Frases para Currículo – Como se Destacar

Frases para Currículo – Como se Destacar

Como fazer um currículo atraente? Quais frases para currículo são mais ou menos atrativas? Estas são algumas dúvidas de dez entre dez candidatos a uma colocação no mercado de trabalho. Não por acaso, pois esta é uma preocupação extremamente relevante, já que entre tantos currículos que os recrutadores recebem, vão se destacar apenas aqueles que apresentarem, de forma coesa e objetiva, as competências do profissional.

Neste sentido, escolher as frases certas para serem inseridas no curriculum, também é um fator determinante quando buscamos uma vaga. Este é aquele ingrediente a mais que explica porque o profissional deve fazer parte da equipe de colaboradores da empresa e que pode levá-lo a ser chamado para uma entrevista.

Assim, hoje trouxe alguns exemplos de frases e palavras que podem aumentar as chances do seu currículo se destacar e lhe dar grandes chances de voltar ao mercado ou mesmo iniciar sua carreira.

E para facilitar ainda mais este processo, compartilho com você modelos de currículo, que vão aumentar ainda mais as suas chances de conseguir a colocação que tanto almeja.

Exemplos de Frases para Currículo

Investir na elaboração de um currículo que seja atrativo e se destaque em meio a tanto durante um processo seletivo é um dos primeiros grandes desafios ao qual o candidato se depara na hora de se habilitar à uma vaga de emprego.

Aqui vão algumas frases que podem ser inseridas no seu currículo e que podem te ajudar ainda mais neste processo:

  • Gostaria de fazer parte da equipe de colaboradores desta empresa porque desejo crescer profissionalmente e colaborar com meus conhecimentos, habilidades e competências para o crescimento da organização.
  • Busco novos desafios em minha carreira e uma colocação no mercado, pois desejo continuar a desenvolver minhas habilidades e colaborar com os meus conhecimentos e experiências para a construção de grandes resultados nesta empresa.
  • Busco uma vaga no mercado de trabalho, numa empresa onde eu possa me desenvolver profissionalmente, demonstrar minhas competências e habilidades, técnicas e emocionais e, em conjunto com os meus colegas e gestores, eu possa colaborar para o crescimento da organização e do grupo.
  • Procuro uma nova colocação no mercado para colaborar com meus conhecimentos e habilidades e utilizar minha vasta experiência para maximizar ainda mais o crescimento da organização.

Estas são frases um pouco mais genéricas, que podem se encaixar no currículo de grande parte dos profissionais. Entretanto, para aqueles que estão em busca do primeiro emprego, ou seja, têm pouca experiência, as frases que podem ser inseridas neste contexto podem ser a seguintes:

  • Em busca de um primeiro emprego, me coloco à disposição desta empresa para contribuir com o seu crescimento, por meio da função a qual serei designado.
  • Buscando minha primeira oportunidade profissional, desejo fazer parte da equipe de colaboradores da empresa, para que, com isso, eu possa desenvolver minhas habilidades e também contribuir, através de constante aprimoramento, para os resultados da mesma.
  • Com bastante interesse e comprometimento, estou em busca do primeiro emprego, com o objetivo de iniciar minha carreira profissional e, com isso, colaborar para o aumento dos resultados organizacionais desta empresa.

Estes são alguns exemplos de frases que podem ser colocadas nos objetivos profissionais de seu currículo. Entretanto, você também pode criar seus modelos e detalhar, em poucas palavras, porque você gostaria daquele emprego, colocando pelo menos duas razões para você ser contratado.

Lembre-se, a frase que for elaborada, precisa ser curta e sintetizar, em duas ou três linhas o seu objetivo com o cargo pretendido na empresa.

Para que você tenha ainda mais clareza na elaboração, não só da frase, mas também do currículo como um todo, compartilho com você modelos de currículos que você pode utilizar a ter ainda mais chances de conseguir a vaga que tanto deseja.

Dicas para montar um bom currículo

Aprender a fazer um currículo atraente também deve ser uma das preocupações de todo profissional que busca uma recolocação no mercado de trabalho. Junte a isso a necessidade de destacar suas principais experiências e resultados, bem como os cursos e competências mais compatíveis com a vaga que você sonha e que agregar ainda mais valor à sua carreira.

Veja agora algumas dicas para elaborar um currículo irresistível e que vai ser escolhido por todos os departamentos de Recursos Humanos pelos quais ele passar:

Comece pensando na importância deste documento

Antes de começar a elaborar o currículo é fundamental ter em mente a sua importância, pois isso vai facilitar ainda mais o seu processo de montagem. Acontece, que ele é sua chave de acesso à empresa para a qual você deseja prestar serviços, sendo assim, é essencial que siga regras que vão aumentar as suas chances de ser convocado para a próxima etapa, ou seja, para a entrevista com o recrutador.

O layout ideal

Neste quesito, a premissa básica que deve ser levada em consideração é de que menos é mais. Ou seja, quanto mais você investir na simplicidade, em disponibilizar as informações de maneira simples e coesa, sem muitos exageros, maiores são as chances de que seu currículo chame a atenção do que recrutador que está fazendo o processo de seleção e triagem.

Lembrando que, para vagas das áreas de design, publicidade e propaganda, entre outras neste perfil, é necessário que seja feita uma adaptação, deixando a sua construção um pouco mais moderna e chamativa.

Outro ponto-chave é fazer a adaptação dos modelos de currículo a cada contratante, pois este é um cuidado que a pessoa deve ter, tanto antes de enviá-lo como de entregá-lo pessoalmente numa empresa.

Atenção para a revisão

Depois de escrever o currículo, colocando-o na estrutura ideal relacionada à área que você deseja atuar, é chegado o momento de investir em revisão. É importante que você pare por um tempo e veja se tudo o que escreveu e inseriu em seu currículo está correto, se não tem informações a mais ou a menos, e, principalmente, se não existem erros de português, pois eles podem ser eliminatórios também.

Lembre-se de baixar gratuitamente os modelos de currículo que elaboramos para que você tenha ainda mais chances de conquistar a vaga dos sonhos!

Qual a estrutura ideal?

Além das dicas acima, é importante também que você qual a estrutura ideal, ou seja, por quais informações deve iniciar a elaboração de seu currículo e quais devem vir ao final dele.

Dados pessoais

Nome completo, telefone residencial e celular com DDD, e-mail, endereço e idade, são algumas das informações que vão dizer um pouco sobre você logo no início do currículo. São estas informações que o recrutador vai utilizar para entrar em contato com você, caso você tenha perfil para a vaga, para marcar entrevista ou lhe enviar alguma espécie de teste por e-mail, por exemplo.

Sendo assim, muita atenção para colocar os dados de maneira correta.

Objetivo profissional

Após apresentar os seus dados pessoais, é importante que você diga, em poucas palavras, qual objetivo profissional deseja atender ao se candidatar à vaga em questão. Esta informação é importante para que o recrutador entenda o que você pretende ao ingressar na empresa e se seus anseios estão de acordo com os objetivos que a própria organização deseja alcançar através de você enquanto candidato.

Formação acadêmica

Logo em seguida, você pode incluir no currículo as informações relacionadas à sua vida acadêmica, para que assim o recrutador saiba em qual nível de escolaridade você se encontra e se este está de acordo com o perfil da vaga pretendida.

Assim, ao inserir estes dados, você pode começar pela graduação que você fez, seguida da instituição de ensino, finalizando pelo mês e ano de início e conclusão.

Histórico profissional

Este é um dos pontos que mais vão chamar a atenção em seu currículo, uma vez que é o que os recrutadores mais têm interesse de saber. Sendo assim, as informações que você vai colocar devem ter a seguinte ordem: a empresa para a qual você prestou serviços, o período de atuação em cada cargo, o cargo ou os cargos em si e as responsabilidades desempenhadas.

Qualificações profissionais

Finalizando a confecção do currículo, este é o momento em que você vai falar um pouco mais sobre suas principais habilidades, competências e as qualificações que adquiriu ao longo de sua carreira. Além disso, aqui você vai incluir também, informações como idiomas que fala, bem como cursos de aprimoramento que tenha realizado.

Além desta estrutura, você pode contar também com os modelos de currículo que construímos pensando em te ajudar a dar um up na sua carreira.

O que não deve ter

Já que falamos, até agora, de tudo o que é essencial para um currículo de qualidade, vamos agora focar naquelas informações que são completamente dispensáveis e que podem prejudicar os objetivos que você tem interesse de alcançar.

Excesso de informações

Este é um ponto ao qual se deve ter bastante atenção e cuidado. Acontece que, informações às quais você deve se ater, na hora de elaborar um currículo que seja realmente atraente, são aquelas que vão contribuir para que você consiga de fato ser chamado para um entrevista, ou seja, informações que tenham a ver com o cargo e as funções que irá desempenhar.

Sendo assim, é importante evitar incluir experiências profissionais ou qualificações que só servirão para que o seu currículo fique extenso, mas bem pouco efetivo e assertivo no final das contas.

Erros de português

Como eu disse anteriormente, este é um ponto que pode ser eliminatório no processo de análise de seu currículo. Sendo assim, é fundamental que seja feita uma revisão antes que você o envie aos recrutadores. Se você estiver inseguro com a sua revisão, peça para que colegas possam te ajudar nesta missão. O que não pode acontecer é enviar um documento repleto de erros na escrita.

Fotos

Fator que gera bastante dúvidas e até mesmo um pouco de polêmica, a foto no currículo só deve ser incluída caso seja realmente solicitada nos requisitos do processo seletivo, caso o contrário, nada de pecar pelo excesso.

Ainda falando sobre a foto no currículo, esta deve ser adequada, ou seja, uma 3×4 que transmita uma mensagem profissional.

Nada de inventar informações

Você pode ser daqueles que acham que o papel aceita quaisquer informações, entretanto, é importante tomar bastante cuidado com este pensamento. Digo isso, pois quando o candidato inventa informações, como qualificações e experiências profissionais, ele corre um grande risco, pois tem grandes chances de ser desmascarado mais rápido do que imagina.

Acontece, que ele pode até ser convocado para a entrevista, e mesmo que seja aprovado nesta, o que pode ser algo bastante difícil, já que os recrutadores estão preparados para identificar se o profissional está mesmo apto ou não a assumir as responsabilidades do cargo, no dia a dia, quando tiver de executar as atividades relacionadas à sua função, ele não vai saber o que fazer, o que causará uma impressão negativa, não só em quem o contratou, mas também nos colegas que estão ao seu redor.

Sendo assim, nada de ceder ao desespero de não estar encontrando uma vaga. Opte sempre pela verdade e na hora certa a vaga certa também vai surgir para você.

Como se trata de um tema que causa muitas dúvidas na cabeça dos profissionais, fiz questão, neste artigo, de deixá-lo o mais completo possível, compartilhando dicas que considero fundamentais para que você alcance os objetivos que tanto almeja em sua carreira.

É o caso dos modelos de currículo que você pode clicar aqui e fazer o download gratuito agora mesmo! Eles vão ajudá-lo a ser ainda mais assertivo e conquistar com muito mais rapidez a vaga que deseja.

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/frases-para-curriculo-como-se-destacar/

Qual a diferença entre trabalho em equipe e trabalho em grupo?

Qual a diferença entre trabalho em equipe e trabalho em grupo?

Você sabe qual é a diferença entre trabalho em equipe e em grupo? Pensando superficialmente pode parecer que estou falando da mesma coisa, mas não se engane, pois existem sim grandes diferenças. Se você ainda não sabe qual é a diferença é só continuar lendo o artigo para descobrir!

Descubra a diferença entre trabalho em equipe e em grupo

Resumindo, trabalhar em grupo, é executar atividades de modo isolado e descoordenado. Ao contrário de trabalhar em equipe, em que há senso maior de integração e organização, todos reconhecem a importância um do outro, valorizam seus diferenciais e usam em favor de todos.

Para que os conceitos fiquem ainda mais claro, vou colocar alguns exemplos para você conferir. Acompanhe!

Como é isso na prática

Lembra-se de como era fazer um trabalho em grupo na época do colégio? Vou contar um pouco da minha experiência e do que já acontecer. Vamos lá!

Depois que o grupo estava formado era hora de dividir as funções: a parte do livro que cada um deveria ler e assim por diante. Com essa etapa concluída, cada um iria para a sua casa para realizar as atividades. No dia marcado, era só juntar as partes, entregar o material para o professor esperar a nota.

Embora tivéssemos um objetivo em comum, o fato é que cada um fazia seu trabalho de modo isolado, sem entender ao certo o que o outro fez. Não havia realmente um senso coletivo e uma noção de que aquilo era importante para todos. Tanto é, que sempre tínhamos um ou outro colega que não fazia sua parte e sobrecarrega os demais.

Já o trabalho em equipe era bem diferenciado. Nele todos os membros têm funções e atividades bem definidas e, juntos, tem que construir o resultado. Se um não fizer sua parte, todos perdem, e quando todos dão o seu melhor e se complementam mutuamente, a vitória é certa.

Um bom caso para representar esse tipo de tarefa, é o trabalho que deveria ser apresentado. Como todos do time deveriam falar na frente de toda a sala, tínhamos que nos reunir antes para treinar o que cada iria falar.

Vamos dar outro exemplo dos tempos de escola. Você participava ativamente das aulas de educação física? As equipes esportivas de vôlei e futebol, por exemplo, geralmente amavam esportes e tinham prazer em competir juntos.

O espírito de equipe era o que unia os atletas e os fazia buscar sempre triunfar. Com o auxílio do líder, técnico ou coach, os jogadores tinham, dentro de fora de campo, o direcionamento necessário para seguir uma estratégia, atacar e defender do momento certo, e marcar o gol ou o ponto.

Nos esportes coletivos vemos o trabalho em equipe mais claramente. Quando algo vai mal com um dos atletas, a equipe deve renovar suas energias e autoconfiança para trazê-lo de volta à ativa.

Agora vamos transferir essa ideia para o mundo corporativo. Quando realmente queremos trabalhar em equipe unimos nossos conhecimentos, experiências e habilidades para alcançar resultados extraordinários. No fim das contas, esse é um processo extremamente rico para todos os participantes e também para a entrega final, que será mais completa.

E agora?

Depois de ler o artigo, você entendeu o que por que esses conceitos são desiguais? Sabendo de tudo isso, como você trabalha hoje em dia: em equipe ou em grupo? Antes de responder às questões acima, reflita se essa é o jeito que mais se encaixa com o seu cotidiano profissional.

Agora é hora de seguir em frente e tomar as rédeas da própria vida. Pense sobre como você prefere trabalhar. E como vai atuar a partir de agora que você tem mais conhecimento. É importante ter consciência de mudar é importante e, às vezes, até essencial. Mas, por que as pessoas têm medo da mudança?

É normal que a mudança traga um pouco de medo, pois foge da zona de conforto. Tudo que sai do combinado ou que acontece de um jeito diferente do previsto pode assustar a maioria das pessoas. A mudança exige que você trilhe o caminho com mais cuidado, observando cada passo e mantendo a atenção ativa para aprender coisas novas a todos os momentos.

É justamente nesse caminho que você aprende a refletir de forma diferente e sobre assuntos diferentes. No meio de todos os seus pensamentos, é importante que você considere o modo como trabalha.

Entender se você está executando suas atividades com efetividade, qualidade, assertividade e produtividade é o primeiro passo. Caso você chegue a conclusões negativas, é hora de repensar suas habilidades técnicas e o seu método de trabalho. Talvez você precise se comportar em equipe e não grupo. Porém, se você tiver tirado conclusões positivas, talvez é o momento de melhorar ainda mais o processo. Por que não ser ainda mais eficiente, não é mesmo?

No fim das contas, tudo é um processo de evolução. Uma maneira interessante de iniciar o seu é entendendo a programação neurolinguística. Essa é uma área da ciência desenvolvida pelo autor Richard Bandler e pelo psicólogo John Grinder, nos anos 70, nos Estados Unidos. Eles chegaram a teoria de que todo o ser humano possui 3 pilares: os processos neurológicos, a linguagem e o comportamento. Ainda segundo eles, se esses pilares se conectarem em prol de um objetivo, há mais chance de que você consiga alcançá-lo.

Para quem ficou interessado, há a formação Programação Neurolinguística (PNL), em que essa ciência é desenvolvida de forma minuciosa. Além de entender mais sobre o estudo, você aprende a ser a melhor versão de você mesmo. Para chegar a esse nível de maturidade você pratica exercícios essenciais como o autoconhecimento, a inteligência emocional e a autoestima.

Que tal começar essa transformação na sua vida agora mesmo? Faça uma lista do que precisa fazer para mudar e comece agora mesmo! Analise a si mesmo e invista no seu desenvolvimento pessoal e profissional. Com certeza, você se sentirá melhor, entregará um trabalho mais completo e ainda será mais querido pelas pessoas.

Gostou do artigo? Comente sua opinião abaixo!

Até a próxima!

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/qual-a-diferenca-entre-trabalho-em-equipe-e-trabalho-em-grupo/

Não Tenha Medo da Mudança

Não Tenha Medo da Mudança

Mudança é uma palavra que assusta muita gente e, se esse é o seu caso, eu te convido a refletir sobre o assunto enquanto faz a leitura deste artigo. A vida é formada por ciclos e, certamente, você já iniciou e encerrou vários deles. Por mais que, no início, possa ter se assustado, tenho certeza que conseguiu superar todos os desafios que surgiram. As pessoas têm medo da mudança porque ainda não se deram conta dos benefícios que uma transformação pode trazer. Vamos entender melhor este tipo de receio e porque é tão importante abrir-se ao novo.

Por Que as Pessoas Têm Medo da Mudança?

A principal razão que faz com que as pessoas tenham medo da mudança é porque se trata de algo desconhecido e existe uma ideia de que o que não se conhece é negativo. Assim, por uma questão de autoproteção, muitos se deixam levar por ideias e sentimentos limitantes, que fazem com que acreditem que mudar é ruim e, com isso, se esquecem de que essa também pode ser uma grande oportunidade para evoluir e ser mais feliz.

O medo do desconhecido e de sair da zona de conforto é capaz de fazer com que os indivíduos fiquem inertes e passem a vida mergulhados em frustrações. Se você tem o sonho de abrir um negócio, terminar uma relação desgastada e infeliz, comprar um imóvel, viajar pelo mundo, sair da casa dos pais, mudar de emprego ou qualquer outra coisa que lhe seja importante, permita-se ser guiado por seu desejo e não deixe que o medo te bloqueie e te impeça de agir. Não tenha medo da mudança, mas sim de passar a vida da mesma maneira, apenas sonhando com o que gostaria de conquistar e de não realizar absolutamente nada.

Entenda que nem sempre uma mudança causada pelo fim de algo é ruim, uma demissão ou um término de relacionamento, por exemplo, podem ser o início de uma grande e maravilhosa transformação, daquela virada de chave que ansiava há tempos. Ao adotar uma postura positiva, terá motivação para agir, aprender a aproveitar e, também, a criar oportunidades de evoluir e se desenvolver.

Como Se Curar do Medo da Mudança

A principal atitude a ser tomada para que consiga perder o medo da mudança é adotar uma postura positiva e tentar enxergar as vantagens que isso lhe trará. Além disso, existem pequenas ações que, juntas, são capazes de grandes transformações que te ajudarão a encarar o novo de forma mais receptiva e, assim, aproveitar tudo de bom que ele possa proporcionar.

Reflita: pare para refletir sobre o incômodo que sente quando uma mudança acontece e se vê forçado a sair da sua zona de conforto. Aceitar que o medo existe é o primeiro passo para entender as razões para isso e, assim, eliminá-lo de uma vez por todas da sua vida e abrir-se para novas possibilidades.

Objetivos: ao invés de apenas sonhar em conquistar coisas novas, transforme-as em objetivos e defina metas para alcançá-las. Ao adotar essa nova visão, verá como sua atitude irá mudar e passará a tomar a iniciativa para buscar as mudanças e realizações que deseja.

Fale: falar sobre o que se sente é uma ótima maneira de conhecer e entender melhor os próprios sentimentos. Procure um amigo ou familiar em quem confie e se abra, fale a respeito do que está sentindo, suas inseguranças e angústias, isso irá te fazer muito bem e o ajudará a enxergar as mudanças com mais positividade.

Conselhos: além de desabafar, procure se aconselhar com pessoas mais experientes em relação à mudança em questão. Se você sonha em abrir um negócio, por exemplo, ouvir os conselhos de um empreendedor tarimbado pode ser muito enriquecedor. Contudo, é importante que se aconselhe com uma pessoa que seja realista e também otimista em relação à vida, para que lhe traga a realidade dos seus desafios sem te colocar para baixo.

Cautela: muitas mudanças envolvem riscos, então, para reduzir as chances de as coisas não saírem como o esperado, é importante agir com cautela e fazer um bom planejamento. Encontre o equilíbrio entre planejar e agir e, certamente, terá ótimos resultados.

Mudança: enquanto estiver passando por um processo de mudança, é natural que seja necessário mudar de planos e recalcular sua rota. Então, caso perceba que é necessário alterar alguma estratégia ou ação, analise as possibilidades e, quando tiver certeza ou sentir-se mais confiante, vá fundo em busca daquilo que acredita.

A Relação Entre a Resiliência e Mudanças

Acredito que já tenha ouvido em algum lugar a palavra resiliência, que originalmente se referia a uma propriedade comum de alguns metais de retornarem à sua forma original após passarem por um processo de mudança. Com o passar do tempo, a expressão ganhou um novo significado e, hoje, também se refere aos indivíduos que conseguem vencer situações desafiadoras sem perder sua essência e o sentido de sua vida.

É necessário reconhecer que nem todas as mudanças se apresentam de uma forma positiva. Na realidade, a maioria delas oferece grandes desafios e nos tira do lugar comum. Contudo, sempre é possível extrair algo de bom desse tipo de situação, seja a conquista de algo novo ou, mesmo, de lições valiosas que trarão muito aprendizado e experiência.

Os conceitos de resiliência e mudança estão completamente ligados, pois as pessoas que são resilientes, além de reagir bem ao novo, vão em busca dessa transformação de vida de braços abertos. Essa proatividade faz com que conquistem tudo o que desejam, seja algo relacionado à vida pessoal ou profissional.

Se você deseja se tornar uma pessoa mais resiliente e encorajar-se, busque se conhecer mais, desenvolver sua paciência, compreensão e, também, o humor, para que consiga sempre enxergar as coisas por um viés positivo. Além disso, forme uma rede com outras pessoas para que ofereçam apoio mútuo e se tornem cada vez mais fortes e preparadas para encarar os novos desafios de forma positiva e buscando dar sempre o seu melhor.

Ouse Ir Além

Coaching é uma metodologia focada, principalmente, no desenvolvimento humano e as mudanças são parte fundamental desse processo. Costumo sempre dizer que para ter resultados diferentes, é preciso fazer diferente e ousar ir além. Com isso, quero dizer que toda mudança que desejar realizar em sua vida, deve começar dentro de você. Substitua o mindset do medo e da insegurança, pelo da coragem, do empoderamento e da ousadia de querer chegar mais longe e evoluir sempre.

A partir do momento em que aceitar que as mudanças são uma parte fundamental do crescimento humano em todos os aspectos, saberá extrair o melhor de cada uma delas e tornar sua vida melhor. Aproveite cada oportunidade para ir além e fazer diferente. Dessa forma, conseguirá alcançar os resultados que deseja; os amadurecimentos que precisa para evoluir e descobrirá um universo de novas e infinitas possibilidades. Permita-se!

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/nao-tenha-medo-da-mudanca/

2 passos para construir seus sonhos (Vídeo Completo)

2 passos para construir seus sonhos (Vídeo Completo)

CLIQUE e inscreva-se no canal:

 

Confira com Tiago Curcio,  coach da Casule!

Saiba o que fazer.

Facebook ☛ http://facebook.com/clinicacasule
Instagram ☛ http://instagram.com/clinicacasule

Conheça o nosso site ↴
https://casule.com

Meu Blog ↴
https://casule.com/blog #casule

Whatsapp ↴
https://casule.com/yzap

Assine o nosso canal! e saiba como ter mais saúde mental e uma vida mais feliz! Gostou do vídeo?
Curta, compartilha e assine o canal pra não perder o que vem por ai! Ser feliz faz parte da vida!
Sonhe, mude de atitude, cuide da sua felicidade!

Assine o Canal de graça e receba as dicas de coaching, fonoaudiologia, nutrição e psicologia sem frescura toda semana!

Zona de Conforto – Livre-se Dela!

Zona de Conforto – Livre-se Dela!

Zona de Conforto é um conjunto de pensamentos, ações e comportamentos que um indivíduo está condicionado a ter e que não despertam medo, risco ou ansiedade. É um local onde nenhum indivíduo se sente intimidado. Ela é confortável, contudo, bastante limitante e sabotadora, pois como bem sabemos, todo ser humano pode ir além e se superar se assim o quiser.

Quando estacionada em sua zona de conforto, a pessoa vivencia um estado de falsa segurança, haja vista que no momento em que acontece uma mudança brusca, ela sofre mais, leva um susto maior, pois está menos preparada para absorver os fatos inesperados que aconteceram.

Este local para muitos de segurança eterna é como uma miragem no deserto de oportunidades, pois ao escolher sombra e água fresca, a pessoa deixa de conhecer a infinidade de possibilidades que estão à sua volta. Na prática, é o mesmo que acontece com um indivíduo em sua vida pessoal e profissional quando deixa de buscar crescimento e evolução contínua e cai na estagnação.

Como Sair da Zona de Conforto

As pessoas, geralmente, precisam saber funcionar fora de suas zonas de conforto para desenvolverem-se. Uma profissional que não consegue sair de sua zona de conforto não melhora seu desempenho, não consegue criar ou aproveitar oportunidades no trabalho, como também lidar com os momentos de adversidade e tensão, pois se condicionou a pensar e agir apenas de uma maneira.

Sair da zona de conforto é entende eu é hora de mudar e permitir-se experimentar novas possibilidades e encarar os desafios com otimismo e boa vontade. Por isso, reflita se você já chegou exatamente aonde queria chegar, se já possui os resultados que sonha e, especialmente, se não está usando esta zona de conforto como uma desculpa para não enfrentar seus medos, dilemas e limitações pessoais e profissionais. Reflita!

Imagine ainda só se homens de sucesso como Henry Ford, Steve Jobs ou Bill Gates não tivessem ousado fazer diferente e experimentado tirar suas ideias do papel. Imagine se eles tivessem se conformado e ficado em suas zonas de conforto. Imagine se Thomas Edison não tivesse acreditado no projeto da lâmpada e pense em tudo mais que foi criado, inventado e desenvolvido por estas pessoas que não se permitiram ficar em zonas de conforto.

Por mais que seja difícil para você mudar, permita-se fazer isso nem que seja aos poucos, mas todos os dias dê um passo novo nesta direção. Busque mudar sua mentalidade, seus hábitos e entender o que você pode fazer de diferente em seu trabalho, em sua casa, com sua família, amigos e também em sociedade.

Pense em tudo que você tem a ganhar mudando (sucesso, autorrealização, dinheiro, reconhecimento, bem-estar, autossatisfação) e em tudo que você pode deixar para trás (medo, estagnação, retrocesso, atrasos na vida e na profissão), ao se permitir fazer diferente. Aceite o convite e saia definitivamente de sua zona de conforto. Sua vida e sua carreira lhe agradecem!

Fonte: https://www.jrmcoaching.com.br/blog/zona-de-conforto-livre-se-dela/

BAIXAR O PDF
close-link