no dia a dia pessoal. Você pode desenvolver um mapa mental no papel, ou mesmo no seu celular, computador, tablet ou qualquer outro dispositivo de que disponha. 

A partir de uma ideia central, que você escreve em qualquer uma dessas ferramentas, você vai desenvolvendo ideias periféricas, ou fluxogramas, problemas e soluções, etc. Com todos esses desdobramentos, que surgem justamente de tal ideia, você é capaz de desenvolver um processo mais consciente, para a tomada de decisões.

Como falamos, a partir de uma ideia primária você vai desenvolvendo ideias e pontos correlatos e secundários. Claro que você pode fazer isso em um papel, mas dependendo da complexidade dessa ideia, pode ser necessário que você precise de muito papel e espaço, nesse caso a melhor saída é usar as telas digitais, que vão facilitar ainda mais esse processo.

Trata-se de uma técnica altamente eficaz, utilizada para facilitar e potencializar o aprendizado em diferentes contextos. O conceito de mapa mental foi criado em 1970, pelo psicólogo inglês Tony Buzan, com o intuito de facilitar a aprendizagem e a memorização, por meio da junção/organização de diversas informações em formato de diagrama.

Ou seja, o mapa mental é uma técnica para se organizar ideias, partindo do princípio de se utilizar uma estrutura de ramificações, que vai criar e demonstrar as associações que uma informação possui com a outra.

Benefícios dos mapas mentais

Já vimos alguns aspectos que demonstram a importância de se fazer um mapa mental. Mas vamos enumerar mais alguns para que você perceba a falta que o uso dessa ferramenta pode estar te fazendo no seu dia a dia, veja: 

  1. Facilitam a percepção e compreensão de inúmeros assuntos;
  2. Favorecem a memorização rápida;
  3. Auxiliam na organização de ideias e pensamentos;
  4. Ajudam no filtro de conceitos importantes;
  5. Favorecem o fluxo de ideias e a criatividade;
  6. Minimizam o estresse e a desmotivação, causada pela falta de organização e pelo acúmulo de informações recebidas diariamente;
  7. Aumentam a produtividade e a concentração;
  8. Reduzem substancialmente o tempo gasto com planejamento de projetos.

Dicas de como elaborar um mapa mental

Agora que você já conhece os benefícios que o mapa mental traz para a organização de ideias e informações, vou compartilhar com você um passo a passo, para que você possa começar a elaborar o seu agora mesmo. 

– Passo 1: Separe todos os materiais e objetos que você precisa para elaborar seu mapa mental. Você pode fazer uso de uma folha de papel, figuras e canetas coloridas, que favorecerão a compreensão do assunto a ser discutido no mapa.VOCÊ É FELIZ?

– Passo 2: Escolha o assunto ou o tópico principal que será discutido. Trata-se do tema central que será tratado no mapeamento mental. Faça disso o seu título do mapa e o escreva no meio da sua folha ou tela.

– Passo 3: Crie ramificações secundárias, com todas as ideias que serão desenvolvidas a partir do tema proposto inicialmente.

– Passo 4: É hora de desenvolver cada ideia proposta no passo anterior. Proponha conceitos, datas, prazos, definições e tudo aquilo que considera importante para seu mapa mental. O resultado deve ser uma espécie de gráfico hierárquico, em que, a partir de uma ideia central, são estabelecidos conceitos secundários, terciários e assim por diante. Separe cada um desses conceitos em cores diferentes, facilitando a visualização.

– Passo 5: Insira imagens, fotos, símbolos, formas, gráficos e todos os materiais relacionados a cada etapa do processo, deixando seu mapa ainda mais completo e com uma boa imagem de visualização.

– Passo 6: Revise e edite seu mapa mental sempre que possível. Pode-se considerar que ele nem sempre estará finalizado, pois a sua estrutura não linear permite que você adicione novas ideias ou informações sempre que precisar. Nesse sentido, é fácil adicionar novas ramificações sem que elas fiquem deslocadas do restante do material.

Seguindo esses passos que acabei de te mostrar, já dá para começar um excelente mapa mental, não é mesmo? Agora, vamos salientar algumas diretrizes que você deve considerar também antes de começar a fazer o seu mapa mental. Veja:

  1. Quando você for começar a criar o seu mapa mental, é importante ter em mente qual é a situação central que você deseja retratar, quais são as fontes que vão cercear essa situação e qual o objetivo dele. Para você entender melhor, pense no seguinte: a situação do seu mapa mental é entender um problema do seu trabalho mais a fundo, as informações secundárias serão os indicadores da empresa, que vai ser a sua fonte, e o seu objetivo com esse material é pensar em uma solução para o problema.
  2. O início do mapa mental se dá sempre com o título. Ele é o tema central do seu mapa. O ideal é escrever ele no meio da folha ou tela que você estiver utilizando. É recomendado fazer um círculo em volta dele.
  3. Com o título circulado do mapa mental, você deve começar a puxar ramificações, que serão as informações secundárias, que derivam do seu título. O ideal é escrever apenas uma palavra chave por ramificação. 
  4. É recomendado, também, utilizar várias cores diferentes para construir um mapa mental e que de certa forma se relacionem com o seu tema. Ainda, é bom associar ramificações que fazem parte do mesmo subtema com a mesma cor. Por exemplo, se você vai fazer um mapa mental sobre ideias para melhorar a reciclagem do lixo que é gerado na sua empresa, vale usar as cores da coleta seletiva de lixo, por exemplo, que são azul, verde, vermelho e amarelo. 
  5. Para melhorar ainda mais a visualização do seu mapa mental, você pode utilizar também recursos gráfico, isso vai auxiliar na associação de ideias e na memorização.
  6. O mapa mental é um método que você pode usar para tirar vários benefícios e, assim como qualquer outra atividade que você realize, quanto mais você treinar e realizar determinada atividade melhor será seu desempenho nela. Nesse sentido, quanto mais você praticar a elaboração de mapas mentais, melhor será a sua organização de ideias através desse método. 

Por que é bom fazer uso de um mapa mental?

Como já falei anteriormente, o mapa mental organiza ideias e conteúdos de maneira mais harmônica e de mais fácil compreensão. Além disso, existem outros pontos que se demonstram vantajosos sobre o uso do mapa mental! Vejamos:

  • É um modelo flexível: o mapa mental permite que você adicione novas ideias e informações sempre e não perca as anteriores.
  • É fácil de organizar e de lembrar: ele propõe que organizemos nossas ideias da mesma forma que o nosso cérebro faz, que é através de associações e, por isso, é mais fácil entender e memorizar as ideias que se coloca na ferramenta.
  • Oferece uma boa visualização das ideias: é recomendável incluir símbolos, imagens, setas, fluxos, desenhos, várias cores, etc. em um mapa mental, pois são artifícios que ajudam em uma melhor visualização e clareza das ideias. 
  • É bastante instintivo: fazer um mapa mental não tem uma fórmula única e que será igual para todas as pessoas, já que vai variar de acordo com as experiências de cada um. Por isso, ele é bastante instintivo, especialmente depois que você começa a fazer alguns. 
  • Possui clareza explicativa: o mapa mental é uma ferramenta que permite que as ideias sejam transmitidas de maneiras mais claras, isso pode facilitar bastante momentos de trabalhos em grupo, por exemplo. 
  • Pode ser colaborativo: fazer mapas mentais para melhorar a sua organização de ideias próprias é um excelente artifício, mas nada impede que ele seja feito por várias pessoas. Nesse sentido, o mapa mental se mostra uma excelente ferramenta de trabalho em equipe, inclusive, nesse caso, é possível adquirir diversas perspectivas sobre a ideia central na qual se está trabalhando.

Diferentes aplicações dos mapas mentais

Ao contrário do que muitos pensam, o mapa mental não é aplicado somente no ambiente organizacional. Confira outras situações em que o método pode ser muito útil:

Para estudantes

Os mapas mentais são ótimos aliados na construção de planos de estudos para concursos e provas, e para a preparação de trabalhos, seminários e apresentações, ou mesmo para se fazer anotações em salas de aulas, substituir o caderno e para memorizar palestras, seminários e discursos.

Desenvolvimento pessoal

Os mapas contribuem na construção de um planejamento pessoal, lista de prioridades, definição de objetivos e metas, solução de problemas, planilha de orçamentos, entre outras coisas do âmbito pessoal.

Gestores e líderes

O mapa mental pode auxiliar um líder na elaboração de projetos, delegação de tarefas, diretrizes organizacionais, atividades rotineiras, reuniões, planejamento e urgências, definir metas de curto, médio e longo prazo para um objetivo, encontrar soluções, diagnosticar a causa de um problema e por aí vai.

Profissionais

Os mapas mentais podem contribuir na distribuição das tarefas diárias, controle das atividades executadas, organização de projetos, estímulo da criatividade e produtividade, fazer brainstorming, entre outros.

Organização pessoal, social ou familiar

Os mapas mentais podem ser ótimos aliados para o controle de despesas, lista de orçamentos, compras mensais, organização e distribuição de tarefas domésticas e melhor controle da rotina familiar.

E você, já criou ou desenvolveu algum mapa mental? Em que situações ele foi útil para você? Se ainda não fez um mapa mental, depois desse artigo pretende usar? Aproveite e deixe aqui seu comentário sobre o que achou deste conteúdo e compartilhe esse conhecimento com seus amigos em suas redes sociais. 

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/mapa-mental-aumente-sua-produtividade/

BAIXAR O PDF
close-link